SAIR



CONTEUDO PROGRAMATICO GINECOLOGIA

(CLICA EM CIMA DO ASSUNTO PARA VER O CAPITULO)

  1. Amniorrexe Prematura: Conceito e Incidência. Fatores Predisponentes. Fatores Determinantes. Diagnóstico Diferencial. Diagnóstico. Conduta Propedêutica, Laboratorial, Propedêutica fetal. Conduta Obstétrica. Aceleração da maturidade Pulmonar Fetal.

  2. Fisiologia da Contração Uterina: O Músculo Uterino, propriedades do músculo uterino. Fatores que Influenciam a contração uterina. Mecanismos. A atividade uterina na Gestação. A atividade uterina no Trabalho de Parto e Puerpério Repercussões da Contração uterina: Maternas; Fetais; Correlação Clínica (percepção á palpação, percepção a Dor. palpação de partes fetais). Drogas que Estimulam ou Bloqueiam a Contração.

  3. Crescimento Intra – Uterino Retardado: Conceito (Curva de Crescimento Fetal), incidência e importância clínica. Classificação, etiologia. Fatores fetais, maternos, ambientais. Doenças Maternas. Fatores Placentários. Conduta Propedêutica (avaliação da vitalidade fetal; avaliação da maturidade; conduta obstétrica: via de parto, cuidado no parto, aceleração da maturidade pulmonar).

  4. Ética Médica em Ginecologia e Obstetrícia: O segredo médico. Código Penal. Código de Ética Médica. Aborto legal. Aborto Terapêutico. Aborto sentimental. Procedimentos Legais. Esterilização. Reprodução Assistida (doação de gametas ou embriões, conservações dos embriões, limite de transferência de embriões). AIDS e Ética Médica.

  5. Gestação Múltipla: Conceito e incidência. Classificação. Fatores Predisponentes. Tipos de placentas e cavidades ammióticas. Patologia da gestação múltipla. Assimetria hemodinâmica. Gemelidade imperfeita. Conduta no pré-natal. Conduta no trabalho de parto. O parto múltiplo (via de parto, conduta após nascimento do primeiro feto; intervalo Interpartal; manobras no parto do segundo feto; cuidado no puerpério)

  6. Distocias Feto- Anexiais: Apresentações anômalas. Cefálicas defletidas: bregma, fronte e face. Não cefálicas: apresentação córmica e apresentação pélvica. Diagnóstico e conduta obstétrica. Macrossomias: gerais e localizadas. Distocias Anexiais: procedência de cordão; prolapso de cordão; manobra e conduta obstétrica. · Distocias do Útero e do Trajeto: distocias do útero. Discinesias quantitativas: hipossistolia, bradissistolia, hipotonia, hipersistolia, taquisistolia e hipertonia. Discinesias qualitativas: incoordenações e inversão de gradiente. Distocias do Trajeto: trajeto duro; diâmetros reduzidos, vícios pélvicos e doenças sistêmicas. Trajeto mole: colo, vagina, vulva e tumores prévios.

  7. Abortamento: Definição. Conceito. Incidência. Etiologia. Formas clinicas epidemiológicas. Tratamento.

  8. Prenhez Ectópica: Definição. Incidência. Etiologia. Quadro clínico e diagnóstico. Tratamento.

  9. Climatério: Introdução. Definição. Fatores que influenciam a idade da menopausa. Mudanças e evolução endrocrinológica. Mecanismo de redução folicular. Fatores reguladores de libertação de gonadotrofinas. Mudanças nos tecidos efetores. Aspectos clínicos no climatério. Tratamento. Conclusão.

  10. Tumores Benignos da Mama: Revisão da anatomia, embriologia, fisiologia. Classificação. Fibroadenoma, adenoma, papiloma intracanalicular e lipoma. Definição, diagnóstico diferencial e tratamento. Alterações funcionais benignas das mamas: Definição. Sinonímia. Freqüência. Relação com o câncer de mama. Etiopatogenia. Anatomia patológica e diagnóstico. Tratamento clinico e cirúrgico.

