PROVA ONLINE
(EXPERIMENTAL)

SAIR

PARTE OBJETIVA

MEDICINA INTERNA (10 QUESTÕES)

1) Paciente 42 anos, alcoolista crônico, apresenta-se em consulta clínica em virtude de perda de peso e diminuição do apetite nos últimos meses. Ao exame físico: eritema palmar, telangiectasias em tronco e atrofia testicular. Após a realização de vários exames séricos, encontramos os seguintes parâmetros dos hormônios tireoidianos: TSH = 3,5 μU/ml, T4 total = 25 μU/ml e T3 total = 100ng/ml. Qual o provável diagnóstico?

A. tireotoxicose por T3
B. síndrome do T3 reverso
C. aumento da TBG
D. tireoidite subaguda indolente
E. tireotoxicose factícia

    

 

2) No Brasil, são causas principais de derrame pleural:

A. insuficiência cardíaca descompensada e tuberculose.
B. TEP e pneumoconiose
C. asma e DPOC
D. adenocarcinoma pulmonar e cirrose hepática
E. artrite reumatóide e pneumonia bacteriana

    

 

3) As crianças infectadas pelo HIV freqüentemente apresentam-se com pneumonias bacterianas de repetição. O agente etiológico mais comumente envolvido na etiologia de tais episódios é:

A. Pseudomonas aeruginosa
B. Enterobacter cloacae
C. Staphylococcus epidermidis
D. Streptococcus pneumoniae
E. Klebsiella pneumoniae

    

 

4) O sintoma mais precoce da leptospirose em sua fase inicial é:

A. a icterícia
B. a mialgia
C. a hiperpirexia
D. o aumento do figado
E. a uveite

    

 

5) E componente fundamental do capsídeo do virus HIV:

A. o material genético
B. RNA transportador
C. a proteina p24
D. a transcriptase reversa
E. dupla camada lipídica

    

 

6) O teste mais utilizado na investigação das vias aéreas superiores, capaz de diagnosticar a sinusite a polipose sinonasal e nasal, que podem estar associadas a asma:

A. teste com metacolina
B. o exame de escarro induzido
C. a tomografia computerizada dos seios da face
D. a detecção do óxido nítrico no ar exalado (eNO)
E. a punção dos seios maxilares

    

 

7) A principal causa de anemia megaloblástica por deficiência de cobalamina:

A. consumo aumentado de cobalamina
B. alteração na absorção
C. deficiência alimentar
D. vegetarianismo estrito
E. ausência do fator Castle

    

 

8) Autoimunidade com anemia hemolitica pode ser causada por formação de imunocomplexos quando administramos:

A. Cefalotina
B. Cefapirina
C. Cefazolina
D. Ceftiofur
E. Cefotaxima

    

 

9) Em um paciente que desenvolve artrite de joelho direito, é evidência a favor da etiologia gonocócica:

A. leucocitose periférica.
B. elevação da proteína C reativa.
C. presença de tenossinovite de punhos.
D. monoartrite.
E. redução do pH do líquido sinovial.

    

 

10) Na eritropoese ineficaz encontra-se:

(I) função eritróide ativa, aparentemente aumentada
(II) alto numero de eritrócitos imáturos no sangue periferico
(III) hiperplasia e riqueza de tecido eritróide
(IV) destruição da medula vermelha hematoformadora

São verdadeiras:

A. I, II e III
B. I e II
C. II e IV
D. II e III
E. I e III

    

 

CIRURGIA (10 QUESTÕES)

11) Criança de 5 anos de idade, chegou ao Pronto Socorro, vítima de incêndio em recinto fechado, apresentando queimaduras em face, pescoço e membros superiores. Ao exame físico constatou-se dificuldade respiratória. Neste caso, o quadro respiratório é decorrente de:

A. lesão por aspiração de monóxido de carbono
B. queimadura térmica das vias aéreas
C. queimadura química e térmica das vias aéreas
D. queimadura química das vias aéreas
E. baixa perfusão pulmonar conseqüente ao aumento da viscosidade sangüínea provocado pela desidratação

    

 

12) A sobrevida em 10 anos para os pacientes após a troca valvular aórtica varia de 40% a 70%. NÃO causa impacto na sobrevida pos-operatoria:

