m  i  s  o  d  o  r


        SITE PREPARATORIO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA, REVALIDA, CONCURSOS PUBLICOS E PROVAS DE TITULO

usuario: senha:


NÃO SOU CADASTRADO
                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO



820 USUARIOS INSCRITOS

166 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

712 RECADOS DOS VISITANTES


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
5813 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1276 DE CLINICA, 2513 DE PEDIATRIA, 1206 DE CIRURGIA, 201 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 339 DE SAUDE PUBLICA
98 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 135 CASOS CLINICOS


CLASSIFICAÇÃO I CONCURSO SETEMBRO 2019
VEJA A CLASSIFICAÇÃO INTEIRA AQUI
Pos. Nickname Pontuação Premio Provas
1.   LULALIVRE 308.00    300 R$  10
2.   YURIKANG 215.00      3
3.   TERRY_BUENO 113.00      5
4.   MO 109.00      5
5.   MARIA 89.00      4
6.   DAMIAN 68.00      4

"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

Pos.    Nickname Pontuação Media Nr. provas
1.    LULALIVRE 308.00 8.220 10
2.    MO 261.00 8.700 12
3.    YURIKANG 215.00 6.333 3

CONFIRA ALGUNS EXEMPLOS, ESCOLHIDOS PELO SISTEMA ALEATÓRIO:

OBJETIVA: (16683 votos)..........58.95% das questões objetivas receberam votos.
Um lactente de 2 meses, com diagnóstico de mielomeningocele lombar, corrigida no período neonatal, é levado ao ambulatório para acompanhamento neurológico. Além de encontrar paralisia crural flácida e ausência de resposta à dor e ao tato o reflexo patelar deve estar:
A. normal ou diminuído
B. normal
C. diminuído
D. aumentado
E. ausente

  RATING: 0

Um lactente de 2 meses, com diagnóstico de mielomeningocele lombar, corrigida no período neonatal, é levado ao ambulatório para acompanhamento neurológico. Além de encontrar paralisia crural flácida e ausência de resposta à dor e ao tato o reflexo patelar deve estar:

A. normal ou diminuído
INCORRETO: veja a resposta da alternativa E
B. normal
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
C. diminuído
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
D. aumentado
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
E. ausente
CORRETO : Também conhecida como espinha bífida, a mielomeningocele (MMC) consiste em uma desordem caracterizada pelo fechamento parcial do tubo neural decorrente da proliferação inadequada de células ectodérmicas durante a 33ª-34ª semanas de embriogênese. Consequente a isso, alterações sensoriais, motoras e cognitivas, muitas vezes decorrentes da malformação de Arnold-Chiari, são comuns. Levando em consideração que a MMC se manifesta na grande maioria dos casos ao nível da região lombossacra (L5-S1). os sintomas mais relatados na literatura são paralisia flácida, diminuição da força muscular, atrofia muscular, abolição dos reflexos tendíneos. diminuição ou abolição da sensibilidade exteroceptiva e proprioceptiva, incontinência dos esfíncteres de reto e bexiga, deformidades de origem paralítica e congênita, hidrocefalia (acomete 100% das crianças com MMC torácica, 90% das lombotorácicas. 78% das lombares, 60% das lombossacras e 50% das sacrais).

Gabarito:  E

AVALIE ESSA QUESTÃO: (0)
DISCURSIVA: (3828 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
Responda ás seguintes questões:
A) Para completar o ciclo de infecção e reprodução em uma célula: HIV passa pelas varias etapas. Indiquem estas etapas em ordem cronológica. (0,3 p)

B) Definem a noção de janela  imunológica, a duração dela e a importância nos testes de triagem dos doadores. (0,2 p)


RATING: 2.67

Responda ás seguintes questões:
A) Para completar o ciclo de infecção e reprodução em uma célula: HIV passa pelas varias etapas. Indiquem estas etapas em ordem cronológica. (0,3 p)

B) Definem a noção de janela  imunológica, a duração dela e a importância nos testes de triagem dos doadores. (0,2 p)

A) As etapas da infecção com HIV:
-Fusão com a superfície da célula e entrada no citoplasma. (0,05 p)
-Produção do DNA proviral a partir do RNA viral. (0,05 p)
-Integração no genoma da célula. (0,05 p)
-Produção de proteínas virais. (0,05 p)
-Saída da célula por brotamento. (0,05 p)
-Maturação extracelular do vírion. (0,05 p)

