USUARIO
SENHA
NÃO SOU CADASTRADO
NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO

 

OBJETIVA:
Escolar de 12 anos inicia com quadro de mal-estar, tosse seca, dor de garganta, cefaléia e febre. Duas semanas após, procura o médico por agravamento da tosse que é persistente, muito intensa, em paroxismos, com escarro mucóide. Ao exame físico, auscultam-se alguns roncos nas bases. O exame radiológico de tórax mostra broncopneumonia intersticial. O agente mais provável para esse quadro é:
A. Staphylococcus aureus
B. Haemophilus influenzae
C. Mycoplasma pneumoniae
D. Pseudomonas aeruginosa
E. Streptococcus pneumoniae

RECOMENDAÇÃO PARA RESUMOS: NOVAPEDIATRIA.COM.BR
DISCURSIVA:
Responda ás seguintes perguntas:
A) O que é a anemia normocítica? (0,25 p)
B)  Como a anemia normocítica é investigada?  (0,25 p)

CASO CLINICO:
Um infante do sexo masculino de 8 meses de idade é levado ao pronto-socorro pela sua avó após ter começado a apresentar movimentos mioclônicos de seus braços e pernas aproximadamente 20 minutos antes de sua chegada ao hospital. A enfermeira relata que na triagem o infante teve um movimento mioclônico intermitente dos braços e pernas e parecia sonolento. O histórico não é informativo. A avó relata que ela forneceu somente fórmula infantil ao infante nos últimos 5 dias. Ela tem cuidado dele, enquanto a mãe está viajando. A revisão dos sintomas é negativa para doença do trato respiratório superior, febre, vômito, diarreia ou alteração nos hábitos alimentares.
No exame físico, os sinais vitais são normais. Ele não apresenta movimentos mioclônicos óbvios, porém apresenta tônus muscular reduzido. Suas pupilas são de 3 mm e respondem lentamente à luz bilateralmente. A fontanela anterior é macia. O exame cardiorrespiratório do infante é normal.
Questiona-se:
1) Se a criança começa a ter convulsões generalizadas no pronto-socorro, qual é a primeira intervenção correta que deve ser instituída?
2) Após o controle das convulsões o lactente pode receber alta? Comenta a sua decisão.