  11. Incontinência Uretral: Conceito. Sinonímia. Aspectos Anatômicos. Fisiopatologia da Micção. Etiopatogenia. Diagnóstico: clínico e complementar. Diagnóstico diferencial. Classificação. Tratamento: cirúrgico e farmacológico.

  12. Distopias Genitais: Prolápso vaginal: anterior e posterior. Prolápso uterino: estática uterina e classificação. Retroversão uterina; inversão crônica do útero. Prolápso de cúpula vaginal após histerectomias. Alongamento hipertrófico de colo. Etiopatogenia. Fatores predisponentes: constitucional (genético), traumáticos, excessiva profundidade do fundo de saco de Douglas, hormonal, neurológico e pressão intra-abdominal aumentada. Diagnóstico clínico. Diagnóstico diferencial. Conduta cirúrgica.

  13. Fístulas: Conceito. Classificação. Etiologia. Diagnóstico: clínico, contraste vesical, injeção de corante, cistoscopia, urografia excretora, colonoscopia e Raio X contrastado. Tratamento cirúrgico: via alta ou baixa.

  14. Neoplasia Trofoblástica Gestacional - N. T. G. Introdução. Conceito. Epidemiologia. Etiopatogenia. Formas Clínicas. Diagnóstico. Estadiamento de Lews. Diagnóstico Diferencial. Fatores Prognósticos ou de Risco. Conduta/seguimento.

  15. Trajeto do Parto e Relações Útero-Fetais: Introdução. Conceito. Trajeto duro: constituição óssea, bacia falsa e bacia verdadeira (escavação ou pélvis). Trajeto mole: Constituição anatômica, Estreitamentos e Musculatura. Relações útero fetais: atitude, apresentação (ipos e incidência), situação, posição, variedade de posição e nomenclatura obstétrica.

  16. Mecanismo do Parto: Introdução. Conceito. Fases mecânicas do parto. Insinuação ou encaixamento: definição, mecanismo, tipos e características morfológicas da bacia. Descida. Rotação Interna e fisiologia. Desprendimento. Rotação externa ou restituição. Despreendimento das espáduas. Objetivo e finalidade.

  17. Trabalho de Parto Prematuro: Conceito. Incidência. Epidemiologia. Fatores de risco maternos. Fatores Iatrogênicos. Profilaxia. Tratamento: assistência pré-natal, inibição do parto prematuro e condução do parto prematuro. Assistência imediata ao RN prematuro.

  18. Sofrimento Fetal Agudo: Conceito. Fisiopatologia: insuficiência uteroplacentária aguda e insuficiência fetoplacentária aguda. Mecanismos defensivos fetais. Etiologia. Diagnóstico: Clínico e Provas Biofísicas. Prognóstico. Conduta. Profilaxia.

  19. Gestação Prolongada: Conceito. Gravidez Prolongada Fisiológica. Gravidez Prolongada Patológica. Etiologia. Quadro Clínico. Exames de Avaliação Fetal. Prognóstico. Tratamento.

  20. Cardiotocografia Anteparto: Conceito, Indicação. Alterações Basais: FCF Basal e Oscilações. Alterações Transitórias: Acelerações e DIPS ou Desacelerações. Classificação. Significado Clínico dos Padrões da FCF. Vantagens e desvantagens.

  21. Perfil Biofísico Fetal: Conceito. Indicação. Variáveis Agudas e Variáveis Crônicas. Classificação. Vantagens e desvantagens. Perfil Biofísico Fetal Simplificado.

  22. Estudo Doppler em Ginecologia e Obstetrícia: Princípios Básicos: Efeito Doppler, Doppler contínuo, Doppler pulsátil, Doppler Colorido e Índices Doppler. Obstetrícia: Circulação útero-placentária, Circulação feto-placentária e Circulação Cerebral. Ginecologia: Circulação uterina normal, Circulação ovariana normal, Correlação Endocrinológicas e Estudos Doppler nas Neoplasias.

