m  i  s  o  d  o  r


        SITE PREPARATORIO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA, REVALIDA, CONCURSOS PUBLICOS E PROVAS DE TITULO

usuario: senha:


NÃO SOU CADASTRADO
                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO



820 USUARIOS INSCRITOS

166 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

712 RECADOS DOS VISITANTES


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
5813 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1276 DE CLINICA, 2513 DE PEDIATRIA, 1206 DE CIRURGIA, 201 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 339 DE SAUDE PUBLICA
98 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 135 CASOS CLINICOS


CLASSIFICAÇÃO I CONCURSO SETEMBRO 2019
VEJA A CLASSIFICAÇÃO INTEIRA AQUI
Pos. Nickname Pontuação Premio Provas
1.   LULALIVRE 308.00    300 R$  10
2.   YURIKANG 215.00      3
3.   TERRY_BUENO 113.00      5
4.   MO 109.00      5
5.   MARIA 89.00      4
6.   DAMIAN 68.00      4

"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

Pos.    Nickname Pontuação Media Nr. provas
1.    LULALIVRE 308.00 8.220 10
2.    MO 261.00 8.700 12
3.    YURIKANG 215.00 6.333 3

CONFIRA ALGUNS EXEMPLOS, ESCOLHIDOS PELO SISTEMA ALEATÓRIO:

OBJETIVA: (16689 votos)..........58.95% das questões objetivas receberam votos.
LTR, sexo feminino, 18 dias de vida, com história de febre, gemência e vômitos há 1 dia. Há 3 dias diminuição da aceitação alimentar. Mãe com 17 anos, sem patologias, primigesta, gestação de termo, bolsa rota 5 h antes do parto, parto fórceps, peso ao nascimento de 2630 g, chorou logo ao nascer. Recebeu alta do berçário com 48 h de vida. Alimentação: leite materno. Exame físico: peso 2680 g, frequência cardíaca 60 batimentos/min, frequência respiratória 68 movimentos/min, temperatura axilar 39,3 ºC, perímetro cefálico 33 cm. Regular estado geral, gemente, hipoativa. Fontanela bregmática 4 x 3 cm, discretamente abaulada, pupilas isocóricas, foto-reagentes, estrabismo divergente em olho esquerdo (E). Orofaringe sem alterações, obstrução nasal, pulmões com murmúrio vesicular presente bilateralmente, sem ruídos adventícios. Sistema cardio-circulatório: bulhas rítmicas, sem sopros. Abdome globoso, hiperemia de cicatriz umbilical, fígado a 1,5 cm da reborda costal, baço não palpável. Exame neurológico: tremores de extremidades, reflexos arcaicos presentes. Exames complementares - Hemograma: hemoglobina 11,6 g/dl, hematócrito 33%, 7600 leucócitos/mm3 (1% bastonetes, 78% segmentados, 14% linfócitos, 2% linfócitos atípicos), plaquetas 346000/mm3 . Glicemia 72 mg/dl.
Sobre esse caso é CORRETA a afirmação:
A. Trata-se de um caso de sepse neo-natal tardia
B. Neste caso, a cultura de liquor deve ser recomendada com cautela
C. Streptococcus pyogenes não é uma cepa comum nessa faixa etária
D. A infecção não pode ser catalogada como hospitalar, pois os sintomas teriam aparecido já no berçário
E. Todas as afirmações são falsas

