MONITOR DE QUESTÕES

VERIFIQUE RAPIDO SEUS CONHECIMENTOS!

 

VOLTAR

SAIR

Conteudo programatico: ANEMIAS

4977. Uma anemia hipocrômica microcítica observa-se:

A. nas anemias hemolíticas
B. nas anemias sideroblásticas primárias
C. no hipotiroidismo
D. na beta-talassémia
E. na artrite reumatóide

Conteudo programatico: ANEMIAS

4976. No tratamento da anemia por déficit de ferro:

A. o ácido fólico também deve ser dado se a anemia for severa
B. o tratamento deve ser interrompido logo que a hemoglobina se normaliza
C. a hemoglobina deve aumentar de 1g/l/dia
D. a contagem reticulocitária máxima observa-se geralmente entre o 7º e o 10º dia
E. a administração de ferro parenteral é mais eficaz que o ferro oral

Conteudo programatico: ANEMIAS

4975. Os achados no sangue periférico na deficiência de ferro incluem:

A. microcitose precedendo o aparecimento de hipocromia
B. ovalocitose e eliptocitose
C. o VCM é geralmente < a 50% do normal
D. numerosas células em alvo e corpos de Howell-Jolly
E. hipersegmentação dos neutrófilos e trombocitose

Conteudo programatico: ANEMIAS

4974. Sobre a dinâmica do ferro:

A. o conteúdo sanguíneo total é de cerca 500 mg
B. as perdas num homem adulto são de cerca de 3 mg/dia
C. o conteúdo corporal é de cerca de 5 g
D. está normalmente armazenado nos hepatócitos sob forma de hemossiderina
E. a dieta do adulto contém cerca de 10-15 mg/dia

Conteudo programatico: ANEMIAS

4973. As seguintes afirmações sobre a morfologia dos eritrócitos são verdadeiras:

A. a hipocromia é patognomônica de deficiência de ferro
B. a policromasia indica uma proliferação ativa de novos eritrócitos
C. a poiquilocitose está invariavelmente associada a uma anisocitose
D. um ponteado basófilo é característico de uma beta-talassémia
E. as hemácias em alvo estão associadas ao hipoesplenismo e à doença hepática

Conteudo programatico: COAGULOPATIAS

4972. Plaquetas (trombócitos):

A. têm uma semivida de cerca de 10 horas nos indivíduos saudáveis
B. são produzidas e reguladas por tromboxano A2
C. contêm resíduos nucleares chamados de corpos de Howell-Jolly
D. diminuem em número em resposta ao tratamento com aspirina
E. libertam serotonina e tromboxanos

Conteudo programatico: ANEMIAS

4971. Em relação ao ferro:

A. A quantidade total de ferro corporal é de cerca de 10 g
B. A hemoglobina contém cerca de 15 a 30% do ferro corporal e o baço o restante
C. A ferritina é uma combinação de ferro e apoferritina
D. A absorção do ferro faz-se essencialmente no íleon
E. O ferro na hemoglobina está na sua forma oxidada

Conteudo programatico: LEUCEMIAS

4970. Eritropoiese e eritrócitos:

A. A hipóxia é o único estímulo para a produção de eritropoietina
B. Cada molécula de hemoglobina é constituída por 2 cadeias alfa, 2 cadeias beta, e 2 hemes e 2 átomos de ferro
C. O peso molecular da hemoglobina é de cerca de 84.500
D. A globina da hemoglobina A do adulto é constituída por 2 cadeias alfa e 2 cadeias beta
E. A fisiopatologia da eritrocitose e da policitémia vera são semelhantes

Conteudo programatico: LEUCEMIAS

4969. Os granulócitos neutrófilos maduros:

A. constituem no indivíduo saudável > de 50% dos glóbulos brancos do sangue periférico
B. permanecem em circulação menos de 12 horas
C. nas infecções exibem um aumento da segmentação nuclear
D. derivam de uma “stem cell” diferente da do monócito
E. produzem a transcobalamina III (proteína que se liga à B12)

