"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

 

OBJETIVA: (382986 votos)..........87.96% das questões objetivas receberam votos.
Consideram as seguintes afirmações com relação ao tráuma cardiáco:

(I) a ecocardiograma é a melhor escolha diagnostica para demonstrar um hemopericardio falso-negativo na punção
(II) A remoção de quantidades em torno de 15 a 20 ml é o suficiente para uma melhora hemodinâmica em caso de tamponamento cardíaco rapidamente progressivo
(III) a pericardiocentese subxifoidiana com agulha de ponta romba contraindica-se nas traumas cardíacas associadas com contusão miocardica
(IV) um hematoma mediastinal pode bloquear a ferida pericardica do modo que, as vezes, ela pode até ser assintomatica
A. I, II, III, IV
B. I, II, III
C. I, e II
D. I, III e IV
E. apenas I

  RATING: 2.95

Consideram as seguintes afirmações com relação ao tráuma cardiáco:

(I) a ecocardiograma é a melhor escolha diagnostica para demonstrar um hemopericardio falso-negativo na punção
CORRETO: Eventualmente, o hemopericárdio coagulado (15%) pode impedir o sucesso da punção, nos dando o resultado falso-negativo da presença de líquido pericárdico em excesso. Nestes casos, é aconselhável o uso do ecocardiograma (5% de falso-negativos) para a confirmação diagnóstica.
(II) A remoção de quantidades em torno de 15 a 20 ml é o suficiente para uma melhora hemodinâmica em caso de tamponamento cardíaco rapidamente progressivo
INCORRETO: A descompressão pericárdica, através de toracotomia, é o tratamento de escolha para o tamponamento cardíaco rapidamente progressivo.
(III) a pericardiocentese subxifoidiana com agulha de ponta romba contraindica-se nas traumas cardíacas associadas com contusão miocardica
INCORRETO: Devemos suspeitar desta lesão nos traumas de tórax graves e na presença de tamponamento pericárdico. A intervenção, em caráter provisório, inclui a pericardiocentese subxifoidiana com agulha de ponta romba.
(IV) um hematoma mediastinal pode bloquear a ferida pericardica do modo que, as vezes, ela pode até ser assintomatica

INCORRETO: Em casos de tamponamento cardíaco a ferida pericárdica pode ser bloqueada tanto por coágulos que se formam, mas também por hematoma mediastinal e parênquima pulmonar. Embora este fenômeno “salve” o paciente de morte imediata, leva ao surgimento de tamponamento cardíaco progressivo e toda as suas conseqüências hemodinâmicas.

A. I, II, III, IV
INCORRETO: veja os comentários acíma
B. I, II, III
INCORRETO : veja os comentários acíma
C. I, e II
INCORRETO : veja os comentários acíma
D. I, III e IV
INCORRETO : veja os comentários acíma
E. apenas I
CORRETO : veja os comentários acíma

Gabarito:  E

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.95)
DISCURSIVA: (87422 votos) ..........97.39% das questões discursivas receberam votos.
1) Enumeram os quatro defeitos que definem a tetralogia Fallot. - 0,2 pontos
2) Que tipo anatomofisiológico de cardiopatia é a tetralogia Fallot? - 0,15 pontos
3) Há possibilidade de fazer o diagnóstico de tetralogia Fallot durante a gravidez? Que exame é o padrão ouro e quando deve ser feito? - 0,15 pontos

RATING: 3.11

1) Enumeram os quatro defeitos que definem a tetralogia Fallot. - 0,2 pontos
2) Que tipo anatomofisiológico de cardiopatia é a tetralogia Fallot? - 0,15 pontos
3) Há possibilidade de fazer o diagnóstico de tetralogia Fallot durante a gravidez? Que exame é o padrão ouro e quando deve ser feito? - 0,15 pontos

1) A tetralogia de Fallot consiste em:

(1) obstrução na via de saída do ventrículo direito (estenose pulmonar) (0,05 p)
(2) comunicação interventricular (CIV) (0,05 p)
(3) dextroposição da aorta cavalgando o septo (0,05 p)
(4) hipertrofia ventricular direita (0,05 p)

2) A tetralogia Fallot é uma cardiopatia congênita cianotica, com fluxo pulmonar diminuido. (0,15 p)

3) Sim, é possivel (0,05 p). O padrão ouro é a ecocardiograma fetal (0,05 p) que se faz entre as 18 e as 22 semanas a qualquer grávida com um risco aumentado de cardiopatia congénita. (0,05 p)

FONTE:
MISODOR - TETRALOGIA FALLOT

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.11)

CASO CLINICO: (92371 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Você recebe na Sala de Emergência um paciente de 46 anos, do sexo masculino, com queixa de fraqueza e dor no epigástrio há semanas. Ao exame físico você repara que há importante palidez cutâneo-mucosa e distensão das veias jugulares em posição ortostática. O pulso varia intensamente em amplitude conforme o paciente respira. A pressão arterial sistólica é de 120 mmHg na expiração, mas cai para 70 mmHg na inspiração. Ausculta pulmonar normal. Ausculta cardíaca rítmica, em 2 tempos. Ao examinar o abdome, você conclui que a dor queixada tem origem no fígado, órgão este que está bastante aumentado, tendo suas bordas rombas. Há edema de membros inferiores.
Você faz alguns exames, que mostram: Sangue: Hemoglobina de 5g/dL; Creatinina de 11,7 mg/dL. Rx de tórax apresenta aumento global da área cardíaca e pulmões limpos. 
(a) Qual o diagnóstico sindrômico da alteração circulatória? - 0,4 pontos.
(b) Qual a mais provável causa, considerando os dados fornecidos? - 0,1 pontos.




RATING: 1.35

(a) Qual o diagnóstico sindrômico da alteração circulatória?

  • Tamponamento cardíaco por pericardite constrictiva 0,2 p
  • Tamponamento cardíaco por derrame pericárdico   0,2 p

(b) Qual a mais provável causa, considerando os dados fornecidos?

Insuficiência renal crônica. 0,1 p

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (1.35)

 

1256 USUARIOS INSCRITOS

254 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

721 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
7375 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1782 DE CLINICA, 3423 DE PEDIATRIA, 1300 DE CIRURGIA, 232 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 387 DE SAUDE PUBLICA
115 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 140 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2020.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.