"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (340409 votos)..........94.78% das questões objetivas receberam votos.
Sobre as dislipidemias na infância é correto afirmar que:
A. a maioria dos lipideos provém da dieta
B. recomenda-se triagem universal ainda com 2 anos de idade
C. a fração HDL pode ser aterogênica
D. a ingestão de fibras solúveis tem papel fundamental na dieta
E. o tratamento com ezetimiba pode ser considerado desde a pequena infância se os pais tiverem colesterol total acima de 240

  RATING: 3

Sobre as dislipidemias na infância é correto afirmar que:

A. a maioria dos lipideos provém da dieta
INCORRETO: somente 30% dos lipídeos provém da dieta
B. recomenda-se triagem universal ainda com 2 anos de idade
INCORRETO : triagem universal está recomendada para todas as crianças entre 09 e 11 anos
C. a fração HDL pode ser aterogênica
CORRETO : HDL > 90 também é aterogenico
D. a ingestão de fibras solúveis tem papel fundamental na dieta
INCORRETO : Fibra solúvel tem possível papel terapêutico, modesto
E. o tratamento com ezetimiba pode ser considerado desde a pequena infância se os pais tiverem colesterol total acima de 240
INCORRETO : ezetimibe pode ser usado a partir de 05 anos de idade

Gabarito:  C

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3)
DISCURSIVA: (79986 votos) ..........99.07% das questões discursivas receberam votos.
A síndrome da secreção inapropriada do hormônio antidiurético (SIADH) é caracterizada pela secreção contínua ou pelo aumento da atividade do hormônio arginina-vasopressina (A-VP) e responde por 14 a 40% do total de casos de hiponatremia. Está relacionada a uma extensa gama de doenças, terapias medicamentosas e procedimentos cirúrgicos, sendo muitas vezes subdiagnosticada. Referente á essa entidade clinica, respondam ás seguintes questões:
1) Quais são os principais quatro grupos de etiologias do SIADH?
2) Enumeram os criterios diagnosticos essenciais.

RATING: 3.1

A síndrome da secreção inapropriada do hormônio antidiurético (SIADH) é caracterizada pela secreção contínua ou pelo aumento da atividade do hormônio arginina-vasopressina (A-VP) e responde por 14 a 40% do total de casos de hiponatremia. Está relacionada a uma extensa gama de doenças, terapias medicamentosas e procedimentos cirúrgicos, sendo muitas vezes subdiagnosticada. Referente á essa entidade clinica, respondam ás seguintes questões:
1) Quais são os principais quatro grupos de etiologias do SIADH?
2) Enumeram os criterios diagnosticos essenciais.

1) Quais são os principais quatro grupos de etiologias do SIADH?
As principais etiologias podem ser divididas em quatro grupos:
a) neoplasias,(0,0625 pontos)
b) distúrbios do sistema nervoso central (SNC),(0,0625 pontos)
c) doenças pulmonares(0,0625 pontos)
d) uso de medicamentos(0,0625 pontos)

2) Enumeram os critérios diagnósticos essenciais:
Os critérios diagnósticos da SIADH são basicamente os mesmos descritos por Bartter e Schwartz em 1967 e são atualmente divididos em critérios essenciais e suplementares. A questão solicita só os essenciais.
a) Diminuição da osmolalidade efetiva do líquido extra-celular (Posm < 275 mOsm/kg H2O);(0,05 pontos)
b) Concentração urinária inadequada (Uosm > 100 mOsm/kg H2O com função renal normal) para determinado nível de hiposmolaridade;(0,05 pontos)
c) Euvolemia clínica, definida pela ausência de sinais de hipovolemia (ortostase, taquicardia, diminuição do turgor da pele, mucosas secas) ou hipervolemia (edema subcutâneo e ascite);(0,05 pontos)
d) Excreção aumentada de sódio urinário na presença de ingesta adequada de água e sal;(0,05 pontos)
e) Ausência de outras causas de hipoosmolaridade euvolêmica: (hipotireoidismo, hipocortisolismo e utilização de diuréticos (0,05 pontos);

