"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (339407 votos)..........94.94% das questões objetivas receberam votos.
Sobre a tendência da mortalidade infantil no Brasil nos últimos anos, podemos afirmar, EXCETO:
A. a mortalidade infantil está em declínio há algumas décadas
B. as taxas são maiores na população rural
C. a maioria dos óbitos acontece por afecções do período perinatal e por malformações congênitas
D. a maioria dos óbitos do período neonatal acontece no componente neonatal tardio
E. no período pós-neonatal as doenças infecciosas e parasitárias são as principais causas de óbitos

  RATING: 3.06

Sobre a tendência da mortalidade infantil no Brasil nos últimos anos, podemos afirmar, EXCETO:

A. a mortalidade infantil está em declínio há algumas décadas
INCORRETO: A mortalidade infantil vem decaindo ao longo dos anos, principalmente devido à prevenção de infecções com vacinação, melhora do acesso a serviços de saúde, melhora das condições de vida da população, como saneamento básico, entre outros.
B. as taxas são maiores na população rural
INCORRETO : Esses serviços todos não chegaram de maneira consistente na população rural, sendo que as taxas de mortalidade infantis no meio rurais são praticamente o dobro do meio urbano.
C. a maioria dos óbitos acontece por afecções do período perinatal e por malformações congênitas
INCORRETO : A maioria dos óbitos é por afecções do período perinatal (predominando no período neonatal precoce)
D. a maioria dos óbitos do período neonatal acontece no componente neonatal tardio
CORRETO : veja a resposta da alternativa C
E. no período pós-neonatal as doenças infecciosas e parasitárias são as principais causas de óbitos
INCORRETO : A mortalidade neonatal por doenças infecciosas e parasitárias predomina no período pós-neonatal.

Gabarito:  D

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.06)
DISCURSIVA: (79876 votos) ..........99.06% das questões discursivas receberam votos.
Enumeram as quatro manobras clinicas provocativas para avaliação de um paciente com sindrome de desfiladeiro toracico (0,5 pontos)

RATING: 3.02

Enumeram as quatro manobras clinicas provocativas para avaliação de um paciente com sindrome de desfiladeiro toracico (0,5 pontos)

Foram descritas quatro manobras clínicas provocativas para avaliação de um paciente com suspeita de SDT. A perda ou a redução no pulso radial ou da reprodução dos sintomas neurais sugere um teste positivo.

(1) O teste de Adson (escaleno) provoca um estreitamento do espaço entre os escalenos anterior e médio, resultando em compressão da artéria subclávia e do plexo braquial. O paciente é instruído a inspirar maximamente e parar de respirar enquanto o seu pescoço é estendido completamente e a cabeça é girada na direção do lado afetado.Redução ou perda do pulso radial ipsilateral sugere compressão. (0,125 p)

(2) O teste de Halstead (costoclavicular) é usado para estreitar o espaço costoclavicular entre a primeira costela e a clavícula, deste modo causando compressão neurovascular. O paciente é instruído a colocar os seus ombros em uma posição de militar (recuados para trás e para baixo). Esta manobra causará modificações no pulso radial, se houver presente compressão de uma ou de ambas as artérias subclávias. (0,125 p)

(3) O teste de Wright (hiperabdução) leva a uma compressão das estruturas neurovasculares na região subcoracóide pelo tendão do peitoral, pela cabeça do úmero ou pelo processo coracóide. Para realizar esse teste, o braço do paciente é hiperabduzido 180 graus. Suspeita-se de compressão mediante redução ou perda do pulso radial. (0,125 p)

(4) O teste de Roos é realizado solicitando-se que o paciente abduza do seu braço 90 graus com uma rotação externa do ombro. Mantendo esta posição corporal, o teste de Roos modificado é realizado abrindo-se e fechando-se a mão rapidamente durante 3 minutos em uma tentativa de reproduzir os sintomas. (0,125 p)

FONTE:
http://www.misodor.com/PAREDETORACICAEPLEURA.html

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.02)