B) É importante lembrar a possibilidade de transmissão do HIV por parte de doador de sangue recém-infectado em que anticorpos séricos específicos anti-HIV ainda não são detectáveis. Esse período é conhecido como janela imunológica e tem duração média de 22 dias, considerando-se os resultados obtidos com os testes sorológicos atualmente em uso.
Várias situações podem aumentar o período de duração da denominada janela imunológica.
Sendo assim, é de vital importância para diminuir a transmissão do HIV por transfusão de sangue e de seus componentes a criteriosa avaliação de risco epidemiológico dos doadores, lá existem testes de amplificação de ácidos nucléicos que detectam a presença do HIV mais precocemente (cerca de 11 dias depois da ocorrência da infecção) que os testes sorológicos.
Esses exames têm hoje custo muito alto, mas já foram adotados por alguns países desenvolvidos e por poucos serviços privados do Brasil, havendo a expectativa de que passem a ser realizados brevemente pelos serviços públicos do nosso país.(0,2 p)

FONTE:
http://www.misodor.com/SIDA.php

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.67)

CASO CLINICO: (5405 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Homem de 31 anos com antecedente de ser infectado pelo HlV chegou a fazer tratamento anti-retroviral, que descontinuou por estar assintomático há cerca de 1 ano. sem seguimento ambulatorial, veio ao pronto-socorro com história de 3 semanas de tosse seca e dispneia progressiva, apresentando febre nos últimos 4 dias de até 38,5 graus.
Interrogatório sobre os demais aparelhos: Refere estar apresentando perda de peso (5 Kg nos últimos 6 meses) e abatimento progressivo, desânimo, insônia e cansaço intenso.
Exame Físico: BEG (descorado+/++++, hidratado, anictérico, acianótico), PA:128/84 mmHg, FC:90 b.p.m, FR:29 i.r.m., Saturação O ao ar ambiente visto por oximetria: 93%, Ap. Resp.: MV+.sem RA; CV: 2BRNF, sem sopros Abdome plano, flácido, RHA+, sem visceromegalias e massas palpáveis MMII: Pulsos positivos, sem edema de extremidades.
Foi realizada uma radiografia de Tórax, que você pode ver á seguir:

1) Quais são as duas hipóteses diagnósticas acíma? - 0,25 pontos
2) Qual é o exame que poderia CONFIRMAR o diagnóstico deste paciente?- 0,125 pontos
3) Qual é o tratamento de primeira linha deste paciente se o exame da questão 2 confirma o diagnóstico?- 0,125 pontos


RATING: 3

1) Quais são as duas hipóteses diagnósticas acima?
Pneumonia Pneumocócica (0.125 p) e Pneumocistose (0.125 p).
Discussão: Paciente HIV+ apresentando quadro respiratório de 3 semanas de duração.apresentando certo desconforto respiratório evidenciado por freqüência respiratória de 29 i.r.m sugerindo quadro pulmonar infeccioso. As duas condições pulmonares mais freqüentes nestes pacientes, sâo a pneumonia pneumocócica que ocorre com 5 vezes maior freqüência nestes pacientes e é associado com bacteremia em número muito grande de casos.sendo a mais freqüente etiologia de quadros pulmonares em pacientes HIV positivos.
A Pneumocistose é o quadro pulmonar mais freqüente em pacientes HIV com CD4 menor 200/ul evoluindo com sintomas inespecíficos e progressivos podendo apresentar hipoxemia importante associado.
O quadro clinico de mais de 3 semanas de apresentação com radiografia de tórax apresentando aparentemente um infiltrado intersticial difuso sugere o diagnóstico de Pneumocistose.
2) Qual é o exame que poderia CONFIRMAR o diagnóstico deste paciente?
Lavado bronco-alveolar. (0.125 p)
Discussão: A pesquisa de pneumocystis no escarro pode realizar o diagnóstico em cerca de 50-80% dos casos.em casos negativos pode-se realizar o lavado bronco alveolar que faz o diagnóstico em mais de 95% dos casos. O lavado bronco alveolar serve também para o diagnóstico de outros quadros infecciosos pulmonares, assim como de outras condições não infecciosas como hemorragia alveolar apresenta alta sensibilidade para diagnóstico de pneumonia sendo quase excludente de etiologia infecciosa em quadros pulmonares quando as pesquisas são negativas. 3) Qual é o tratamento de primeira linha deste paciente se o exame da questão 2 confirmar o diagnóstico?
Tratamento da pneumocystose com sulfametoxazol-trimetoprim sendo que este paciente apresentas indicação do uso de corticoides. (0.125 p)
Discussão: O paciente apresenta pneumocistose sendo a droga de primeira escolha para o tratamento o sulfametoxazol-trimetoprim(15-20 mg/Kg ao dia divididos em 3-4 doses) por 21 dias.
No início do tratamento pode piorar o quadro respiratório devido ao processo inflamatório causado pelo tratamento da pneumocistose, sendo indicado corticoterapia.para diminuir este processo inflamatório.

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3)

Todos os direitos reservados. 2019.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.