"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (377801 votos)..........88.34% das questões objetivas receberam votos.
Sobre a bronquiolite aguda e INCORRETO afirmar que:
A. a antibioterapia e o componente mais importante no tratamento
B. o diagnostico diferencial tem que ser feito primeiramente com a asma
C. o principal agente causal não sobrevive a temperatura maior que 37 graus
D. a desidratação e uma complicação frequente no contexto da fatalidade
E. a evolução e benigna na maioria dos casos

  RATING: 3.08

Sobre a bronquiolite aguda e INCORRETO afirmar que:

A. a antibioterapia e o componente mais importante no tratamento
CORRETO: Na verdade, os antibióticos não têm valor, a menos que exista uma pneumonia bacteriana secundária. Da mesma forma, não exis­tem bases para a administração de globulina VRS hiperimune durante episódios agudos de bronquiolite por VRS.
B. o diagnostico diferencial tem que ser feito primeiramente com a asma
INCORRETO : A condição mais comumente confundida com a bronquiolite aguda é a asma.
C. o principal agente causal não sobrevive a temperatura maior que 37 graus
INCORRETO : o principal agente causal da bronquiolite aguda e o virus respiratorio sincicial, e ele, de verdade, não sobrevive acima deste valor
D. a desidratação e uma complicação frequente no contexto da fatalidade
INCORRETO : O índice de fatalidade é de menos de 1%, com a morte sendo atribuída à: apnéia, acidose respiratória não compensada, desidratação grave.
E. a evolução e benigna na maioria dos casos
INCORRETO : A bronquiolite aguda, despito ás possíveis complicações, é uma doença com evolução benigna.

Gabarito:  A

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.08)
DISCURSIVA: (86921 votos) ..........98.25% das questões discursivas receberam votos.
A vasculite mais comum da infância, sendo predominantemente uma doença infantil, é a purpura de Henoch-Schönlein. Respondam ás seguintes questões:
1) Quais são os critérios clinicos diagnosticos, conforme a Sociedade Europeia de Reumatologia? - 0,25 pontos
2) Qual é a atitude terapêutica em caso de acometimento gastrointestinal? - 0,25 pontos

RATING: 1.48

A vasculite mais comum da infância, sendo predominantemente uma doença infantil, é a purpura de Henoch-Schönlein. Respondam ás seguintes questões:
1) Quais são os critérios clinicos diagnosticos, conforme a Sociedade Europeia de Reumatologia? - 0,25 pontos
2) Qual é a atitude terapêutica em caso de acometimento gastrointestinal? - 0,25 pontos

1) Quais são os critérios clinicos diagnosticos, conforme a Sociedade Europeia de Reumatologia? - 0,25 pontos
Critérios Diagnósticos (Sociedade Europeia de Reumatologia Pediátrica):
Presença de púrpura palpável com predomínio do membro inferior (0,05 p), além de pelo menos dois dentre:
Dor abdominal difusa; (0,05 p)
Biópsia mostrando vasculite leucocitoclástica típica ou glomerulonefrite proliferativa com deposição predominante de imunoglobulina A (IgA). Apesar de parte dos critérios, a biópsia cutânea ou renal raramente é necessária: a doença é tipicamente um diagnóstico clínico. (0,05 p)
Artrite ou artralgia; (0,05 p)
Envolvimento renal (presença de hematúria e / ou proteinúria). (0,05 p)

2) Qual é a atitude terapêutica para os casos comuns e para acometimento gastrointestinal, renal, SNC e genital ? - 0,25 pontos
Para casos com acometimento leve, o tratamento é de suporte com boa hidratação, analgésicos e AINES (0,05 p). Corticosteroides estão indicados no envolvimento gastrointestinal grave (0,05 p), envolvimento renal confirmado(0,05 p), envolvimento do SNC (0,05 p) e na presença de edema escrotal(0,05 p).

