"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (340328 votos)..........94.78% das questões objetivas receberam votos.
Lactente de 2 meses, sexo feminino, apresentou um episódio de apneia em casa, rapidamente revertido com estímulo tátil por sua mãe. Foi levado para atendimento em setor de emergência, onde durante o exame, apresentou novo episódio, com retorno rápido com estímulo tátil. A mãe nega qualquer sintoma prévio, e o exame físico é normal. Ela refere que o único doente em casa é seu outro filho de 16 anos, que vem apresentando uma tosse “esquisita” há mais ou menos 15 dias, geralmente seguida de vômito. Ela tem frequentado a escola normalmente, sem outras queixas como mialgia ou cefaleia. O agente etiológico provavelmente envolvido na infecção do lactente é:
A. Clamídia trachomatis
B. Adenovírus
C. Bordetella Pertussis
D. Micoplasma
E. M. tuberculosis

  RATING: 2.97

Lactente de 2 meses, sexo feminino, apresentou um episódio de apneia em casa, rapidamente revertido com estímulo tátil por sua mãe. Foi levado para atendimento em setor de emergência, onde durante o exame, apresentou novo episódio, com retorno rápido com estímulo tátil. A mãe nega qualquer sintoma prévio, e o exame físico é normal. Ela refere que o único doente em casa é seu outro filho de 16 anos, que vem apresentando uma tosse “esquisita” há mais ou menos 15 dias, geralmente seguida de vômito. Ela tem frequentado a escola normalmente, sem outras queixas como mialgia ou cefaleia. O agente etiológico provavelmente envolvido na infecção do lactente é:

A. Clamídia trachomatis
INCORRETO: veja a resposta da alternativa C
B. Adenovírus
INCORRETO : veja a resposta da alternativa C
C. Bordetella Pertussis
CORRETO : A coqueluche ocorre em todo o mundo de forma endêmica, sendo uma das doenças mais contagiosas entre as doenças infecciosas da criança. Nem a ocorrência natural da doença ou a vacinação promovem imunização permanente contra a doença. Adolescentes que tossem e adultos (geralmente não diagnosticados com coqueluche) são o maior reservatório de B.pertussis e as fontes dos “casos índices” em crianças menores e lactentes. Atualmente, acomete lactentes em 41% doas casos e adolescentes em 28%. O período de incubação varia de 6 a 20 dias, sendo que a maioria dos casos inicia-se após 7 a 10 dias do contato. A doença em sua forma clássica ocorre em crianças não-imunizadas de 1 a 10 anos. Pessoas imunizadas apresentam uma doença leve. A doença clássica dura cerca de 6 semanas, e três fases são reconhecidas. Na fase catarral os sintomas sugerem um resfriado comum. Febre não é comum.
A tosse piora progressivamente e uma a duas semanas, até adquirir caráter paroxístico. A fase paroxística é caracterizada pela tosse grave, seca, irritativa, freqüente, seguida de um guincho inspiratório. Durante as crises de tosse a criança pode apresentar cianose, protrusão da língua e salivação intensa. Estímulos ambientais, como alterações da luz ou umidade podem levar às crises de tosse. O vômito pós-tosse é comum e uma pista importante para o diagnóstico em adolescentes e adultos. No período intercrise a criança está normal. O número e a gravidade dos paroxismos progride por dias a semanas. Nas duas últimas semanas, os episódios diminuem (convalescença). Durante um período de meses, pode ocorrer reativação da tosse em vigência de quadros gripais. Em lactentes, as fases não, são bem demarcadas. Os achados clínicos mais comuns são a apnéia e cianose súbitas; o paroxismo é incomum. Convulsões podem estar associadas à apnéia e hipoxemia. O diagnóstico é clínico. A história epidemiológica é sugestiva. O achado de leucocitose, que pode chegar a 60.000 células/mm3, com predomínio linfocitário é bastante indicativo; porém, podem estar ausentes em lactentes menores.

D. Micoplasma
INCORRETO : veja a resposta da alternativa C
E. M. tuberculosis
INCORRETO : veja a resposta da alternativa C

Gabarito:  C

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.97)
DISCURSIVA: (79977 votos) ..........99.07% das questões discursivas receberam votos.
Referente a bilirrubinemia grave do recém nascido - a investigação da etiologia implica exames realizados rotineiramente. Quais são esses exames?

RATING: 2.94

Referente a bilirrubinemia grave do recém nascido - a investigação da etiologia implica exames realizados rotineiramente. Quais são esses exames?

A investigação da etiologia da hiperbilirrubinemia, independentemente da idade gestacional e da idade pós-natal, inclui o quadro clínico e os exames realizados rotineiramente em bancos de sangue e laboratórios clínicos apresentados abaixo:
  • Bilirrubina total e frações indireta e direta (0,0625 p);
  • Hemoglobina e hematócrito com morfologia de hemácias, reticulócitos e esferócitos (0,0625 p);
  • Tipo sanguíneo da mãe e RN para sistemas ABO e Rh (antígeno D) (0,0625 p);
  • Coombs direto no sangue de cordão ou do RN (0,0625 p);
  • Pesquisa de anticorpos anti-D (Coombs indireto) se mãe Rh (D ou Du) negativo (0,0625 p);
  • Pesquisa de anticorpos maternos para antígenos irregulares (anti-c, anti-e, anti-E, antiKell, outros) se mãe multigesta/transfusão sanguínea anterior e RN com Coombs direto positivo (0,0625 p);
  • Dosagem sanguínea quantitativa de glicose-6-fosfato desidrogenase (G-6-PD) (0,0625 p);
  • Dosagem sanguínea de hormônio tireoidiano e TSH (exame do pezinho) (0,0625 p);

