"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (340355 votos)..........94.78% das questões objetivas receberam votos.
Analisem as assertivas abaixo sobre os paciente com infecção com COVID-19 e indiquem uma CORRETA:
A. o quadro digestivo (como dor abdominal e diarreia) dos pacientes com infecção com COVID-19 tem como base a ação do próprio vírus sobre as vísceras
B. sendo pacientes de alto risco (ou potencialmente de alto risco) é recomendada sempre hidratação e nutrição parenteral, para evitar qualquer intercorrência, em caso de medidas extremas como intubação, etc.
C. é altamente indicado evitar-se a posição prona em pacientes acordados que não foram intubados e sem desconforto respiratório
D. não é recomendado o tratamento antiviral precoce, já que não existe evidência de drogas antivirais efetivas
E. drogas antivirais não são necessárias depois da alta dos pacientes tratados para infecção com COVID-19

  RATING: 0

Analisem as assertivas abaixo sobre os paciente com infecção com COVID-19 e indiquem uma CORRETA:

A. o quadro digestivo (como dor abdominal e diarreia) dos pacientes com infecção com COVID-19 tem como base a ação do próprio vírus sobre as vísceras
INCORRETO: Alguns pacientes COVID-19 possuem sintomas gastrointestinais (como dor abdominal e diarreia) devido à infecção viral na mucosa intestinal ou ao uso de drogas antivirais e anti-infecciosas. Tem sido reportado que o equilíbrio micro-ecológico intestinal está prejudicado nos pacientes com COVID-19, manifestando uma significante redução dos probióticos intestinais como lactobacillus e bifidobacterium. A disbiose micro-ecológica intestinal pode levar à translocação bacteriana e infecção secundária, e por isso é importante manter este equilíbrio microbiológico através de modulares micro-ecológicos e suporte nutricional
B. sendo pacientes de alto risco (ou potencialmente de alto risco) é recomendada sempre hidratação e nutrição parenteral, para evitar qualquer intercorrência, em caso de medidas extremas como intubação, etc.
INCORRETO : A alimentação oral é preferida. A nutrição intestinal precoce pode fornecer suporte nutricional, nutrir o intestino, melhorar a barreira da mucosa e a imunidade intestinal, e manter a microecologia local. Os pacientes idosos com alto risco de aspiração ou pacientes com aparente distensão abdominal pode receber o suporte temporariamente pela nutrição parenteral. Pode ser gradualmente substituído por dieta independente ou nutrição enteral após melhora da sua condição.
C. é altamente indicado evitar-se a posição prona em pacientes acordados que não foram intubados e sem desconforto respiratório
INCORRETO : Pode-se tentar a posição prona em pacientes acordados que não foram intubados e sem desconforto respiratório, mas com prejuízo na oxigenação e presença de consolidação em zonas pulmonares dependentes da gravidade. É recomendado um período de pelo menos 4 horas de cada vez. A posição prona pode ser considerada várias vezes por dia, dependendo dos efeitos e tolerância.
D. não é recomendado o tratamento antiviral precoce, já que não existe evidência de drogas antivirais efetivas
INCORRETO : Um tratamento antiviral precoce pode reduzir a incidência de casos graves e críticos, apesar de ainda não existir evidência de drogas antivirais efetivas, as estratégias adotadas com base nas características do CVID-19 foram adotadas com base nos protocolos para tratamento do COVID-19.
E. drogas antivirais não são necessárias depois da alta dos pacientes tratados para infecção com COVID-19
CORRETO : Geralmente, drogas antivirais não são necessárias após a alta. O tratamento para os sintomas pode ser aplicado se o paciente possui tosse leve, perda de apetite, revestimento espesso da língua etc. Drogas antivirais podem ser utilizadas após a alta para pacientes com múltiplas lesões pulmonares nos primeiros 3 dias após o teste de ácido nucleico ser negativo.