  RATING: 0

LTR, sexo feminino, 18 dias de vida, com história de febre, gemência e vômitos há 1 dia. Há 3 dias diminuição da aceitação alimentar. Mãe com 17 anos, sem patologias, primigesta, gestação de termo, bolsa rota 5 h antes do parto, parto fórceps, peso ao nascimento de 2630 g, chorou logo ao nascer. Recebeu alta do berçário com 48 h de vida. Alimentação: leite materno. Exame físico: peso 2680 g, frequência cardíaca 60 batimentos/min, frequência respiratória 68 movimentos/min, temperatura axilar 39,3 ºC, perímetro cefálico 33 cm. Regular estado geral, gemente, hipoativa. Fontanela bregmática 4 x 3 cm, discretamente abaulada, pupilas isocóricas, foto-reagentes, estrabismo divergente em olho esquerdo (E). Orofaringe sem alterações, obstrução nasal, pulmões com murmúrio vesicular presente bilateralmente, sem ruídos adventícios. Sistema cardio-circulatório: bulhas rítmicas, sem sopros. Abdome globoso, hiperemia de cicatriz umbilical, fígado a 1,5 cm da reborda costal, baço não palpável. Exame neurológico: tremores de extremidades, reflexos arcaicos presentes. Exames complementares - Hemograma: hemoglobina 11,6 g/dl, hematócrito 33%, 7600 leucócitos/mm3 (1% bastonetes, 78% segmentados, 14% linfócitos, 2% linfócitos atípicos), plaquetas 346000/mm3 . Glicemia 72 mg/dl.
Sobre esse caso é CORRETA a afirmação:

A. Trata-se de um caso de sepse neo-natal tardia
CORRETO: Sepse Neonatal (SN) é uma síndrome clínica caracterizada por sinais sistêmicos de infecção e acompanhada por bacteremia, no primeiro mês de vida, podendo ou não apresentar hemocultura positiva. As diretrizes do Ministério da Saúde, apresentam como:
- Sepse precoce: evidência diagnóstica nas primeiras 48 horas de vida com fator de risco materno para infecção.
- Sepse tardia: evidência diagnóstica após 48 horas de vida e pode ser causada por germes do trato genital materno, de origem hospitalar e outros fatores de risco ambientais.

B. Neste caso, a cultura de liquor deve ser recomendada com cautela
INCORRETO : Em caso de sepse tardia, a coleta de líquor para exame de rotina e cultura é obrigatória devendo ser realizada antes do início ou troca dos ATB’s. Se o RN estiver instável, realizar o procedimento tão logo seja possível, desde que não existam contraindicações (plaquetas abaixo de 50.000). Na suspeita de sepse precoce, quando houver suspensão precoce dos ATB’s não é necessária a punção lombar. Se for mantido o tratamento para suspeita de sepse precoce, a punção lombar é obrigatória e deve ser realizada o mais cedo possível;
C. Streptococcus pyogenes não é uma cepa comum nessa faixa etária
INCORRETO : Em berçários, o Streptococcus pyogenes pode causar surtos de infecção, que frequentemente não são detectados, pois os sintomas e sinais clínicos manifestam-se após a alta hospitalar. As principais formas de introdução da bactéria são a presença do microorganismo no trato respiratório ou infecções de pele em membros da equipe hospitalar, ou a colonização do trato respiratório ou vaginal materno, com transmissão do Streptococcus A ao filho recém-nascido, e deste para outros neonatos. O cordão umbilical parece ser o principal sítio de colonização, podendo haver transmissão da bactéria através das mãos de pessoas contaminadas
D. A infecção não pode ser catalogada como hospitalar, pois os sintomas teriam aparecido já no berçário
INCORRETO : veja a resposta da alternativa C
E. Todas as afirmações são falsas
INCORRETO : veja a resposta da alternativa A

Gabarito:  A

AVALIE ESSA QUESTÃO: (0)
DISCURSIVA: (3829 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
Responda ás seguintes perguntas:
A) O que é a anemia normocítica? (0,25 p)
B)  Como a anemia normocítica é investigada?  (0,25 p)

RATING: 3.03

Responda ás seguintes perguntas:
A) O que é a anemia normocítica? (0,25 p)
B)  Como a anemia normocítica é investigada?  (0,25 p)

