m  i  s  o  d  o  r


        SITE PREPARATORIO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA, REVALIDA, CONCURSOS PUBLICOS E PROVAS DE TITULO

usuario: senha:


NÃO SOU CADASTRADO
                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO



1052 USUARIOS INSCRITOS

211 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

719 RECADOS DOS VISITANTES


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
6238 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1449 DE CLINICA, 2689 DE PEDIATRIA, 1260 DE CIRURGIA, 201 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 361 DE SAUDE PUBLICA
103 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 138 CASOS CLINICOS

"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

Pos.    Nickname Pontuação Media Nr. provas
1.    KATY 581.90 2.520 21
2.    MO 482.00 9.181 21
3.    TARGIGNIS 424.30 6.573 11

SITES RECOMENDADOS:

 

CONFIRA ALGUNS EXEMPLOS, ESCOLHIDOS PELO SISTEMA ALEATÓRIO:

OBJETIVA: (252227 votos)..........99.02% das questões objetivas receberam votos.
P.H.S.G., masculino, 5 anos, procedente de Campinas, com história de febre há 4 dias, evoluindo após 2 dias com dor nas articulações dos membros superiores e inferiores. Apresenta história epidemiológica de ter frequentado piscina com água de rio em um sítio na região de Campinas. Ao exame da admissão, apresentava-se em bom estado geral, desidratado 1+/4+, anictérico, fáceis e deambulação dolorosa. Iniciado investigação com hemograma que evidenciou plaquetopenia (69 mil), CK aumentada (334) e iniciado hidratação endovenosa. Paciente na entrada apresentava função renal e hepática preservadas. Iniciado antibioticoterapia com ampicilina empiricamente. Em 2 dias da internação, paciente mantinha hidratação endovenosa, porém com persistência da artralgia e um pico febril diário, diurese diminuída. Repetidos exames laboratoriais com plaquetas 77 mil, função hepática preservada e função renal indicando lesão renal aguda (Cr: 3,9, U: 107, Clearance: 11). A hipótese diagnostica mais pertinente é:
A. febre maculosa
B. paracoccidiomicose
C. febre tifóide
D. esquistossomiase
E. leptospirose

  RATING: 2.86

P.H.S.G., masculino, 5 anos, procedente de Campinas, com história de febre há 4 dias, evoluindo após 2 dias com dor nas articulações dos membros superiores e inferiores. Apresenta história epidemiológica de ter frequentado piscina com água de rio em um sítio na região de Campinas. Ao exame da admissão, apresentava-se em bom estado geral, desidratado 1+/4+, anictérico, fáceis e deambulação dolorosa. Iniciado investigação com hemograma que evidenciou plaquetopenia (69 mil), CK aumentada (334) e iniciado hidratação endovenosa. Paciente na entrada apresentava função renal e hepática preservadas. Iniciado antibioticoterapia com ampicilina empiricamente. Em 2 dias da internação, paciente mantinha hidratação endovenosa, porém com persistência da artralgia e um pico febril diário, diurese diminuída. Repetidos exames laboratoriais com plaquetas 77 mil, função hepática preservada e função renal indicando lesão renal aguda (Cr: 3,9, U: 107, Clearance: 11). A hipótese diagnostica mais pertinente é:

A. febre maculosa
INCORRETO: Sintomas de Febre maculosa: febre alta, acima de 39ºC, calafrios, dor de cabeça, dores musculares, dor abdominal, cansaço, perda de apetite, confusão ou outras alterações neurológicas.
B. paracoccidiomicose
INCORRETO : Paracoccidioidomicose: úlceras endurecidas na boca, orofaringe, laringe e nariz; gânglios linfáticos pequenos dando saída a secreções; lesões de pele e genitália; tosse produtiva, perda ponderal, dispnéia e febre.
C. febre tifóide
INCORRETO : As salmoneloses podem manifestar-se clinicamente no homem de diferentes formas:
Febres entéricas (febres tifóide e paratifóide)
Gastroenterocolite aguda.
Bacteremia.
Infecções localizadas.
Estado de portador crônico de Salmonela

