PROVA ONLINE
(EXPERIMENTAL)

SAIR

PARTE OBJETIVA

MEDICINA INTERNA (10 QUESTÕES)

1) Uma das mais comuns e importantes causas de hipertensão arterial secundária na infância é:

A. o estresse na hora de medir (hipertensão de jaleco branco)
B. a doença renovascular
C. hiperreninemia
D. as intoxicações accidentais
E. o abuso infantil

    

 

2) Paciente portadora de hepatite B, grávida de 18 semanas está preocupada com o risco de transmissão da doença para o seu feto. Qual a orientação mais adequada?

A. o risco de transmissão é mais elevado no parto e a cesariana é a via de parto obrigatória
B. o risco de transmissão é baixo se for administrada vacina e imunoglobulina ao RN nas primeiras 12 horas pós-parto
C. o risco de transmissão é maior quando o HbeAg for positivo, estando indicada a cesariana
D. o maior risco de transmissão ocorre durante o aleitamento, e o mesmo deve ser contra-indicado
E. o uso de imunoglobulina durante o trabalho de parto diminui em 50% o risco de transmissão vertical

    

 

3) O principal processo quimico implicado na esteroidogênese é:

A. a oxidação
B. a esterificação
C. a glucuro-conjugação
D. a hidrolização
E. a hidroxilação

    

 

4) O tratamento com possível eficâcia no síndrome de Goodpasture consta em:

A. plaçamento de catéter em "J duplo"
B. tratamento com indometacina
C. pulso de metilprednisona, ciclofosfamida oral e plasmaférese
D. associação de dipiridamol com warfarina ou heparina
E. não precisa de tratamento, a remissão sendo espontânea

    

 

5) Nas anemias megaloblásticas, é CORRETO afirmar que:

A. na deficiência de vitamina B12, há um acúmulo de 5-metil-tetraidrofolato, com conseqüente redução da síntese de timidina e portanto de DNA.
B. devido à lentidão da divisão celular na fase S, há um acúmulo de RNA, resultando em células com citoplasma escasso e maduro
C. a doença é caracterizada por eritropoese eficaz, porém com alta taxa de destruição celular intramedular.
D. na deficiência de vitamina B12, a ocorrência de sangramento é comum.
E. a deficiência de folato é uma doença hematológica exclusiva e não está associada a outras manifestações sistêmicas

    

 

6) O tratamento da crise desencadeada pelos inibidores de monoaminoxidase em geral compreende o uso de:

A. fenilpropanolamina
B. dextromorfano
C. clorpromazina
D. buspirona
E. anfepramona

    

 

7) A decisão clínica de tratar um quadro de salmonelose, hoje, depende primariamente da:

(I) gravidade da doença
(II) suscetibilidade do espécime isolado
(III) presença de co-morbidade
(IV) sorotipo específico

São verdadeiras:

A. I, II, III, IV
B. I, II, III
C. I e III
D. II e IV
E. I e IV

    

 

8) No paciente com traço falcêmico é esperado encontrar:

A. morte súbita entre atletas e recrutas
B. proporção de Hb S de 30 - 40% da hemoglobina total
C. heterozigose da Hb F/Hb S.
D. incapacidade de prestar alguns tipos de trabalho
E. infarto esplenico em esforços fisicos

    

 

9) Quais dos seguintes fenômenos fisicos oferece possibilidade de sobrevivência ao bradizóito de Toxoplasma:

A. congelamento
B. descongelamento
C. cozimento acima de 66 graus C
D. temperaturas de 4 graus C
E. dessecamento

    

 

10) Sobre as manifestações clinicas da hepatite viral C e CORRETO afirmar:

A. nunca há ictericia franca
B. nunca há resolução espontânea
C. há elevação significativa das bilirrubinas na fase aguda
D. não costuma cursar com colestase
E. líquen plano e vasculite leucocitoclástica cutânea indica cronicidade

    

 