A. a idade no momento da cirurgia
B. a presença ou ausência de doença arterial coronariana
C. o tipo de prótese utilizada
D. sangramento
E. endocardite da prótese valvular

    

 

13) Indique o melhor exame para o diagnóstico de lesão aórtica, apresentando sensibilidade próxima de 100%:

A. angiografia seletiva
B. computer-tomografia helicoidal
C. ecografia transesofagica
D. resonância magnetica nuclear
E. mediastinoscopia

    

 

14) Em relação a um paciente adulto, vítima de queimadura elétrica, é CORRETO:

A. as lesões do sistema nervoso aparecem precocemente
B. dificilmente há lesões do tecido ósseo, devido à sua pouca inervação
C. deve-se manter a diurese acima de 2 ml/kg/h, devido à mioglobinúria
D. pode haver parada cardíaca, porque esse tipo de lesão ocasiona acelerada hipopotassemia
E. as lesões produzidas por correntes alternadas são menos perigosas do que as causadas por correntes contínuas

    

 

15) O uso rotineiro de tromboprofilaxia para TVP é recomendado para paciente:

A. abaixo de 30 anos, submetido a procedimento cirúrgico de pequeno porte.
B. abaixo de 30 anos, submetido a procedimento cirúrgico de médio porte.
C. entre 15 e 25 anos, submetido a procedimento cirúrgico de pequeno porte.
D. entre 30 e 40 anos, submetido a procedimento cirúrgico de médio porte.
E. acima de 40 anos, submetido a procedimento cirúrgico de grande porte.

    

 

16) Secreção conjuntival unilateral, com desconforto e vermelhidão na conjuntiva, é suspeita de:

A. conjuntivite bacteriana aguda
B. ceratite herpética
C. conjuntivite viral aguda
D. uveíte anterior
E. glaucoma agudo

    

 

17) O divertículo faringoesofágico (divertículo de Zenker):

A. é um pseudodiverticulo
B. surge da parede anterolateral da hipofaringe
C. é um divertículo de tração
D. disseca inferiormente o espaço cricofaringeo na frente do esôfago
E. a complicação mais séria é a perfuração

    

 

18) Podemos considerar a forte suspeita de crescimento intrauterino retardado (CIUR) os casos seguintes:

I) mãe 32 anos, gestação de 28 semanas, teve uma outra gravidez com feto morto na 24-a semana, fumante (1 maço/dia), altura do fundo uterino no percentil 10, glicemia em jejum 128 mg% em tratamento com 5 mg glibenclamida/dia e 500 mg metformina de 12 em 12 horas, TA 140/70 mm Hg
II) mãe 18 anos, 1G 0P, gestação de 22 semanas, altura do fundo uterino no percentil 5, aumento de peso de 68 a 71,8 kg, sem patologias ou antecedentes associados
III) mãe 40 anos, 1G 0P gravidez gemelar 26-a semana resultada de fertilização artificial, previamente hígida, altura de fundo uterino normal, aumento de peso durante a gestação de 58 á 73 kilos
IV) mãe 17 anos, 1G 0P 23 semanas, TA 110/80, glicemia de jejum 89 mg%, altura uterina normal, aumento de peso de 55 á 59 kilos, sem antecedentes patologicos ou familiares

São verdadeiras:

A. I, II, III, IV
B. I, II, III
C. II, III
D. II, IV
E. nenhuma

    

 

19) O tratamento de pacientes com divertículos está indicado para:

1. aliviar a disfagia;
2. paliar a dor torácica;
3. aliviar o refluxo gastroesofágico;
4. proteger contra contaminação pulmonar por aspiração.

São VERDADEIRAS:

A. 1, 2, 3 e 4
B. 2, 3 e 4
C. somente 2
D. 1, 2 e 4
E. 1, 3 e 4

    

 

20) Os pseudo-aneurismas NÃO se formam por:

A. traumatismo contuso
B. traumatismo penetrante
C. intervenção vascular
D. ruptura anastomótica
E. predisposição genética

    

 

PEDIATRIA (10 QUESTÕES)

21) Lactente com 45 dias de vida, amamentando exclusivamente ao seio, com peso de nascimento de 3.450g, atualmente pesando 4.600g, apresenta, ao dia, aproximadamente oito evacuações semilíquidas, amareladas. Qual a conduta mais adequada diante do quadro?