FONTE:
PURPURA HENOCH SCHONLEIN - NOVA PEDIATRIA

AVALIE ESSA QUESTÃO: (1.48)

CASO CLINICO: (91591 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Paciente masculino 66 anos, chega ao PS com história de dispnéia aos esforços. Antecedente de HAS de longa data, tratamento irregular com Hidroclortiazida e nifedipina. Tabagismo 1 maço/dia há 40 anos.refere ainda ter colesterol alto, mas sem tratamento. Apresenta história de dispnéia a vários meses com piora progressiva. Hoje acordou com dispnéia e dor torácica com irradiação para o dorso, continua, de muito forte intensidade, associado à dispnéia.
PA = 270 x 180 mmHg. P =112/min T= 36.2°C, Sat O2= 92% FR=26/min.
Bastante sudoréico, ansioso, com dor importante. Ap CV BRNF, sem sopros, AP Resp MV +, diminuído difusamente sem ruídos adventícios.

ECG= sobrecarga ventricular esquerda. Foi realizado o Rx de Tórax com a seguinte imagem:

1) Quais são as modificações encontradas no Rx de torax? -  0,125 pontos

2) Que exame vou ter que solicitar para confirmar minha hipótese diagnóstica? - 0,125 pontos

3) Qual e a conduta imediata indicada neste caso? - 0,1875 pontos

4) Qual e o nivel pressórico desejável por este paciente? - 0,0625 pontos




RATING: 3.07

1) Quais são as modificações encontradas no Rx de torax?

Paciente apresenta alargamento de mediastino visível á esquerda logo abaixo de arco aórtico (0,0625 p). O padrão sugere alargamento de aorta. (0,0625 p)

2) Que exame vou ter que solicitar para confirmar minha hipótese diagnóstica?

Tomografia Computadorizada de Tórax (0,0625 p) ou Ecocardiograma Transesofágico (0,0625 p).

DISCUSSÃO: O exame de Tomografia Computdorizada de Tórax apresenta sensibilidade maior que 90% para o diagnóstico de dissecção aguda de aorta e é o exame mais utilizado para o diagnóstico desta condição. O Ecocardiograma transesofágico também apresenta boa acuracia para o diagnóstico e pode ser utilizado principalmente em pacientes instáveis com dificuldade de transportar para o setor de radiologia do hospital.

3) Qual e a conduta imediata indicada neste caso?

Controle pressórico com diminuição imediata da pressão arterial (0,0625 p), sendo necessário o uso de nitroprussiato de sódio (0,0625 p) e beta-bloqueadores (0,0625 p).

DISCUSSÃO: O paciente apresenta quadro de emergência hipertensiva com necessidade imediata de diminuição dos niveis pressóricos com medicações que causem a diminuição previsível destes niveis sendo o nitroprussiato indicado: Os beta-bloqueadores também são imprescindíveis, pois os pacientes podem apresentar taquicardia reflexa com o uso de nitroprussiato de sódio com piora da dissecção aguda de aorta sendo necessário o uso de beta-bloqueadores, o controle da dor também é necessário.

4) Qual e o nivel pressórico desejável por este paciente?

Se possível nível de pressão arterial sistolica menores que 100 mmHg. (0,0625 p)

DISCUSSÃO: A recomendação usual em emergências hipertensivas é de diminuição de 25-30% dos niveis de pressão arterial, porém existem exceções, Não existindo evidências cientificas para diminuição de pressão arterial em pacientes com AVC isquèmico e devido a lesão em parede arterial é recomendado que pacientes com dissecção de aorta tenham seus níveis pressóricos diminuídos para valores menores que 100 mmHg se possível.

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3.07)

 

1238 USUARIOS INSCRITOS

250 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

721 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
7323 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1740 DE CLINICA, 3413 DE PEDIATRIA, 1300 DE CIRURGIA, 232 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 387 DE SAUDE PUBLICA
114 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 140 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2020.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.