m  i  s  o  d  o  r


        SITE PREPARATORIO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA, REVALIDA, CONCURSOS PUBLICOS E PROVAS DE TITULO

usuario: senha:


NÃO SOU CADASTRADO
                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO



1052 USUARIOS INSCRITOS

211 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

719 RECADOS DOS VISITANTES


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
6238 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1449 DE CLINICA, 2689 DE PEDIATRIA, 1260 DE CIRURGIA, 201 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 361 DE SAUDE PUBLICA
103 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 138 CASOS CLINICOS

"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

Pos.    Nickname Pontuação Media Nr. provas
1.    KATY 581.90 2.520 21
2.    MO 482.00 9.181 21
3.    TARGIGNIS 424.30 6.573 11

SITES RECOMENDADOS:

 

CONFIRA ALGUNS EXEMPLOS, ESCOLHIDOS PELO SISTEMA ALEATÓRIO:

OBJETIVA: (252323 votos)..........99.02% das questões objetivas receberam votos.
Pré-escolar de 3 anos apresenta tosse e corrimento nasal. A tosse piora quando a criança se deita e secreção nasal é coloração amarelada. Ao exame físico demonstra uma mucosa nasal eritematosa e foi vista uma secreção mucopurulenta na nasofaringe posterior (sinal da vela).
O tratamento mais apropriado é:
A. cefalexina
B. trimetoprim-sulfametoxazol
C. amoxicilina
D. eritromicina
E. penicilina V oral

  RATING: 3.18

Pré-escolar de 3 anos apresenta tosse e corrimento nasal. A tosse piora quando a criança se deita e secreção nasal é coloração amarelada. Ao exame físico demonstra uma mucosa nasal eritematosa e foi vista uma secreção mucopurulenta na nasofaringe posterior (sinal da vela).
O tratamento mais apropriado é:

A. cefalexina
INCORRETO: veja a resposta da alternativa C
B. trimetoprim-sulfametoxazol
INCORRETO : veja a resposta da alternativa C
C. amoxicilina
CORRETO : A escolha do antibiótico neste caso deve levar em consideração a faixa etária do paciente e os patógenos mais prevalentes nesta faixa etária. Os patógenos mais comuns são Streptococcus pneumoniae, Moraxella catarrhalis, Haemophilus. O tratamento inicial consiste na administração de antibióticos direcionados aos patógenos mais comuns, dessa forma a Amoxicilina é uma escolha bastante apropriada (50 mg/kg/dia de 8 em 8 horas por um período de 10 a 14 dias) para a maioria dos casos de sinusite bacteriana aguda não complicada. Para os paciente alérgicos deve-se usar claritromicina, cefpodoxima ou azitromicina. No entanto, ao se tratar criança com fator de risco (isto é tratamento antibiótico entre e 3 meses antes da infecção e ou idade inferior a dois anos) e para as crianças que não respondem ao tratamento inicial de sinusite, pode-se pensar em outras agentes etiológicos como o H. influenzae ou M. catarrhalis este antibiótico não produz os efeitos desejados devendo-se optar por outro antibiótico como a Amoxicilina associada ao Acido Clavulânico, macrolídios ou ainda Cefalosporinas de segunda ou terceira geração (Azitromicina, Claritromicina, Cefuroxima etc.). O mesmo devendo ser feito nos casos em que ouve falha terapêutica com o uso de Amoxicilina podendo utilizar doses elevadas de amoxacilina–clavulanato (80-90 mg/Kg/dia de amoxacilina e 6,5 mg/Kg/dia de clavulanato) deve ser iniciado.
D. eritromicina
INCORRETO : Não se usa eritromicina para sinusite bacteriana aguda.
E. penicilina V oral
INCORRETO : veja a resposta da alternativa C

Gabarito:  C

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.18)
DISCURSIVA: (17747 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
1) Classifique o abdomen agudo pelo mecanismo etiológico.(0,25 pontos)
2) Enumeram 5 causas de abdomen agudo obstrutivo.(0,25 pontos)