CIRURGIA (10 QUESTÕES)

11) Um rapaz de 17 anos de idade chega ao Pronto-Socorro com lesões maxilo-faciais extensas. Subitamente, desenvolve estridor respiratório intenso. Devido às lesões, perdem-se as referências anatômicas de boca e faringe. Imediatamente, a melhor maneira de garantir o controle das vias aéreas é através de:

A. cricotireoidostomia
B. intubação orotraqueal
C. intubação nasotraqueal
D. intubação nasotraqueal guiada por fibroscopia ótica
E. traqueostomia

    

 

12) Não faz parte da vascularização arterial do estômago:

A. o tronco celiaco
B. as artérias frênicas inferiores
C. as artérias gastroepiplóicas
D. as artérias gástricas curtas
E. artéria gástrica esquerda

    

 

13) Um paciente, traumatizado de tórax, com ferida transfixante de mediastino, estável hemodinamicamente, apresenta hemotórax esquerdo. Qual a conduta a ser adotada nesse caso?

A. toracotomia esquerda com exploração de órgãos e estruturas mediastinais;
B. toracotomia direita com exploração de órgãos e estruturas mediastinais;
C. esternotomia com exploração de órgãos e estruturas mediastinais;
D. drenagem fechada esquerda e observação;
E. toracotomia bilateral.

    

 

14) No primeiro estagio de linfedema são presentes as seguintes modificações:

A. acúmulo de fibroblastos, adipócitos e macrófagos
B. edema tissular é mais proeminente e apresenta consistência elástica
C. elefantíase linfostática moderada
D. acúmulo de liquidos ricos em proteínas nos tecidos intersticiais
E. depósito de tecido conjuntivo e elementos adiposos na pele e subcutâneo

    

 

15) O uso rotineiro de tromboprofilaxia para TVP é recomendado para paciente:

A. abaixo de 30 anos, submetido a procedimento cirúrgico de pequeno porte.
B. abaixo de 30 anos, submetido a procedimento cirúrgico de médio porte.
C. entre 15 e 25 anos, submetido a procedimento cirúrgico de pequeno porte.
D. entre 30 e 40 anos, submetido a procedimento cirúrgico de médio porte.
E. acima de 40 anos, submetido a procedimento cirúrgico de grande porte.

    

 

16) Paciente com queimadura de espessura total em tórax e parcial em face e região cervical, apresentando taquipnéia e alterações comportamentais. A melhor conduta após colheita de gasometria arterial e Rx de tórax é:

A. intubação orotraqueal imediata
B. traqueostomia imediata
C. escarotomia em tórax e observação clínica e laboratorial rigorosa
D. analgesia a ansiolíticos e observação clínica e laboratorial rigorosa
E. escarotomia em tórax e região cervical com observação clínica e laboratorial

    

 

17) O "bico de pássaro" ou "ás de espadas" é uma imagem radiológica contrastada indicativa de:

A. neoplasia retal
B. volvo de sigmóide
C. invaginação cecal
D. cisto ovariano esquerdo
E. divertículos de cólon direito

    

 

18) Quais das anomalias arteriais hepaticos descritas abaixo e encontrada mais frequentemente:

A. artéria hepática nascendo fora do tronco celíaco
B. artéria hepática esquerda acessória ou substituta
C. artéria gastroduodenal originando-se da artéria hepática direita
D. artéria gastroduodenal duplicada.
E. artéria cística acessória originando-se da artéria hepática própria

    

 

19) Determinante importante da morbidade perioperatória que influencia no uso de agentes de contraste, em testes diagnósticos, ou no momento da correção endovascular de um aneurisma:

A. avaliação preoperatoria da função renal
B. angiocardiografia radionuclídica em equilíbrio (MUGA)
C. cintilografia cardíaca de estresse com tálio-dipiridamol
D. ECG de esforço
E. estudo preoperatorio da função pulmonar

    

 