D. esquistossomiase
INCORRETO : A esquistossomose aguda é uma síndrome semelhante à doença do soro, que surge de 3 a 9 semanas após a infecção. Esse período coincide com o início da produção de ovos. Em alguns pacientes foi descrita uma fase anterior à colocação de ovos em que os sintomas e sinais da fase aguda apareceram junto com um tipo de hepatite não específico. A patogênese da fase aguda é obscura, mas freqüentemente é admitido que a hipersensibilidade aos antígenos esquistossomóticos representa o maior fator.
E. leptospirose
CORRETO : A leptospirose, também chamada de doença de Weil em seu quadro mais severo, é uma doença bacteriana que afeta seres humanos e animais e que pode ser fatal. Fígado, rins e coração são mais acometidos. Contudo, há agressão generalizada no organismo nas formas graves da doença, Em torno de 10% dos doentes, a evolução é grave, e, após o período de leptospirosemia, observa-se agravamento do processo, surgindo intensa icterícia, hemorragias (epistaxes, gengivorragias, hematêmese etc.) e insuficiência renal aguda. Esta ultima apresenta-se de um modo peculiar em que predominam as formas não oligúricas com hipopotassemia; diversos estudos clínicos e experimentais sugerem que esses achados sejam decorrentes de lesão no túbulo contornado proximal do néfron.

Gabarito:  E

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.86)
DISCURSIVA: (17740 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
Responda ás seguintes perguntas:

A) O que é a anemia ferropênica ou ferropriva? (0,25 p)
B)  Como a anemia ferropênica ou ferropriva é investigada? (0,25 p)

RATING: 2.86

Responda ás seguintes perguntas:

A) O que é a anemia ferropênica ou ferropriva? (0,25 p)
B)  Como a anemia ferropênica ou ferropriva é investigada? (0,25 p)

A) É a conseqüência da diminuição da concentração produção do heme da hemoglobina por carência de ferro, resultando na diminuição da concentração de hemoglobina. (0,15 p)
A deficiência da hemoglobinização durante a maturação dos eritroblastos forma hemácias pequenas (VCM diminuído) com pouco conteúdo de hemoglobina (HCM diminuída). Com a intensificação do processo, ocorre a diminuição desproporcional do conteúdo de hemoglobina em relação ao volume das hemácias, gerando a hipocromia (CHCM diminuída). (0,05 p)
A anisopoiquilocitose, proporcional à intensidade do processo, é sempre evidente, podendo interferir com a contagem de plaquetas: hemácias microcíticas e normocíticas, hemácias ovalocíticas alongadas (leptócitos) e hemácias hipocrômicas. (0,05 p)


B) Pelas quantificações do ferro sérico e ferritina. Raramente, pode ser necessário quantificar o ferro medular pela coloração do azul-da-prússia (coloração de Perls), CTLFe e saturação da transferrina. (0,1 p)

Os exames característicos da anemia ferropênica são:
(1) ferro sérico diminuído; (0,03 p)
(2) capacidade total de ligação de ferro (CTLFe) aumentada; (0,03 p)
(3) saturação de transferrina diminuída; (0,03 p)
(4) ferritina diminuída; (0,03 p)
(5) ferro medular diminuído, tanto nos grânulos de hemossiderina dos macrófagos, quanto nos grânulos sideróticos dos eritroblastos (sideroblastos diminuídos). (0,03 p)

FONTE:
MISODOR - ANEMIA FERROPRIVA

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.86)

CASO CLINICO: (23918 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Um novo teste diagnóstico foi criado para diagnóstico de pacientes esquizofrênicos. Seus resultados são mostrados na tabela:

 

ESQUIZOFRENIA

TESTE   PRESENTE AUSENTE TOTAL
POSITIVO 100 50 150
NEGATIVO 200 200 400
TOTAL 300 250 550

a) Qual é a sensibilidade do teste? (0,125 pontos)
b) Qual é a especificidade do teste? (0,125 pontos)
c) Qual é o valor preditivo negativo do teste? (0,125 pontos)
d) Qual é o valor preditivo positivo do teste? (0,125 pontos)


RATING: 3.04

a) Sensibilidade: 100/300 = 0,33 (0,125 p)
b) Especificidade: 200/250 = 0,8 (0,125 p)
c) Valor Preditivo Negativo = 200/400 =0,5 (0,125 p)
d) Valor Preditivo Positivo: 100/150 =0,66 (0,125 p)

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3.04)

Todos os direitos reservados. 2019.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.