A. substituir a dieta por leite de soja
B. iniciar a dieta isenta de lactose
C. manter o aleitamento materno exclusivo
D. fazer pausa alimentar por 24 horas
E. substituir a dieta por leite de vaca

    

 

22) Correlacione as afirmativas e os dados a seguir e assinale a alternativa com as associações CORRETAS:

I) Benigna, geralmente afebril, auto-limitada A) Influenzae A ou B
II) Taquidispnéia, sibilos, gemido expiatório, doença grave em lactentes que foram prematuros de extremo baixo peso B) Rinovírus
III) Doença grave que se tornou rara, depois que a vacina específica contra seu agente etiológico passou a ser feita como rotina em crianças C) Coxsackie A e B
IV) Coriza, obstrução nasal, cefaléia, mialgia, febre alta, complicações bacterianas freqüentes D) Epiglotite aguda
V) Amigdalite sem exsudatos com febre alta, dor de garganta, lesões do tipo aftas esbranquiçadas e brilhantes nas amígdalas, palato mole e pilares anteriores E) Vírus sincicial respiratório

 

 

 

 





A. I-C; II-D; III-E; IV-B; V-A
B. I-B; II-E; III-D; IV-A; V-C
C. I-A; II-B; III-E; IV-C; V-D
D. I-B; II-E; III-A; IV-C; V-D
E. I-A: II-B; III-C; IV-D; V-E

    

 

23) Recém-nascido com pneumonia, eosinofilia e aumento de IgG e IgM sugere infecção por:

A. Chlamydia trachomatis
B. citomegalovírus
C. estreptococos do grupo B
D. echovírus
E. herpesvírus hominis tipo B

    

 

24) E mandatorio reliazar a avaliação da função imune caso que uma criança apresenta histórico de:

A. infecção persistente com enterovirus
B. tres faringoamigdalites no periodo de um ano
C. dois episódios de otite externa
D. diarréia aguda mais de 4 vezes no período de um ano
E. cistite recidivante, pelo menos duas no intervalo de 6 meses

    

 

25) Em geral, podemos excluir o diagnóstico de cardite reumática aguda:

A. se o paciente não apresenta simultaneamente manifestações articulares
B. quando existe linfadenopatia e esplenomegalia
C. quando não há acometimento da valvula tricúspide
D. se os nódulos reumaticos faltarem
E. quando faltam evidências auscultatórias de um sopro cardíaco significativo

    

 

26) Sobre a diarréia aguda na infância é CORRETO afirmar:

A. o leite de vaca deve ser retirado da dieta
B. deve-se optar por dieta constipante
C. a etiologia mais freqüente nos meses quentes é rotavírus
D. se o quadro for muito intenso deve ser ministrado antidiarréico
E. é um quadro, na maioria das vezes, auto limitado

    

 

27) Lactente de 2 meses, nascido de parto normal, a termo, com peso adequado para a idade gestacional. Apresenta quadro de tosse há 3 semanas, com gemência e inapetência há 3 dias. Nega febre durante todo período de doença. Ao exame físico encontra-se em BEG, afebril, FR 56 irpm, FC 120 bpm. Otoscopia: membranas timpânicas com hiperemia bilateral e brilho preservado. Ausculta pulmonar com murmúrio vesicular presente bilateral com estertores subcreptantes disseminados. A radiografia simples de tórax observa-se opacidade heterogenia no lobo superior direito. O agente etiológico mais provável para este quadro é:

A. Streptococcus pneumoniae
B. Chlamydia trachomatis
C. Mycoplasma pneumoniae
D. Lysteria monocytogenes
E. Haemophylus influenzae tipo A

    

 

28) Sobre a faringite viral e verdade que:

A. crianças menores de cinco anos apresentam predominante a forma viral
B. na maioria das vezes, é assintomática ou oligossintomática
C. não costuma ser associada à dor intensa e odinofagia
D. um achado muito sugestivo de infecção pelo Adenovírus é a presença de linfadenopatia cervical
E. a infecção pelo vírus Coxsackie A determina conjuntivite do tipo folicular

    

 

29) A droga de escolha para o tratamento da otite media aguda:

A. ampicilina
B. benzatin-penicilina
C. azitromicina
D. claritromicina
E. amoxicilina

    

 