20) No segundo estágio do linfedema tem as seguintes modificações:

A. acúmulo de liquidos ricos em proteínas nos tecidos intersticiais
B. resposta inflamatória generalisada
C. lesões com solução de continuidade na pele
D. elefantíase linfostática
E. acúmulo de fibroblastos, adipócitos e macrófagos

    

 

PEDIATRIA (10 QUESTÕES)

21) Broncopneumonia em lactente com seis meses de idade apresenta como agentes etiológicos principais:

A. S. aureus, Gram-negativo, Estreptococo do grupo B
B. Streptococcus pneumoniae, H. influenzae, Moraxella
C. Chlamydia, Mycoplasma, Ureaplasma
D. H. influenzae, S. pneumoniae, vírus
E. Vírus Sincicial Respiratório, Listeria, S. pneumoniae

    

 

22) Lactente de seis meses apresenta dificuldade em ganhar peso por insuficiência cardíaca devido a malformação congênita. Nasceu prematuro de 34 semanas, pesando 1800 g, ficou dois meses internada e vem se alimentando por sucção (frágil) com fórmula láctea de partida, 50 ml/vez adicionada de 2% de triglicerídeos de cadeia média. Seu peso atual é de 2100 g e para que a cirurgia cardíaca seja realizada, é necessário que ganhe peso suficiente. Tendo em vista a patologia de base que gerou o problema descrito, a conduta nutricional correta é:

A. restrição hídrica e nutrição enteral com fórmula de alta densidade calórica
B. leite materno ordenhado ou de banco de leite, 100 ml de 3/3h, dado em copinho
C. adição de suplemento energético às mamadas com volume controlado em 120ml de 3/3h
D. controle hídrico volumétrico e fórmula láctea com densidade calórica semelhante ao leite materno
E. nutrição com fórmula de aminoácidos e ácidos graxos essenciais associada à nutrição parenteral intermitente

    

 

23) Das drogas abaixo relacionadas, qual está formalmente contra- indicada durante o aleitamento materno?

A. hidrazida
B. acetaminofen
C. ergotamina
D. corticosteróides
E. cefalosporinas

    

 

24) Um recém-nascido com 25 dias de vida, o primeiro filho de casal não consanguíneo, com peso ao nascimento de 3.100 g, ganho ponderal de 28 g/dia e em aleitamento materno, vem para consulta de rotina. Ao exame físico, apresenta icterícia (++/4+), e a mãe nega intercorrências. A conduta correta para o caso é:

A. realizar dosagem de bilirrubina total e frações
B. colher hemograma, urina I e urocultura
C. orientar banho de sol
D. fazer observação e orientações de rotina de puericultura
E. internação para fototerapia com RUV

    

 

25) A patologia que exige tratamento imediato por ser uma emergência clínica com alto potencial de letalidade é:

A. faringite
B. epiglotite
C. bronquiolite aguda
D. abscesso retrofaringeal
E. laringite espasmódica aguda

    

 

26) Um recém-nascido pré-termo, com peso adequado para a idade gestacional, apresenta os seguintes resultados na triagem neonatal para hipotireoidismo (sangue de cordão umbilical): T4 = 3,8 mcg/dL (normal: > 9 mcg/dL) e TSH = 16,2 mUI/L (normal: < 20mUI/L. Sabendo que, tanto a gestação quanto o parto e os primeiros dias de vida foram sem intercorrências, a hipótese diagnóstica mais provável e a conduta indicada, são:

A. erro laboratorial - repetir a triagem neonatal após 7 dias de vida
B. hipotiroxinemia do prematuro - repetir a triagem neonatal após 7 dias de vida
C. hipotebegenemia - dosagem sangüínea venosa de T4 livre ou TBG, T4 total e TSH
D. hipotireoidismo secundário - iniciar tratamento urgente e confirmar diagnóstico após final do segundo ano de vida
E. hipotireoidismo terciário - iniciar tratamento imediato e confirmar o diagnóstico durante a primeira infância