FONTE:
http://www.fcmsantacasasp.edu.br/images/Arquivos_medicos/2012/57_1/08-Artigo%20Original%2011.pdf

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.1)

CASO CLINICO: (84077 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
M. S. G. 5 meses. Mãe refere febre, chorosa, inapetência. Na hora da consulta apresenta 38,4°C e a mãe informa que a criança tem refluxo e que trata com Label. Bom estado geral, hidratada e corada, chorosa. Medicada com Ibuprofeno e Dipirona em casa por conta da febre. No exame físico, BEG, levemente descorada, nariz entupido e tosse com evidente ronquidão e estridor.
De repente, durante a consulta a paciente inicia uma convulsão e é transportada na sala de emergência, aonde, por conta do acesso venoso difícil, é aplicada rapidamente uma dose correta de Midazolam intramuscular. Cinco minutos depois da injeção, a lactente entra em apneia e o monitor mostra o seguinte traçado:

Pergunta-se:
1) O que poderia ter causado a apneia, nesse caso? 0,05 pontos
2) Qual é a arritmia apresentada no monitor? É ritmo chocável ou não? 0,1 pontos
2) Qual é a intervenção a ser feita, imediatamente? 0,35 pontos


RATING: 2.85

1) O que poderia ter causado a apneia, nesse caso?
A injeção de Midazolam. (0,05 p)
Discussão: O midazolam deve ser usado somente quando materiais de ressuscitação apropriados para o tamanho e a idade estão disponíveis, já que a administração do mesmo pode deprimir a contratilidade miocárdica e causar apneia. Eventos adversos cardiorrespiratórios graves têm ocorrido em raras ocasiões. Esses eventos têm incluído depressão respiratória, apneia, parada respiratória e/ou parada cardíaca. A ocorrência de tais incidentes de risco à vida é mais provável em adultos acima de 60 anos, naqueles com insuficiência respiratória preexistente ou comprometimento da função cardíaca, e em pacientes pediátricos com instabilidade cardiovascular, particularmente quando a injeção é administrada muito rapidamente ou quando é administrada uma alta dose.

2) Qual é a arritmia apresentada no monitor? É ritmo chocável ou não?
Atividade elétrica sem pulso. (0,05 p) Não é ritmo chocável. (0,05 p)
Discussão: AESP é, sem duvida, uma catástrofe... Ela não é um ritmo especifico - na verdade, podemos descrever ela como atividade elétrica organizada (quer dizer, não é nem FV e nem assistolia) que aparece no ECG ou no monitor cardíaco mas... não tem pulso nenhum. A frequência de atividade elétrica pode ser baixa (mais comum, denominada agônica), normal ou alta. Pior é que as pulsações podem ser detectadas por uma forma de onda artéria ou estudo Doppler, mas os pulsos não são palpáveis. Ou seja, neste caso não há um fluxo satisfatório de sangue para os órgãos.
O ECG pode exibir complexos QRS normais ou largos. É muito importante, então avaliar o ritmo monitorado e observe a frequência e a largura dos complexos QRS. Salvo se for possível identificar e tratar rapidamente a causa da AESP, o ritmo provavelmente se deteriorará e se transformará em assistolia.

3) Qual é a intervenção a ser feita, imediatamente?
A primeira medida a ser feita neste momento é instituir imediatamente RCP de alta qualidade (0,05 p): como a lactente está no hospital e provavelmente tem dois reanimadores, utiliza-se o método com dois polegares (0,05 p). O ritmo das compressões cardíacas/ventilações é de 15 compressões:2 ventilações (0,05 p) cada compressão devendo descer 4 cm (criança pequena) (0,05 p) esperando o retorno total do tórax após cada compressão (0,05 p), com uma frequência de 100-120/minuto (0,05 p). Ás ventilações tem que ser aplicadas em menos de 10 segundos (0,05 p)

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (2.85)

 

1131 USUARIOS INSCRITOS

225 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

721 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
6603 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1529 DE CLINICA, 2964 DE PEDIATRIA, 1272 DE CIRURGIA, 219 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 368 DE SAUDE PUBLICA
107 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 139 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2020.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.