FONTE:
SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA DEPARTAMENTO DE NEONATOLOGIA DOCUMENTO CIENTÍFICO (elaborado em 11/11/2012) ICTERÍCIA NO RECÉM-NASCIDO COM IDADE GESTACIONAL > 35 SEMANAS

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.94)

CASO CLINICO: (84061 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Uma recém-nascida de 5 dias de idade é levada ao pronto-socorro para avaliação de uma erupção cutânea. A mãe da criança afirma que observou pequenas saliências de pus se desenvolvendo na face, corpo, mãos e pés de sua infante. Esta é a primeira criança desta mãe jovem. A mãe também está preocupada porque a criança está cuspindo o leite e dorme muito durante o dia, porém não à noite. Ela não sabe se a bebê teve febre. Ela também se queixa de uma vesícula febril em seu próprio lábio.
No exame, as mesmas pústulas e vesículas descritas estão dispersas no mento, tronco e palmas das mãos e solas dos pés. Adicionalmente, há máculas hiperpigmentadas e algumas áreas escamosas na borda das máculas. A criança está afebril, ativa e possui lábios úmidos e uma fralda molhada.

Respondam as seguintes questões:
1) Citam pelo menos 4 alternativas de diagnostico diferencial (0,125 p)
2) Qual é o nome desta lesão descrita acima? (0,125 p)
3) O diagnostico requer que técnica e o que vai ser provavelmente achado? (0,125 p)
4) Qual seria a medida terapêutica mais adequada? (0,125 p)


RATING: 3.02

1) Citam pelo menos 4 alternativas de diagnostico diferencial (0,125 p)
- Eritema tóxico neonatal - erupção neonatal benigna comum, porém tende a poupar as palmas das mãos e solas dos pés e exibir uma mancha eritematosa com pústulas centrais minúsculas. Um esfregaço dos conteúdos da pústula demonstra eosinófilos.
- Células gigantes multinucleadas são observadas nos esfregaços de Tzanck de lesões herpéticas. Um infante com infecção neonatal pelo herpes-vírus aparenta estar doente, com letargia e nutrição deficiente. Um infante com uma apresentação limitada à pele pode ser assintomático, porém pode desenvolver sinais e sintomas neurológicos mais tarde. Este diagnóstico é uma exclusão importante. As lesões são geralmente erosadas.
- Candidíase congênita pode manifestar-se com pústulas, porém tipicamente se manifesta nas primeiras 24 horas de vida e é mais disseminada com lesões confluentes e escamas.
- Escabiose pode causar uma erupção intensa em infantes, porém a descrição de pústulas deixando máculas hiperpigmentadas e bordas de escamas é menos clássica para escabiose, em que vesículas, crostas e alterações dermatíticas podem ser mais evidentes.
- Melanose transitória pustulosa neonatal aparece em recém-nascidos a termo, caracterizada pela presença ao nascimento de pústulas ou vesículas sem eritema circundante. Essas vesicopústulas rompem com facilidade, com subseqüente formação de máculas pigmentadas que são circundadas de forma característica por um colarete de escamas. Essas máculas podem persistir por meses mas geralmente desaparecem espontaneamente dentro de 3 a 4 semanas. As áreas mais afetadas são fronte, parte posterior das orelhas, queixo, pescoço, parte superior do tórax, costas, nádegas, abdômen e coxas, mas todas as áreas podem ser acometidas, inclusive as regiões palmar e plantar. Formas puramente maculares podem indicar erupção vesico-pustulosa intrauterina. A etiologia da MPTN é desconhecida.

2) Qual é o nome desta lesão descrita acima? (0,125 p)
O momento desta erupção, a boa saúde da paciente e a descrição das lesões sugerem uma melanose pustulosa transitória neonatal. Esta erupção neonatal benigna classicamente se manifesta na primeira semana de vida, com lesões em múltiplos estágios, incluindo vesículas, pústulas, colaretes de escamas e máculas hiperpigmentadas. É mais comum em infantes de pele escura. Os esfregaços dos conteúdos de uma pústula demonstram neutrófilos, podendo ser diagnósticos.

3) O diagnostico requer que técnica e o que vai ser provavelmente achado? (0,125 p)
Um esfregaço de uma pústula precisa ser obtido e corado com corante de Wright. Os achados microscópicos revelam feixes de neutrófilos.

4) Qual seria a medida terapêutica mais adequada? (0,125 p)
Simplesmente tranquilizar a mãe e dar alta. A melanose pustulosa transitória neonatal é uma erupção neonatal benigna em que um tratamento não é necessário. Não há desenvolvimento de novas lesões durante a primeira semana de vida. A hiperpigmentação pós-inflamatória pode persistir por semanas a meses. O reconhecimento desta erupção neonatal comum é importante para poupar estes infantes de procedimentos desnecessários, como um rastreio séptico e medicamentos desnecessários. Culturas destas pústulas, tanto bacteriana como virai, são estéreis.

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3.02)

 

1131 USUARIOS INSCRITOS

225 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

721 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
6603 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1529 DE CLINICA, 2964 DE PEDIATRIA, 1272 DE CIRURGIA, 219 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 368 DE SAUDE PUBLICA
107 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 139 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2020.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.