  23. Puerpério Normal e Patológico: Puerpério Normal: Conceito, Duração, Classificação e Fenômenos Involutivos (Locais e Gerais). Puerpério Patológico: Conceito, Patologia Puerperal Genital e Patologia Puerperal Extra genital

  24. Morfogênese e Morfologia da Placenta. Introdução: Importância do Estudo da Placentogênese. Organogênese da placenta. Circulação Placentária: Circulação uteroplacentária e Circulação Fetoplacentária. Morfologia da Placenta: Forma, Aspecto, Peso e Topografia.

  25. Colposcopia: Unidade de Colposcopia (Instrumental). Técnica Colposcopia: Coleta de material para a Colpocitologia Oncológica, Uso do Ácido Acético, Teste de Schiller e Teste de azul de toluidina. Achados Colposcópicos: Zona de transformação normal, Zona de transformação atípica, Processos inflamatórios, Pólipos e Colposcopia insatisfatória. Biópsias de colo uterino.

  26. Doença Hemolítica Perinatal: Introdução: Histórico da Isoimunização Rh.Caracterização dos Grupos sangüíneos. Freqüência e Incidência. Etiopatogenenia. Diagnóstico. Acompanhamento de Gestante Rh Negativo não Isoimunizada. Acompanhamento de Gestante Rh Negativo Isoimunizada. Tratamento: Transfusão Intra-Uterina e Parto Prematuro Terapêutico. Profilaxia.

  27. Fisiologia e patologia da lactação: Introdução: Unidade morfo-funcional da Mama. Crescimento e desenvolvimento da Mama. Complexo Hormonal da Lactação. Perfil da Prolactinemia no ciclo grávido-puerperal: fator inibidor da prolactina (PIF). Fases do processo de Lactação. Efeito Contraceptivo da Lactação: Métodos Anticoncepcionais e Lactação. Métodos de Inibição da Lactação. Patologias da Lactação. Caracterização clínica. Tratamento.

  28. Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia. Introdução: Importância e Princípios Físicos do Ultra-som. Ultra-som em Obstetrícia: Idade Gestacional pelo Ultra-Som, Diagnóstico de abortamento, Retardo de crescimento Intra-Uterino, Graus de Maturidade Placentária, Avaliação Semi-Quantitativa do Volume de Líquido Amniótico, Aplicação na Placenta Prévia, no Deslocamento Prematuro de Placenta e na Gravidez Ectópica. Ultra – Som em Ginecologia: Patologia Uterina e Avaliação Ovariana.

  29. Fases Clínicas e Assistência ao Parto: Considerações: Fases Clínica do Parto/Diagnóstico. Dilatação ou Primeiro Período: Mecanismo/Gráfico de Freedmam. Expulsão ou Segundo Período: Diagnóstico Clínico. Secundamento ou terceiro Período: Mecanismo de Deslocamento/Tipos. Greemberg ou quarto Período: Conceito/Fases. Assistência e conduta nos Diversos Período do Parto.

  30. Tumores Benigno do Colo Uterino: Anatomia. Classificação: Benignos e Lesões Precursoras do CA (Neoplasia Intraepitelial do Colo Uterino). Tumores Benignos:Conceito, Etiologia, Macroscopia, Quadro Clínico, Diagnóstico e Tratamento. Neoplasia Intraepitelial do Colo uterino: Conceito, Etiopatogenia, Fatores de Risco (Agentes e Perfil da Mulher de alto risco), Quadro Clínico, Diagnóstico,Terapêutica, Seguimento e Profilaxia.

  31. Tumores Benignos do Corpo Uterino: Classificação: Pólipos Endometriais, Mioma Uterino e Hiperplasia Endometrial. Pólipos Endometriais: Conceito, Macroscopia, Quadro Clínico, Diagnóstico e Tratamento.· Mioma Uterino: Conceitos, Incidência, Etiopatogenia, Classificação, macroscopia, alterações secundarias nos miomas, quadro clínico (manifestações clínicas gerais e locais, sinais de transformação sarcomatosa), diagnóstico e tratamento/condutas.· Hiperplasia Endometrial: Conceito, classificação, etiologia, quadro clínico, diagnóstico, terapêutica e seguimento.