A) A anemia normocítica é uma conseqüência da baixa produção de hemácias por diminuição das células precursoras nas doenças medulares ou daineficiência da eritropoietina nas doenças sistêmicas, resultando na diminuição do número de hemácias. Sem alterações associadas como a deficiência da hemoglobinização ou as alterações dos processos mitóticos durante a maturação dos eritroblastos, as hemácias formadas têm conteúdo de hemoglobina (HCM) e volume (VCM) normais. A anisopoiquilocitose, proporcional à intensidade do processo, é sempre variável B) A anemia normocítica, diferente das anemias micro e macrocíticas, não possui um plano de investigação definido. Outros diagnósticos diferenciais de anemia normocítica se impõem: a anemia de sangramento agudo e a anemia hemolítica. Ambas apresentam certo grau de eritropoiese compensatória, com discreto grau de sangramento ou de hemólise, que devem ser estudadas pela contagem de reticulócitos. Um achado morfológico relevante, o “empilhamento” das hemácias (roleaux), sugere o diagnóstico de mieloma múltiplo, uma neoplasia de plasmócitos na medula óssea, observada pela eletroforese de proteínas séricas que identifica o pico monoclonal característico e pelo mielograma. Na falta de outros achados morfológicos, as doenças sistêmicas devem ser investigadas: doenças renais (uréia e creatina), doenças hepáticas (ALT, AST, DHL e -GT) e doenças hormonais (TSH)

FONTE:
MISODOR - HEMATOLOGIA

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.03)

CASO CLINICO: (5409 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Adolescente de doze anos, sexo feminino, caucasiana, sem antecedentes relevantes. No decorrer do mês de Agosto, iniciou subitamente prurido e eritema palmo-plantar, seguido de exantema nas mãos e nos pés e aparecimento de febre (38,5° C de temperatura axilar). Gradualmente, surgiu odinofagia e edema ligeiro da face. Ao quarto dia verificou-se generalização do exantema e agravamento da febre tendo recorrido ao Serviço de Urgência.
Na observação, era de salientar a febre (temperatura axilar de 39°C), associada a bom estado geral, ausência de sinais meníngeos, não transmitindo “sensação de doença grave”. Apresentava ligeiro edema da face e dos lábios acompanhado de exantema generalizado, papular de aspecto purpúrico e petéquial, com elementos de vários tamanhos (2 a 5 mm). As lesões eram dispersas pelo corpo mas tornavam-se confluentes e delimitadas às mãos/punhos e pés/tornozelos de forma simétrica, dando um nítido aspecto de “luvas e meias”. As palmas das mãos e plantas dos pés estavam atingidas. A mucosa oral apresentava enantema petequial com lesões ulceradas no palato e pilares amigdalinos e na região peribucal o exantema era mais intenso.
Os exames complementares de diagnóstico mostraram trombocitopenia (plaquetas 80000/mm3) e proteína C reativa de 6,3 mg/dL (normal < 0,5 mg/dL). O hemograma, estudo da coagulação, e as provas de função hepática e renal foram normais. A hemocultura viria a ser estéril.

I) Qual seria a etiologia provável desta moléstia? (0,1 pontos) II) Qual é a evolução provável deste quadro clinico? (0,1 pontos)

III) Enumeram pelo menos outras quatro formas clínicas que podem ser causadas por mesmo agente etiologico nas crianças. (0,3 pontos)




RATING: 3.11

I) Qual seria a etiologia provável desta moléstia? (0,1 pontos)

O Parvovírus B19 tem sido implicado como agente etiológicomais frequente.

II) Qual é a evolução provável deste quadro clinico? (0,1 pontos)

A síndrome é autolimitada e desaparece dentro de poucas semanas.

III) Enumeram pelo menos outras quatro formas clínicas que podem ser causadas por mesmo agente etiologico nas crianças. (0,3 pontos)

  1. eritema infeccioso (0,075 pontos)
  2. crise aplastica transitória (0,075 pontos)
  3. infecções fetais (0,075 pontos)
  4. miocardite (0,075 pontos)

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3.11)

Todos os direitos reservados. 2019.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.