    

 

27) Um lactente de 12 meses. com anemia ferropriva, alimentado basicamente com leite de vaca, passou a apresentar dor ao manuseio das extremidades, não quer mais andar e assume a posição de "pernas de rã" quando em repouso. O distúrbio nutricional mais provável é:

A. desnutrição protéico-energética
B. raquitismo por carência de vitamina D
C. escorbuto
D. deficiência de vitamina do complexo B
E. deficiência de vitamina A

    

 

28) Lactente, quatro meses, sexo masculino, retorna à emergência cinco dias após coleta de exames laboratoriais por apresentar quadro febril. Exame físico: volumoso hematoma em membro superior esquerdo com diminuição do pulso braquial do mesmo lado. Apesar de ser o primeiro filho, sua mãe relata que o primo tem diagnóstico de hemofilia A. A alteração do coagulograma esperada e a conduta indicada, respectivamente, são:

A. aumento do tempo de protrombina / reposição de Fator IX liofilizado
B. aumento do tempo de protrombina / reposição de plasma fresco congelado
C. aumento do tempo parcial de tromboplastina ativado / reposição de crioprecipitado
D. aumento do tempo parcial de tromboplastina ativado / reposição de Fator VIII liofilizado
E. tempo de tromboplastina parcial activado prolongado ou normal, teste de ristocetina positivo / tratamento com desmopressina

    

 

29) Todas as crianças devem ser vacinadas (a menos que seja contra-indicado) contra:

A. difteria, tétano, coqueluche
B. febre amarela, disenteria, leishmaniose
C. mycoplasma pneumoniae, rickettsia, streptococcus pneumoniae
D. hepatite A, B e C
E. variola, dengue, hantavirose

    

 

30) O abscesso mamário é definido como uma coleção de pus localizada dentro da mama e protegida por uma cápsula. Informe a alternativa correta a respeito dessa dificuldade que pode ocorrer durante a amamentação.

A. Ocorre mais comumente de modo primário, ou seja, não é secundário a outros processos infecciosos, como a mastite.
B. Os agentes etiológicos mais frequentes são as bactérias gram-negativas
C. O diagnóstico é feito basicamente com auxílio da ultrassonografia
D. No tratamento, iniciar o uso de antibióticos. Se não houver boa resposta clínica, realizar intervenção com drenagem cirúrgica e coleta de secreção purulenta para cultura e antibiograma.
E. Em mães portadoras do vírus da imunodeficiência humana (HIV), a presença de mastite, fissuras de mamilos e abscesso mamário aumentam o risco de transmissão vertical.

    

 

OBSTETRICIA GINECOLOGIA (10 QUESTÕES)

31) O acompanhamento da parturiente na sala de parto deve incluir:

I) ausculta do BCF de hora/hora
II) toque vaginal a cada 2h
III) procedimentos de avaliação materna
IV) ultrassonografia

São verdadeiras:

A. apenas I, II e III
B. apenas II e III
C. apenas III e IV
D. apenas I e IV
E. apenas I

    

 

32) Geralmente, o conceito basico é que um leiomióma uterino não deve ser operado sem um motivo bem justificado, porque:

A. a vascularização do leiomioma pode expôr intraoperatório á hemorragias ameaçadoras de vida
B. existe um alto risco de tromboembolia pulmonar pós-operatoria
C. geralmente, as mulheres diagnosticadas com leiomioma são na idade fertil e a cirurgia pode prejudicar a fisiologia uterina no futuro
D. as transformações malignos de um tal tipo de tumor são excepcionáis
E. geralmente o tamanho da tumor impossibilita a dequitação dela do tecido miometral

    

 

33) Sobre a terapia de reposição hormonal é verdade que:

I) a terapia de reposição hormonal não melhora a função cognitiva
II) a terapia de reposição estrogênica pode ser considerada uma modalidade de diminuir a evolução da doença do Alzheimer
III) a terapia de reposição hormonal não influencia o líbido
IV) a razão de associar progestativo ao terapia de reposição hormonal é a prevenção de cancer de mama

São verdadeiras:

A. I e III
B. II e III
C. II e IV
D. III e IV
E. I e IV

    

 

34) A mais rara forma de gravidez ectópica, sendo ela de mais difícil diagnostico, necessitando laparotomia:

A. tubária
B. ovariána
C. abdominal secundária
D. intraligamentaria
E. de Douglas

    

 

35) As alterações renais da pré-eclampsia como: proteinúria, oligúria, anúria e redução do fluxo plasmático e da filtração glomerular renal têm como principal causa:

A. isquemia renal do tipo necrose tubular aguda
B. a reatividade reduzida da angiotensina II e da noradrenalina
C. a hemoconcentração
D. a tumefação das células endoteliais glomerulares
E. aumento dos níveis de endotelina-I e diminuição dos níveis de antitrombina III

    

 

36) A septicemia pós-aborto com estes germes e muitas vezes fatal - o choque séptico (um choque endotoxinico) resulta pela ação de uma endotoxina membranar que ataca os pulmões, os rins, o fígado. A endotoxina tem ação simpática, aumentando o nível de catecolaminas. A descrição pertence ás septicemias com:

A. etiologia estreptococica
B. etilogia stafilococica
C. Clostridium perfringens
D. Borrelia
E. germes gram-negativos

    

 

37) Os fatores de risco do abruptio placentae são, EXCETO:

A. a multiparidade
B. condição socioeconômica
C. tempo prolongado de rotura de membranas
D. consumo de cocaina
E. estresse

    

 

38) Em casos menos graves de pré-eclampsia, o retardamento do parto pode ser adotado para se obter maior maturidade fetal. Tal conduta deve ser considerada nas seguintes situações, EXCETO:

A. a pré-eclâmpsia se desenvolver depois da 32ª semana
B. a hipertensão for discreta/moderada
C. as funções renal e hepática forem estáveis
D. não houver distúrbios da coagulação
E. não houver sofrimento fetal

    

 

39) Quais dos seguintes indícios podem ser considerados como sinais de risco de abortamento:

I) presença de fluxo interviloso (intraplacentário) prematuro ao doppler colorido antes de 10 semanas na USG
II) o comprimento fetal cabeça-nadega de 17 mm
III) o crescimento do saco gestacional com menos de 3 mm/dia
IV) uma frequência fetal de 78 batimentos por minuto na setima semana de gravidez

São verdadeiras:

A. apenas I, II e III
B. apenas III e IV
C. apenas II e III
D. apenas I, III e IV
E. apenas I e IV

    

 

40) No sindrome de menopausa precoce o tratamento consta em induzir ciclos artificiais, utilizando:

A. estradiol 0,65 mg/dia por 21 dias, junto com medroxiprogesterona 20 mg/dia entre as dias 21-26 do ciclo
B. humegon (150 ui FSH + 150 ui LH) + gonocor 1000 ui - 5000 ui
C. na primeira fase etinil-estradiol 50 mg/dia, 21 dias 6 meses, depois - etinil-estradiol 50 mg (21 dias) seguidos de 10 mg/dia medroxiprogesterona entre as dias 21-25
D. Estrogênios conjugados em associação com Medroxiprogesteron dias 21-28
E. uso de clomifeno 50 mg/dia 5 dias

    

 

 

SAUDE PUBLICA (10 QUESTÕES)

41) O Indicador de Swaroop e Uemura representa:

A. proporção de óbitos de menores de 1 ano em relação ao total de óbitos
B. a proporção de óbitos na faixa etária de 20 a 29 anos
C. cálculos de coeficientes por outras causas específicas ou por capítulos da CID
D. a população estimada para o meio do ano na área aonde esta calculada a proporção
E. a mortalidade proporcional de 50 anos ou mais