  32. Placenta Prévia: Conceito. Incidência. Classificação: Placenta Prévia Total, Placenta Prévia Parcial, Placenta Prévia Marginal e Placenta Prévia Lateral. Etiopatogenia. Quadro Clínico. Diagnóstico. Diagnóstico Diferencial: DPP, Rotura Uterina, Rotura do Seio Marginal, Rotura de Vasa Prévia, Placenta Circunvalada e Varizes Genitais. Conduta. Prognóstico.

  33. Descolamento Prematuro da Placenta – DPP: Conceito. Incidência. Etiopatogenia: Hipertensão, Fator Mecânico, Fator Placentário, Multiparidade e Idade. Quadro Clínico. Diagnóstico. Diagnóstico Diferencial: Placenta Prévia, Rotura Uterina e Rotura do Seio Marginal. Tratamento. Prognóstico. Complicações Tardias.

  34. Planejamento Familiar: Conceito. Métodos Comportamentais e / ou Naturais. – Conceito. Considerações sobre a sexualidade. Mecanismo de Ação. Modo de Utilização. Eficácia. Complicações e Efeitos Colaterais. Métodos de Barreiras: Conceito. Mecanismo de Ação. Técnica de Uso de Cada Tipo. Orientações. Índices de Eficácia. Anticoncepção Hormonal Oral: Definição e Histórico. Farmacologia e Farmacodinâmica. Classificação e Eficácia. Influência sobre os órgãos e sistemas. Seleção dos pacientes e indicações. Outras Indicações terapêuticas. Seleção da droga, modo de uso, posologia e seguimento. Contra indicação. Anticoncepção emergencial. Efeitos colaterais. Anticoncepção Hormonal Injetável Mensal, Trimestral e Implantes. Formas de apresentação e tipos de progestágenos. Níveis séricos de atuação. Farmacologia e modo de ação. Doses e eficácias. Indicação e contra – indicação. Vantagens e desvantagens. Técnica de inserção e extração dos implantes. Dispositivo Intra – Uterino: Definição. Históricos e modelos. Classificação e eficácia. - Indicação e contra – indicação. - Modo de uso e técnica de inserção e remoção. Complicações e relação DIU e Gravidez.

  35. Esterilização Feminina e Masculina: Diferentes Técnica de Acesso. Eficácia. Complicações. Resoluções e Reversibilidade.

  36. Semiologia Obstétrica: Introdução. Dados Gerais. Anamnese Geral; Anamnese Obstétrica: Antecedentes ginecológicos e Antecedentes obstétricos. Sinais Subjetivos e objetivos. Exame Físico. Diagnóstico Clínico de Gravidez. Diagnóstico Laboratorial de Gravidez.

  37. Endometriose: Conceito. Histórico. Causa de Endometriose. Relações Endometriose/Esterilidade. Diagnóstico. Classificação. Tratamento: Clínico e Cirúrgico. Prevenção da Esterilidade.

  38. Assistência Pré–natal: Finalidade. Freqüência das consultas. Classificações das gestações. Conduta: na primeira consulta e nas consultas subseqüentes. Exames de Rotina na primeira consulta. Alterações do organismo materno. Distúrbios da gravidez. Infecção e Infestações na Gravidez. Nutrição e ganho Ponderal na Gravidez. Orientações Gerais.

  39. Fisiologia do Ciclo Menstrual: Conceito: Menstruação, ciclo menstrual e menarca. Hipotálamo. Hipófise. Ação esteróides ovarianos / eixo hipotálamo-hipófise. Fases do ciclo menstrual. Fases folicular. Fases ovulatória. Fase Lútea. Ações esteróides ovarianos sistema canalicular. Dismenorréia. Conceito, incidência, aspectos sócioeconômicos e classificação. Dismenorreia Primária. Conceito, Etiopatogenia, Aspectos Clínicos, Diagnóstico e Tratamento (Medidas Gerais, Hormonioterapia, Inibidores prostaglandina sintetase, Cirurgia e Outros). Dismenorréia Secundária. Conceito, Etiopatogenia, Aspectos Clínicos, Diagnóstico e Tratamento. Distúrbios do Ciclo Menstrual. Fisiologia menstrual revista. Fatores Responsáveis pelo início do sangramento menstrual. Fatores responsáveis pela autolimitação do sangramento menstrual. Desvios menstruais: Alterações na duração da menstruação(Hipermenorréia e hipomenorréia). Alterações do volume da menstruação (Oligomenorreia). Alterações do intervalo do ciclo menstrual (Praiomenorreia, Polimenorreia, Prolongamento intervalo ciclo menstrual, Opsomenorreia e Espaniomenorreia). Outras Alterações do ciclo menstrual (Metrorragia, Menostáse e Amenorréia).