Conteudo programatico: ANEMIAS

4968. Em relação à hemoglobina:

A. a HbF é composta por 2 cadeias alfa e 2 cadeias delta
B. A HbA2 é composta por 2 cadeias alfa e 2 cadeias gama
C. A Hb tem 4 anéis porfirínicos contendo cada um 1 átomo de ferro
D. A Hb é um importante tampão do ácido carbônico
E. a ligação com o oxigénio é aumentada pelo 2-3-difosfoglicerato

QUESTÕES DOS COLABORADORES

Conteudo programatico:  CANCER DE OVARIO

AUTOR:           GUILLERMO

5046: PACIENTE DE 52 ANOS FOI DIAGNOSTICADA DE CARCINOMA DE OVARIO SEROSO , INOPERAVEL PELA EXTENÇÃO ABDOMINAL MACIÇA. 
A CONDUTA MAIS ADEQÜADA É:  
                                            A) CUIDADOS PALIATIVOS
                                            B) RADIOTERAPIA ABDOMINAL
                                            C) QUIMIOTERAPIA
                                            D) PROGESTÁGENOS
                                            E) ANTIESTRÓGENOS 

Conteudo programatico:  HANSENIASE

AUTOR:           DANIEL

5044:

Paciente do sexo masculino, 43 anos, apresenta quadro de infiltrações nas orelhas externas, madarose, ressecamento da pele e dos membros, dor articular, espessamento no nervo ulnar  e astenia. Mitsuda negativo. A classificação e a forma de tratamento desse hanseníase estão corretamente associadas na seguinte opção de resposta:

a) poliquimioterapia multibacilar ------- forma virchowiana.
b) poliquimioterapia paucibacilar ------- forma dimorfa.
c) poliquimioterapia paucibacilar ------- forma virchowiana.
d) poliquimioterapia multibacilar ------- forma dimorfa.
e) poliquimioterapia multibacilar ------- forma tuberculoide.

Conteudo programatico:  HANSENIASE

AUTOR:           DANIEL

5043:

Paciente do sexo masculino apresenta lesões de pele sugestivas de hanseníase multibacilar (MB). Em nenhum dos comunicantes intradomiciliares foi diagnosticada hanseníase. A alternativa que melhor corresponde à medida profilática adequada para os comunicantes é:

a) observação dos comunicantes, sem nenhuma medida adicional.
b) quimioprofilaxia com rifampicina por dois dias.
c) quimioprofilaxia com dapsona por 6 meses.
d) vacinação com BCG para os comunicantes menores de 5 anos.
e) vacinação com BCG para todos os comunicantes.

Conteudo programatico:  HANSENIASE

AUTOR:           DANIEL

5042:

Você recebe em seu consultório uma mulher de 30 anos, residente em Fortaleza-CE, no 4° mês de tratamento de Hanseníase Virchowiana, que desenvolveu nódulos eritematosos, dolorosos no tronco, face e membros superiores há 3 dias. A melhor conduta é:

a) suspender o tratamento, pois trata-se de reação alérgica à clofazimina.
b) suspender apenas a dapsona e iniciar terapia com anti-histamínicos.
c) suspender o tratamento e inicar terapia com talidomida, de 100 a 400 mg/dia, até a resolução do quadro e, então, reiniciar o tratamento específico.
d) manter o tratamento e iniciar predinosa, de 1 a 2 mg/kg/dia.
e) manter o tramento e iniciar terapia com talidomida nas doses recomendadas.

Conteudo programatico:  HANSENIASE

AUTOR:           DANIEL

5041:

Considere o seguinte quadro:
Paciente, apresenta lesões eritemato-infiltradas, anestésicas, duas em face e três no tronco. O teste de Mitsuda foi positivo 28 dias após a injeção intradérmica. Clinicamente, considerou-se o diagnóstico de Hanseníase.
Em relação a esse caso, assinale a alternativa INCORRETA:

a) A forma tuberculóide apresenta placas bem delimitadas com raros bacilos.
b) As formas boderline/dimorfa apresentam distribuição assimétrica das lesões cutâneas e dos nervos envolvidos.
c) A forma virchowiana/lepromatosa acomete difusamente a pele, tendo se infiltrado com histiócitos espumosos ricos em bacilos.
d) Pacientes paucibacilares são geralmente Mitsuda positivos.
e) Eritema Nodoso Hansênico é uma reação comum aos paciente de hanseníase quando iniciam o tratamento, independente da sua forma clínica. 

