m  i  s  o  d  o  r


        SITE PREPARATORIO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA, REVALIDA, CONCURSOS PUBLICOS E PROVAS DE TITULO

usuario: senha:


NÃO SOU CADASTRADO
                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO



1052 USUARIOS INSCRITOS

211 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

719 RECADOS DOS VISITANTES


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
6238 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1449 DE CLINICA, 2689 DE PEDIATRIA, 1260 DE CIRURGIA, 201 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 361 DE SAUDE PUBLICA
103 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 138 CASOS CLINICOS

"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

Pos.    Nickname Pontuação Media Nr. provas
1.    KATY 581.90 2.520 21
2.    MO 482.00 9.181 21
3.    TARGIGNIS 424.30 6.573 11

SITES RECOMENDADOS:

 

CONFIRA ALGUNS EXEMPLOS, ESCOLHIDOS PELO SISTEMA ALEATÓRIO:

OBJETIVA: (252227 votos)..........99.02% das questões objetivas receberam votos.
Com relação ao abdome agudo traumático, assinale a afirmativa FALSA:
A. o hematoma retroperitoneal é causa importante de choque hipovolêmico
B. na lesão duodenal pode ser evidenciado enfisema perirrenal ao toque retal
C. nas lesões do intestino grosso está contra-indicada a rafia primária
D. sempre que possível, o baço deve ser preservado por ser importante filtro biológico de IgM e opsoninas
E. no hematoma retroperitoneal a presença de lavado peritoneal positivo é relativamente freqüente

  RATING: 3.02

Com relação ao abdome agudo traumático, assinale a afirmativa FALSA:

A. o hematoma retroperitoneal é causa importante de choque hipovolêmico
CORRETO: As lesões retroperitoneais apresentam maior dificuldade no seu diagnóstico, uma vez que o quadro clínico é pouco específico e o exame físico pobre; aproveito para lembrá-los que os sinais peritoneais podem estar ausentes nas fases precoces, momento em que a terapia deve, preferencialmente, ser iniciada.
B. na lesão duodenal pode ser evidenciado enfisema perirrenal ao toque retal
CORRETO : Os métodos complementares tradicionais, como radiografia simples de abdome e lavado peritoneal, podem ser normais inicialmente. No entanto, sinais precoces de retropneumoperitôneo (enfisema perirrenal) podem ser observados.
C. nas lesões do intestino grosso está contra-indicada a rafia primária
INCORRETO : a rafia primária não está totalmente contra-indicada nos traumas de cólon; este procedimento pode ser empregado em lesões do cólon direito
D. sempre que possível, o baço deve ser preservado por ser importante filtro biológico de IgM e opsoninas
CORRETO : O baço, com o seu sistema circulatório especializado e o grande suprimento de macrófagos que são capazes de ingerir os organismos que não são bem opsonizados pêlos anticorpos, intensifica extraordinariamente a depuração destes organismós. Constatou-se que os indivíduos asplênicos apresentam níveis subnormais de IgM e as suas células mononucleares no sangue periférico exibem uma resposta suprimida à imunoglobulina.
E. no hematoma retroperitoneal a presença de lavado peritoneal positivo é relativamente freqüente
CORRETO : O LPD pode ser positivo em alguns casos de hematomas retroperitoneais, uma vez que o sangue pode ganhar também a cavidade peritoneal; este fenômeno é observado principalmente nos volumosos hematomas. O LPD será positivo em mais de 1/3 dos casos, geralmente nos pacientes com volumosos hematomas, o que leva a descrição do hematoma retroperitoneal como uma causa clássica de lavado peritoneal falso-positivo.

Gabarito:  C

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.02)
DISCURSIVA: (17740 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
Quais são as indicações de entubação traqueal em crianças? 0.5 pontos

RATING: 2.95

Quais são as indicações de entubação traqueal em crianças? 0.5 pontos

• Insuficiência respiratória com pouca probabilidade de reversão rápida, especialmente se houver hipoxemia apesar da administração de oxigênio < 60%. 0,1 p
• Apnéia, hipoventilação ou exaustão respiratória progressiva com necessidade de ventilação mecânica 0,1 p
• Proteção de via aérea para crianças com obstrução de via aérea superior ou incapacidade de proteger a via aérea de aspiração 0,1 p
• Desejo de redução do trabalho respiratório para pacientes em choque. Em circunstâncias normais, o trabalho respiratório consome menos de 5% do gasto total de energia, porém, no sofrimento respiratório, pode gastar até 50%. No estado de choque, a energia pode ser melhor utilizada para outras funções corporais essenciais 0,1 p
• Intervenções terapêuticas. Hiperventilação para reduzir a pressão intracraniana, administração de medicações intratraqueais e aspiração para limpeza pulmonar necessitam de entubação endotraqueal e de ventilação mecânica 0,1 p