  40. Fisiologia e Patologia da Puberdade: Conceito. Controle do início da puberdade. Eixo hipotálamo-hipófise-gonadal da vida fetal à puberdade, Gonadotrofinas e GnRH. Mecanismo do início da puberdade. Controle dos androgênios adrenais. Adrenarca. Desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários. Puberdade retardada. Conceito. Início homem. Início mulher. Etiologia. Controle. Hipogonadismo hipogonadotrófico sem retardo adrenarca. Hipogonadismo hipergonadotrófico. Diagnóstico: Clínico, Radiológico, Hormônios basais, Testes dinâmicos e Dados Antropométricos. Tratamento clínico, cirúrgico. Puberdade Precoce. Conceito. No homem. Na mulher. Fisiopatologia. Etiopatologia. Aspectos clínicos. Diagnóstico: Clínico e complementar. Tratamento: clínico e cirúrgico.

  41. Esterilidade Conjugal: Conceito esterilidade. Conceito infertilidade. Incidência. Conceito de fecundidade. Conceito de fertilidade. Requisitos para a fertilidade. Fator masculino (Incidência). Fator feminino (Incidência): Fator vaginal, Fator Cervical, Fator corporal, Fator tubário, Fator peritonial, Fator ovariano, Fator imunológico e Fator psíquico.

  42. Diferenciação Sexual Normal e Anormal: Fertilização. Conceito de sexo. Conceito de estados intersexuais. Diferenciação sexual normal. Desenvolvimento gonadal. Desenvolvimentos dos genitais internos. Desenvolvimentos dos genitais externos
    Diferenciação sexual anormal. Síndrome com gônadas em fita ou disgenética. Pseudo-hermafroditismo masculino. Pseudo-hermafroditismo feminino. Hemafroditismo verdadeiro. Outras formas de diferenciação sexual anormal. Princípios norteadores da conduta.

  43. Tumores do Ovário: Conceito. Incidência. Fatores de Risco: Antecedente familiar, Anomalias cromossômicas, Oncogênese, Agentes químicos, físicos e biológicos. Diagnóstico: Clínico e Laboratorial. Classificação: Tumores de Células Epiteliais,Tumores de Células Germinativas e Tumores do cordão sexuais (do Mesênquima ativo e do Mesênquima inativo). Gonadoblastomas. Tumores não específicos do ovário. Inclassificáveis. etastático (Krukenberg). Estadiamento. Tratamento Cirúrgico, Quimioterapia e Radiologia. Seguimento.

  44. Tocurgia: Conceito. Posições. Classificações dos atos Tocúrgicos. Operação préoperatória materna. Operação pré-operatória sobre o feto e seus anexos. Atos Tocúrgicos transpélvicos. Atos Tocúrgicos por via abdominal. Tocurgia no secundamento e no puerpério. Cesárea. Parto Normal. Fórceps. Versão e Extração podal. Operação Mutiladora do feto e do trajeto. Esterilização Cirúrgica. Vácuo Extrator. Punção Craniana hidrocefalia. Curetagem. Microcesaria.

  45. Macrossomia fetal

 

1. DE LUCA, L.A. Ginecologia: Semiologia clínica e laboratorial. São Paulo: Savier
2. DELASCIO, D. Obstetrícia, ginecologia e neonatologia: são Paulo: Savier
3. HALBE, H.W. Tratado de ginecologia. São Paulo: Roca
4. REZENDE, J. Obstetrícia, Rio de Janeiro: Guanabara Koogan
5. STRASBURGER, V.C. Ginecologia básica da adolescente: São Paulo: Ed. Santos

SAIR