Conteudo programatico:  A. I. D. S.

AUTOR:           DANIEL

5040: O uso profilático de AZT injetável no pré-parto, segundo ACTG 076, reduz a transmissão vertical em:

a) 10%
b) 17%
c) 25%
d) 67%
e) 85%

Conteudo programatico:  A. I. D. S.

AUTOR:           DANIEL

5039: Em relação à transmissão vertical do HIV, é correto afirmar:

a) A cesariana eletiva reduz pela metade a transmissão vertical do HIV, quando comparada com a cesariana realizada depois do inicio do trabalho de parto.
b) O aleitamento materno não é contra-indicado se a contagem de linfócitos T-CD4 for maior que 500 células/mm3.
c) Com carga viral abaixo de 10.000 cópias/ml, a via de parto será indicada por critérios obstétricos.
d) O uso de zidovudina intravenosa deve ser iniciado uma hora antes do parto.
e) A episiotomia não tem relação com o risco de transmissão vertical do HIV.

Conteudo programatico:  A. I. D. S.

AUTOR:           DANIEL

5038: Gestante, 26 anos de idade, G2P0A1, 34 semanas de idade gestacional, foi encaminhada da Unidade Básica de Saúde com diagnóstico comprovado de infecção com o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), assintomática.
Sobre a utilização de anti-retrovirais para esta paciente, qual a alternativa CORRETA:

a) aguardar o resultado da carga viral para definir qual esquema anti-retroviral será utilizado.
b) Iniciar com inibidores da transcriptase reversa (zidovudina + lamivudina) e inibidor de protease (nelfinavir).
c) Iniciar com inibidores da transcriptase reversa ( zidovudina + efavirenz) e inibidor de protease (nelfinavir).
d) Iniciar com zidovudina e aguardar o resultado da carga viral para ajuste da dose.
e) Nenhum anti-retroviral, pois devemos interromper imediatamente a gravidez para diminuir o risco de transmissão vertical do HIV.

Conteudo programatico:  A. I. D. S.

AUTOR:           DANIEL

5037: Gestante no curso da 10a semana apresenta quadro clínico de AIDS com tuberculose pulmonar. A contagem de linfócitos T-CD4 é de 400 células/ml e se pretende usar a rifampicina para o tratamento da tuberculose. A melhor opção para o tratamento da AIDS, neste caso, é:

a) Monoterapia de imediato com zidovudina (AZT).
b) Terapia dupla (zidovudina + lamivudina).
c) Terapia tripla (zidovudina + lamivudina + nelfinavir).
d) Terapia tripla (zidovudina + lamivudina + abacavir).
e) Terapia tripla (zidovudina + lamivudina + hidroxiuréia).

Conteudo programatico:  A. I. D. S.

AUTOR:           DANIEL

5036: Em relação ao manejo de paciente gestante HIV positivo, são recomendações do Ministério da Saúde, EXCETO:

a) O uso de profilaxia com anti-retrovirais deve ser iniciado a partir da 14a semana de gestação e continuar durante o trabalho de parto e parto até o clampeamento do cordão.
b) Em relação aos critérios de escolha da via de parto, recomenda-se o parto por operação cesariana eletiva se a paciente apresentar carga viral inferior a 1.000 cópias/ml ou indetectável ou estiver com idade gestacional maior ou igual a 34 semanas.
c) No parto vaginal, a episiotomia deve ser evitada sempre que possível e deve-se manter a bolsa íntegra até o período expulsivo.
d) Não há necessidade de se isolar a mulher HIV positivo.
e) Realizar o clampeamento do cordão imediatamente após a saída do recém-nascido.

 

VOLTAR
SAIR