30) Os pacientes com crises pseudo-epilépticas podem ser prontamente distinguidos daqueles com epilepsia verdadeira utilizando:

A. a electroencefalograma depois a privação de sono
B. estimulação sub-convulsiva repetida do cérebro (como na amígdala)
C. fazer EEG depois a administração de corticotrofina
D. mapeamento cortical
E. monitoração prolongada e simultânea de EEG e video em circúito fechado

    

 

OBSTETRICIA GINECOLOGIA (10 QUESTÕES)

31) A interrupção da gravidez realizada por motivo de presença do síndrome de Down no feto seria um abortamento:

A. terapêutico
B. seletivo
C. criminoso
D. sentimental
E. judicial

    

 

32) A função endócrina estrogênica pode aumentar na mulher em menopausa:

A. quando há obesidade
B. caso de secreção ectopica do adenocarcinoma pulmonar
C. quando há hipotireoidia
D. quando é ainda presente um dispositivo intra-uterino (DIU)
E. quando há atrofia suprarrenal

    

 

33) Macrossomia representa gravidez com feto maior de:

A. 4.100 g
B. 4.200 g
C. 4.300 g
D. 4.400 g
E. 4.500 g

    

 

34) A síntese de surfactante esta inibida pelo:

A. insulina
B. tiroxina
C. cortisol
D. prolactina
E. estrogênio

    

 

35) Sobre o crescimento intrauterino retardado (CIUR) e CORRETO afirmar:

A. praticamente, é impossível diagnosticar o crescimento intrauterino retardado durante a gestação
B. a diminuição dos movimentos fetáis representa um sinal de alarme que sugere um sofrimento fetal
C. um raporto maior que 1 entre a circunferência craniana e abdominal medidas pela ultrassonografia e considerado normal
D. o consumo de algumas drogas drogas (heroína, metadona, metotrexate, difenilhidantoina, dicumarínicos e tetraciclinas) pode causar CIUR tipo II
E. no CIUR tipo intermediario o fator etiológico atua na fase hiperplasica

    

 

36) Doença hipertensiva vascular crônica grave (DHVC) na gestante tem sinais clinicos como:

I) eletrocardiograma com evidências de hipertrofia ventricular esquerda
II) escotomas
III) pressão arterial ≥ 150/100 mmHg
IV) descolamento de retina

São verdadeiras:

A. I, II, III, IV
B. I, II, III
C. I, II
D. I e III
E. apenas I

    

 

37) As contrações de Braxton-Hicks caracterizam-se pelas condições a seguir, EXCETO:

A. Não tem importância no processo de esvaecimento do colo uterino;
B. Possuem tríplice gradiente descendente;
C. Nas gestações múltiplas aparecem com mais freqüência;
D. Apresentam freqüência baixa de contrações e são mais incômodas que dolorosas;
E. Geralmente, surgem no terceiro trimestre da gestação.

    

 

38) A droga mais usada no mundo para o controle da hipertensão da gestante é:

A. o sulfato de magnésio
B. o cedilanid
C. a metildopa
D. o nitroprussiato
E. o labetalol

    

 

39) Parturiente primigesta, com 39 semanas, com colo dilatado para 8 cm, apresentação cefálica OEA + 1 DeLee, com contrações adequadas, bolsa íntegra e bacia clinicamente normal. A melhor conduta obstétrica é :

A. Comprimir o fundo uterino durante as contrações
B. Fazer a amniotomia.
C. Encaminhar rapidamente a paciente para a sala de parto.
D. Solicitar para que a paciente faça esforço expulsivo
E. Administrar ocitocina EV e fazer a episiotomia.

    

 

40) Consideram uma gestante de 26 anos, II G IP, com DUM dia 21 de fevereiro, ciclos irregulares, previamente hígida, sorologia para sifilis negativa na ultima gravidez. Utilizando somente esses dados podemos afirmar que:

A. podemos estabelecer como data provável do parto dia 11 de novembro
B. já que a sorologia do sifilis foi negativa na gravidez precedente, tem que repetir esse exame somente no final da gravidez atual
C. e preciso estabelecer a idade gestacional atraves do exame fisico ginecologico e assinalar com interrogação na ficha da gestante
D. é preciso considerar como data da última menstruação o dias 5 do primeiro mes com amenorreia, e calcular a probabilidade do dia do parto utilizando esta referência
E. se a pressão arterial for 150/90 mm Hg considerar sem duvida hipertensão de gravidez