    

 

42) Não se trata de uma característica do atual perfil de organização de serviços de saúde no país:

A. Com acentuadas distorções na sua forma de financiamento.
B. Acentuadamente estatizado.
C. Altamente centralizado.
D. Com clara divisão de trabalho entre os setores público e privado.
E. entrada de refêrencia no sistema é predominante hospitalar

    

 

43) Os dados abaixos são de um município brasileiro em 2000:

A Razão de Mortalidade Proporcional deste Município é:

A. muito boa, correspondendo 80%
B. razoável, muito semelhante ao índice nacional
C. ruim, pois está abaixo de 50%
D. muito boa, correspondendo a 45%
E. impossível de calcular

    

 

44) Sobre os estudos ecológicos pode-se afirmar que:

A. as medidas usadas representam a eficácia global das intervenções
B. permite afirmar que a exposição está mais presente naqueles que adquirem a doença
C. ajudam a identificar fatores que merecem uma investigação mais detalhada
D. não permitiria, por exemplo, correlacionar dados sobre mortalidade infantil a nível de cada município com a renda per capita e índice de analfabetismo
E. provavelmente será impossível de formular uma hipótese baseada neste tipo de estudo

    

 

45) Na receita médica, as orientações do profissional para o paciente constituam:

A. o rodapé
B. a inscrição
C. a subscrição
D. a prescrição
E. a adscrição

    

 

46) A gestão dos sistemas de informação epidemiológica é uma das atribuições da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e inclui:

A. a normatização técnica, com definição de instrumentos e fluxos, a consolidação de dados provenientes dos Estados e a retroalimentação dos dados.
B. a definição de planos de vigilância a serem incluídos nos planos de saúde dos estados e municípios e a divulgação dos dados nacionais.
C. a apreciação dos planos de saúde dos Estados nos itens referentes à vigilância em saúde e a emissão de pareceres para o Conselho Nacional de Saúde.
D. a normatização técnica, a construção de sistemas informatizados que possam fornecer informações atualizadas sobre as doenças de notificação compulsória.
E. o dimensionamento de recursos humanos para a viabilização dos sistemas de informação epidemiológica nos Estados e municípios.

    

 

47) São princípios correlacionados ao SUS:

I) Universalidade, pessoalidade e legalidade;
II) Universalidade, igualdade e equidade;
III) Igualdade, legalidade e pessoalidade
IV) Universalidade, pessoalidade e equidade.

São verdadeiras:

A. somente I e correta
B. I e II são incorretas
C. III e incorreta
D. IV e a única incorreta
E. II e incorreta

    

 

48) Um estudo de casos e controles foi realizado para avaliar o uso de um determinado medicamento para esquizofrenia como fator de risco para dislipidemia. Qual dos abaixo seria o grupo controle adequado?

A. esquizofrênicos sem dislipidemia
B. esquizofrênicos que tomaram o mesmo medicamento, mas não ficaram dislipidêmicos
C. esquizofrênicos que não tomaram o mesmo medicamento, e que não são dislipidêmicos
D. esquizofrênicos que tomaram o mesmo medicamento e que ficaram dislipidêmicos
E. esquizofrênicos que não tomaram o mesmo medicamento e que ficaram dislipidêmicos.

    

 

49) São exemplos de doenças profissionais típicas:

A. silicose e úlcera péptica
B. eczema e intoxicação pelo chumbo
C. doenças mentais e hipertensão arterial
D. intoxicação pelo chumbo e silicose
E. varizes dos membros inferiores e intoxicação pelo chumbo

    

 

50) No estudo observacional em que os participantes são recrutados com base na presença ou ausência da exposição a um potencial fator de risco para a doença/evento, o desenho epidemiológico utilizado é:

A. coorte
B. ensaio clínico
C. caso-controle
D. coorte transversal
E. estudo experimental

    

 

 

SAIR