RATING: 3.06

1) Classifique o abdomen agudo pelo mecanismo etiológico.(0,25 pontos)
2) Enumeram 5 causas de abdomen agudo obstrutivo.(0,25 pontos)

1) Classifique o abdomen agudo pelo mecanismo etiológico.
• Perfurativo (0,05 p)
• Infamatório (0,05 p)
• Obstrutivo (0,05 p)
• Hemorrágico (0,05 p)
• Vascular (Isquêmico) (0,05 p)
2) Enumeram 5 causas de abdomen agudo obstrutivo.
Causas:
(0,05 p cada uma, qualquer seja a combinação) - hérnia estrangulada
- fecaloma
- obstrução pilórica
- volvo
- intussuscepção
- divertículo de Meckel
- corpo estranho
- neoplasia
- doença de Crohn
- íleo paralítco
- bolo de áscaris
- aderências intestinais

FONTE:
ABDOMEN AGUDO: • Caio Augusto Bianchini D´Emilio • Fábio dos Santos Barbosa • Higor Kassouf Mantovani • Hugo Tadeu Metdieri • Luiz Felipe Franco Teodoro • Stefano Bacco Amade • Vitor Pozzi Loverso ACCESSÍVEL ONLINE

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.06)

CASO CLINICO: (23939 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Mulher branca, 35 anos, lavradora com atividade profissional em horta comunitária, natural da Bahia, com história de dor abdominal recorrente de início há 10 dias, em cólica, acompanhada de diarreia líquida, em pequena quantidade, com mais de 10 evacuações ao dia, com muco e sangue nas fezes em alguns episódios, com tenesmo anal.
Refere mais de dez episódios anteriores. Há 5 dias vem apresentando febre, aumento do volume abdominal e dor no hipocôndrio direito. Gesta 5, para 5, aborto zero, em uso de contraceptivo oral há mais de 15 anos.
Ao exame físico: Regular estado geral, bom estado nutricional, ictérica +/4, hipocorada +/4, hidratada e acianótica. Ao exame abdominal, foram observados ruídos hidroaéreos presentes e aumentados, fígado palpável a 8 cm do rebordo costal direito, linha hemiclavicular, com hepatimetria de 16 cm, consistência normal, com nodulação mal definida no lobo direito, bastante dolorosa à palpação. Espaço de Traube timpânico, baço impalpável. Sem sinais de irritação peritonial.
A ultrassonografia realizada em caráter de urgência, sem preparo intestinal, evidenciou hepatomegalia, com massa ecogênica arredondada, de contornos irregulares e limites imprecisos, com pequenas áreas anecoicas de permeio, localizada no lobo direito do fígado.
Vesícula biliar não visualizada.
A) Qual a hipótese diagnóstica mais provável para o caso? (0,2 pontos)
B) Se for realizada colonoscopia nessa paciente e for identificado envolvimento do íleo terminal, cite quatro patologias que podem estar envolvidas no diagnóstico etiológico da diarreia. (0,3 pontos)


RATING: 2.83

A) Qual a hipótese diagnóstica mais provável para o caso?
Abscesso hepático amebiano. (0,2 p)
DISCUSSÂO: Paciente com diarreia baixa, recorrente, trabalha e manipula horticulturas, com massa hepática sugestiva ao ultrassom.
Caso seja lembrada a hipótese de adenoma hepático pelo uso prolongado de contraceptivo oral e presença de massa hepática, será considerada como acerto parcial.
B) Cite quatro patologias que podem estar envolvidas no diagnóstico etiológico da diarreia.
Doença de Crohn (0,1 p);
Doenças infecciosas granulomatosas com envolvimento intestinal (0,1 p)
- tuberculose
- paracoccidioidomicose
- histoplasmose
Doenças linfo-proliferativas. (0,1 p)

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (2.83)

Todos os direitos reservados. 2019.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.