    

 

 

SAUDE PUBLICA (10 QUESTÕES)

41) As atividades desenvolvidas na indústria extrativa (mineração subterrânea e de superfície - no beneficiamento de minerais, como no coorte, britagem, moagem e lapidação) e na indústria de transformação (com atividades em cerâmicas e fundições), são atividades de risco, que expõem o trabalhador, principalmente:

A. mercúrio
B. á sílica cristalina ou ao quartzo
C. ao enxofre
D. ao zinco
E. ao chumbo

    

 

42) O Programa Saúde da Família representa:

I. uma estratégia para reverter a forma atual de prestação de assistência à saúde
II. uma proposta de reorganização da atenção básica como eixo de reorientação do modelo assistencial
III. uma opção econômica pelo mais barato, e técnica pela simplificação
IV. uma estratégia para privilegiar o tratamento da doença nos hospitais para qualquer categoria da população

São verdadeiras:

A. I, II e III
B. I e II
C. I e III
D. somente IV
E. todas

    

 

43) Um estudo de casos e controles foi realizado para avaliar o uso de um determinado medicamento para esquizofrenia como fator de risco para dislipidemia. Qual dos abaixo seria o grupo controle adequado?

A. esquizofrênicos sem dislipidemia
B. esquizofrênicos que tomaram o mesmo medicamento, mas não ficaram dislipidêmicos
C. esquizofrênicos que não tomaram o mesmo medicamento, e que não são dislipidêmicos
D. esquizofrênicos que tomaram o mesmo medicamento e que ficaram dislipidêmicos
E. esquizofrênicos que não tomaram o mesmo medicamento e que ficaram dislipidêmicos.

    

 

44) Podemos falar de vies de aferição quando:

A. nos estudos de caso controle sempre o caso lembre mais que o controle
B. a associação entre um fator presumido causal e o desfecho e fortuita
C. os pacientes de um dos grupos têm maior chance de ter seu desfecho clínico detectado
D. uma terceira variável (variável confundidora) está associada com a exposição e, independente da exposição, é um fator de risco para a doença
E. grupos de comparação não são semelhantes em relação a todas as variáveis

    

 

45) O Indicador de Swaroop e Uemura representa:

A. proporção de óbitos de menores de 1 ano em relação ao total de óbitos
B. a proporção de óbitos na faixa etária de 20 a 29 anos
C. cálculos de coeficientes por outras causas específicas ou por capítulos da CID
D. a população estimada para o meio do ano na área aonde esta calculada a proporção
E. a mortalidade proporcional de 50 anos ou mais

    

 

46) "Um conjunto de ações que proporcionam o conhecimento, a detecção ou prevenção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes de saúde individual ou coletiva, com a finalidade de recomendar e adotar as medidas de prevenção e controle das doenças ou agravos." Esta é a definição de:

A. Vigilância Epidemiológica.
B. Saúde Integral
C. Programa Saúde da Familia
D. Sistema Único de Saúde.
E. Vigilância Sanitária

    

 

47) Não se trata de uma característica do atual perfil de organização de serviços de saúde no país:

A. Com acentuadas distorções na sua forma de financiamento.
B. Acentuadamente estatizado.
C. Altamente centralizado.
D. Com clara divisão de trabalho entre os setores público e privado.
E. entrada de refêrencia no sistema é predominante hospitalar

    

 

48) O quarto bloco de informações ao preencher no certidão de obito é para:

A. Local de ocorrência do óbito
B. Identificação do falecido: o médico deve dar especial atenção a este bloco, dada a importância jurídica do documento.
C. Residência: endereço habitual.
D. Específico para óbitos fetais e de menores de um ano
E. É a parte da DO preenchida exclusivamente pelo Cartório do Registro Civil

    

 

49) Pela Constituição Federal, é competência do Sistema Único de Saúde (SUS), executar ações de:

A. construção de moradias;
B. distribuição de alimentos;
C. formação de recursos humanos;
D. recuperação do meio ambiente;
E. saneamento básico.

    

 

50) Não se inclui entre as doenças de notificação compulsória, segundo orientação do Ministério da Saúde:

A. febre tifóide
B. varicela
C. tuberculose
D. tétano
E. hanseníase

    

 

 

SAIR