CASO CLINICO: (83966 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
O Sr. M. de O. S., natural do Espírito Santo, Brasil, procurou inicialmente atendimento no ambulatório de dermatologia do Hospital das Clínicas por apresentar múltiplas lesões pruriginosas (urticariformes) que apareciam de modo intermitente há mais ou menos um anos. As lesões apareciam e desapareciam em uma semana. Durante esse tempo ele tratava as lesões com ervas.
Não havia história da existência de algum fator desencadeante, alguma doença, ou uso de alguma droga por tempo prolongado. Os exames de sangue, velocidade de hemossedimentação, marcador imunológico para glicose 6 fosfato desidrogenase e raio X de tórax estavam normais.
Biopsia de pele mostrou uma epiderme não delimitada, um infiltrado perivascular de linfócitos e algumas células plasmáticas e mastócitos na derme e restos nucleares por entre elas.
Foi estabelecido o diagnostico de vasculite urticariforme, um tipo de vasculite incomum, mediada por imunocomplexos, caracterizada pelo aparecimento de lesões urticariformes dolorosas de duração prolongada, acompanhadas de febre, artralgias e cólica abdominal.
O paciente foi medicado com prednisolona 10 mg inicialmente e duas semanas depois associada com 0,5 mg de colchicina. Na ausência de uma resposta satisfatória foi medicado com dapsona 50 mg/dia. Após dois meses o paciente não mais compareceu ao ambulatório.
Depois 6 meses da ultima consulta, o sr. M. de O. S. retornou ao ambulatório apresentando lesões eczematosas nos membros inferiores e generalizada xerosis. A pele da face mostrava-se eritematosa, lustrosa, enrugada, edemaciada (face leonina). Ambos os nervos ulnar e o poplíteo esquerdo estavam espessados e endurecidos pela fibrose (sensibilidade preservada). Nódulos eritematosos (paniculite) foram encontrados dispersos nos braços e pernas. 1) Qual é o exame principal que precisa ser solicitado neste momento? (0,1 pontos)
2) A segunda biopsia da pele mostrou intensos infiltrados de macrófagos espumosos (macrófagos com inúmeros bacilos no seu interior) na derme e múltiplos bacilos ácido resistentes. Qual e o diagnostico mais provável, sendo os resultados da biopsia mencionados acima? (0,2 pontos)
3) O que é e qual seria a utilidade do teste Mitsuda realizado neste ultimo atendimento do paciente? (0,2 pontos)


RATING: 3.66

1) Qual é o exame principal que precisa ser solicitado neste momento?
A biopsia das lesões cutâneas! As manifestações iniciais de vasculite urticariforme poderiam ter sido um estágio inicial da lepra e que foi se manifestar de modo mais evidente 2 anos depois na forma hanseníase virchowiana. (0,1 p)
2) Qual e o diagnostico mais provável, sendo os resultados da biopsia mencionados acima?
Hanseníase - doença infecciosa causada pela Micobacterium leprae(0,1 p).
Suas principais formas são:
- hanseníase tuberculoide (forma benigna)
- hanseníase virchoviana (forma maligna) com lesões importantes, vários nódulos forma lepromatosa)
- indeterminada: não se sabe para que forma vai evoluir
- dimorfa - apresenta sinais das formas tuberculoide e lepromatosa
No caso, trata-se de uma forma virchoviana (forma maligna) (0,1 p)
3) O que é e qual seria a utilidade do teste Mitsuda realizado neste ultimo atendimento do paciente?
O teste de Mitsuda visa avaliar a capacidade do indivíduo de responder através da imunidade celular ao bacilo de Hansen. (0,1 p)
Na forma virchoviana - como e o caso do nosso paciente - é negativa, o indivíduo não responde em decorrência do comprometimento das reações imunológicas. (0,1 p)
DISCUSSÃO:
O teste e feito com a administração intradérmica de lepromina que contém de 40 - 60 milhões de bacilos mortos por ml (suspensão de tecidos com bacilos destruídos pelo calor).
A avaliação é feita em cerca de 28 dias em média.
Nos indivíduos normais e com a forma tuberculóide aparece um nódulo no local que pode ou não ulcerar.

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3.66)

 

1128 USUARIOS INSCRITOS

225 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

721 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
6586 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1529 DE CLINICA, 2947 DE PEDIATRIA, 1272 DE CIRURGIA, 219 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 368 DE SAUDE PUBLICA
106 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 139 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2020.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.