Gabarito:  E

AVALIE ESSA QUESTÃO: (0)
DISCURSIVA: (79979 votos) ..........99.07% das questões discursivas receberam votos.
Respondam ás seguintes questões:
1) Como é definida a apneia? (0,25 p)
2) Como é definida e respiração periódica? (0,25 p)

RATING: 2.93

Respondam ás seguintes questões:
1) Como é definida a apneia? (0,25 p)
2) Como é definida e respiração periódica? (0,25 p)

1) A apneia é definida como pausa respiratória que dura mais de 15 segundos Ou como qualquer pausa respiratória associada á cianose, palidez, bradicardia. (0,25 p)
2) A respiração periódica é um padrão de respiração comum em crianças que consta em pausa respiratória curta seguida pelo aumento da frequência respiratória.(0,25 p)

FONTE:
Segredos em emergência pediátrica : respostas necessárias ao dia-a-dia em rounds, na clínica, em exames orais e escritos / Steven M. Selbst ; Kate Cronan. - Porto Alegre : Ed. ArtMed, 2003. - 524 p - ISBN 85-7307-983-5

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.93)

CASO CLINICO: (84067 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Uma paciente do sexo masculino, de 56 anos, sexualmente ativo, hipertenso, em uso de hidroclorotiazida 25mg/dia, captopril 50mg a cada 12h e metildopa 250mg a cada 12h, apresenta fadiga, dor no corpo e febre baixa há 2 semanas, tornando-se ictérico há 2 dias. Sua urina encontra-se “cor de chá preto” e suas fezes estão mais claras. Procurou atendimento médico, quando foram solicitados exames de laboratório: Hemograma normal (leucócitos = 8.400/mm3, sem desvio para esquerda), ALT (TGP) = 1340 U/L, ALT (TGO) = 1120 U/L, fosfatase alcalina = 123 U/L, gama-GT = 210 U/L, bilirrubina total = 15mg/dL (direta = 10mg/dL), albumina = 3,8g/dL, INR = 1,3, bioquímica normal. O médico então formulou a hipótese de hepatite, porém precisou pedir mais exames para saber a etiologia da hepatite (viral x medicamentosa x outra causa). Sobre o caso em questão, pergunta-se :
a) Como seria a sorologia viral, em caso de hepatite B aguda + hepatite A curada? (0,13 pontos)
b) Como seria a sorologia viral, em caso de hepatite B crônica + hepatite medicamentosa aguda? (0,14 pontos)
c) Como seria a sorologia viral, em caso de janela imunológica na hepatite B aguda? (0,1 pontos)
d) Como seria a sorologia viral, em caso de hepatite A aguda e hepatite B curada? (0,13 pontos)


RATING: 1.42

a) Como seria a sorologia viral, em caso de hepatite B aguda + hepatite A curada?
HBsAg + (0,03 p);
Anti-HBc IgM+ (0,03 p);
Anti-HBs - Anti-HAV IgM - (0,04 p);
Anti-HAV IgG + (0,03 p);
b) Como seria a sorologia viral, em caso de hepatite B crônica + hepatite medicamentosa aguda?
HBsAg + (0,03 p);
Anti-HBc IgM - (0,04 p);
Anti-HBc IgG + (0,04 p);
Anti-HBs - (0,03 p);
c) Como seria a sorologia viral, em caso de janela imunológica na hepatite B aguda?
HBsAg - (0,03 p);
Anti-HBs - (0,03 p);
Anti-HBc IgM+ (0,04 p);
d) Como seria a sorologia viral, em caso de hepatite A aguda e hepatite B curada?
Anti-HAV IgM + (0,03 p);
HBsAg - (0,03 p);
Anti-HBc IgG + (0,04 p);
Anti-HBs + (0,03 p);

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (1.42)

 

1131 USUARIOS INSCRITOS

225 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

721 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
6603 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1529 DE CLINICA, 2964 DE PEDIATRIA, 1272 DE CIRURGIA, 219 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 368 DE SAUDE PUBLICA
107 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 139 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2020.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.