CASO CLINICO IV
Mulher solteira, nuligesta e nulipara, idade 29 anos, raça branca, esta em procura de auxilio para escolher um contraceptivo adequado. Fala que usou varias vezes o capuz cervical, mais que o ginecologista dela indicou para não usar mais, pelo menos um tempo. Queria, se fosse possivel, “tomar comprimidos”, já que falou sobre isso com as amigas dela e achou um metodo mais facil. Contudo, fala que aceitaria qualquer metodo desde que seja eficaz. Ela e fumante e toma fenitoina, sofrendo de atacos epilepticos de 3 em 3 meses, aproximadamente. Apresenta PA=150/95 mm Hg no momento da consulta.
O capuz cervical deve ser usado só por mulheres cujo resultado do exame de Papanicolau foi normal. Sendo que este conselho foi dado pelo ginecologista, provavelmente que o ultimo teste apresentou modificações que teriam determinado um tal decisão. Cada mulher tem que fazer, pelo menos de tres em tres meses um acompanhamento ginecologico, se usarem o capuz.
DIANE 35 e um contraceptivo oral combinado, e a paciente vem apresentar duas contraindicações absolutas para o uso de COC, sendo elas: o tratamento cronico com fenitoina (ela pode diminuir a eficacia do COC), e, tambem, no momento da consulta apresentou pressão sistolica e diastolica acima dos valores permitidos. A paciente tem 29 anos, então o fato de ela seja fumante não e um motivo para contraindicar o contraceptivo, porem, por causa das primeiros dois motivos, a resposta vai ser NÃO, tanto por DIANE quanto por qualquer outro contraceptivo oral combinado.
Antibióticos que diminuem o efeito da pílula:
ácido clavulânico
amoxicilina
ampicilina
ciclacilina
cloranfenicol
dapsona
doxicilina
eritromicina*
minocilina
oxacilina
oxitetraciclina
penicilina G e V
rifampicina
tetraciclina


Medicamento perigoso: Eritromicina. Este medicamento pode causar perda de eficácia da pílula.

Antiepiléticos e Anticonvulsivantes que diminuem o efeito da pílula:
carbamazepina
difenil-hidantoina
fenitoina
fenobarbital
oxcarbazepina
primidona
topiramato

Outros medicamentos que podem diminuir a ação das pílulas:
griseofulvina
guanetidina
metronidazol
nelfinavir
óleo mineral
ritonavir
Pílula de Progestogênio ou Minipílula - por causa da tratamento com fenitoina
Anticoncepcional Oral com média dose de Progestogênio - por causa da tratamento com fenitoina
O implante com levonorgestrel - por causa da tratamento com fenitoina
O preservativo masculino
A diafragma

O contraceptivo injetavel mensal:
Mesigyna
Cyclofemina
Perlutan
Ciclovular
Unociclo

O contraceptivo injetavel trimestrial:
Depo-Provera
Tricilon

A contracepção de emergencia (Postinor) mas não para longo prazo !!!!
O dispositivo intrauterino
Muito eficaz;
Não modifica a libido ou o prazer;
Pode ser usado por qualquer grupo etário, mas não se recomenda seu uso antes de 16 anos de idade;
Não parece afetar a quantidade e a qualidade do leite materno;
Pode ser usado por lactantes após seis semanas do parto;
Não provoca os efeitos colaterais nem aumenta o risco de complicações relacionadas ao uso do estrogênio;
Diminui a incidência de:
           a)gravidez ectópica;
           b)câncer de endométrio;
           c)doença inflamatória pélvica;
           d)mioma uterino;
Pode ajudar a prevenir câncer de ovário;
Para algumas mulheres: pode ajudar a prevenir anemia ferropriva, a freqüência de crises convulsivas em portadoras de epilepsia, e a dor e freqüência de crises falciformes.
Ajuda a reduzir os sintomas de endometriose.