FONTE:
Steven M. Selbst, Kate Cronan - Segredos em emergência pediatrica - Editura Arimed 2003, p. 41

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.95)

CASO CLINICO: (23918 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Você está passeando com uma amiga, quando, de repente, presencia um atropelamento de raspão duma criança que andava de bicicleta numa área perto duma estação de combustível da rodovia. A vitima é jogada no acostamento e o motorista do carro que atropelou a criança não para. Vocês dois correm para ajudar a criança, encontrando, assim, uma moça de aproximadamente 9 - 11 anos de rosto para chão, sem se mexer á quase 4 metros distância da sua bicicleta deformada.
1) Quais são as primeiras medidas á ser aplicadas no primeiro momento? - 0,08 pontos
2) Considerando que a criança não responde ao chamado, apresenta gasping e não tem pulso, qual é o algoritmo de RCP de alta qualidade para um socorrista? - 0,16 pontos
3) A loja de conveniência do posto felizmente tinha um DEA e a sua amiga volta com ele, mas é de adulto. Qual o procedimento? - 0,12 pontos
4) O DEA mostra ritmo de fibrilação ventricular. Qual é a sequência do atendimento? - 0,14 pontos.


RATING: 3.12

1) Quais são as primeiras medidas á ser aplicadas no primeiro momento?

  1. Verificar a segurança da área (0,02 p);
  2. Afastar a criança da área do perigo, com os cuidados necessários para evitar a pior das presumidas lesões (0,02 p);
  3. Avaliação sumaria (a criança respira, se move, palidez intensa?) (0,02 p);
  4. Verificar se a criança responde, tem pulso e se respira. (0,02 p);

2) Considerando que a criança não responde ao chamado, apresenta gasping e não tem pulso, qual é o algoritmo de RCP de alta qualidade para um socorrista?

  1. Gritar para ajuda (0,02 p);
  2. O primeiro socorrista fica com a vitima e faz RCP de alta qualidade com 30 compressões: 2 respirações boca-á-boca. (0,02 p). As compressões precisam seguir as seguintes regras:
      • Comprima com força (> 1/3 do diâmetro torácico anteroposterior) e rapidez (100-120/min)  (0,02 p);
      • Aguarde o retorno total do tórax. (0,02 p);
      • Minimize interrupções nas compressões. (0,02 p);
      • Evite ventilação excessiva (0,02 p);
      • Observa a elevação do torax a cada insuflação de ar (0,02 p);
  3. Outro socorrista corre para acionar o serviço de emergência e, se tiver alguma chance, buscar um DEA; (0,02 p);

3) A loja de conveniência do posto felizmente tinha um DEA e a sua amiga volta com ele, mas é um DEA de adulto. Qual o procedimento neste caso?
Acima de 8 anos o paciente é considerado como um adulto e pode usar o aparelho. O RCP tem que continuar enquanto outro socorrista prepara o dispositivo! (0,02 p);

  1. Ligue o DEA (0,02 p);
  2. Instale os eletrodos no tórax (0,02 p);
      • Eletrodo do lado direito do paciente: precisa ser colado abaixo da clavícula, na linha hemiclavicular. (0,02 p);
      • Eletrodo do lado esquerdo do paciente: deve ser posicionado nas últimas costelas, na linha hemiaxilar (abaixo do mamilo esquerdo). (0,02 p);
  3. Analise o ritmo. (0,02 p);

4) O DEA anuncia ritmo de fibrilação ventricular. Qual é a sequência do atendimento?

Ritmo chocável precisa de defibrilação imediata. (0,02 p);

  1. Dê a ordem para que os presentes se afastem; (0,02 p);
  2. Certifique-se de que não há ninguém próximo e principalmente encostando no aparelho ou paciente.  (0,02 p);
  3. Deflagre o choque e comece imediatamente depois a fazer a compressão cardíaca para que o coração comece a ter novamente a sístole e diástole fisiológica. (0,02 p);
  4. A cada dois minutos, ele irá analisar o ritmo novamente e informar qual deve ser a próxima ação. (0,02 p);
  5. Alterna com outro socorrista as compressões a cada 2 minutos ou antes se houver cansaço. Se estiver sem via aérea avançada, relação compressão-ventilação de 15:2. (0,02 p);
  6. O DEA deve ser mantido no paciente até a chegada do Suporte Avançado de Vida. (0,02 p);

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3.12)

Todos os direitos reservados. 2019.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.