m  i  s  o  d  o  r


        SITE PREPARATORIO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA, REVALIDA, CONCURSOS PUBLICOS E PROVAS DE TITULO

usuario: senha:


NÃO SOU CADASTRADO
                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO



1052 USUARIOS INSCRITOS

211 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

719 RECADOS DOS VISITANTES


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
6238 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

1449 DE CLINICA, 2689 DE PEDIATRIA, 1260 DE CIRURGIA, 201 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 361 DE SAUDE PUBLICA
103 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 138 CASOS CLINICOS

"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

Pos.    Nickname Pontuação Media Nr. provas
1.    KATY 581.90 2.520 21
2.    MO 482.00 9.181 21
3.    TARGIGNIS 424.30 6.573 11

SITES RECOMENDADOS:

 

CONFIRA ALGUNS EXEMPLOS, ESCOLHIDOS PELO SISTEMA ALEATÓRIO:

OBJETIVA: (252227 votos)..........99.02% das questões objetivas receberam votos.
Sobre o omeprazol e lansoprazol é verdade:
A. são destruídos pelo ácido gástrico
B. provocam inibição reversível da bomba dos prótons
C. a incapsulação dos farmacos favorece a ação gastrica
D. são recomendadas doses altas em administração prolongada
E. tem biodisponibilidades iguais se forem administrados junto com alimentos

  RATING: 3.03

Sobre o omeprazol e lansoprazol é verdade:

A. são destruídos pelo ácido gástrico
CORRETO: É clinicamente importante notar que, embora ambos sejam estáveis em pH neutro, eles são destruídos pelo ácido gástrico. Portanto, se sua microencapsulação for rompida antes da deglutição, por exemplo, se o paciente abrir a cápsula revestida com a gelatina e engolir os grãos com revestimento entérico, o pH neutro da boca e do esôfago destruíram a microencapsulação e a substância será degradada pelo ácido gástrico do estômago.
B. provocam inibição reversível da bomba dos prótons
INCORRETO : O omeprazol é um inibidor irreversível da bomba de prótons, este agente provoca uma inibição dose-relacionada da secreção gástrica de ácido, que persiste após o omeprazol desaparecer do plasma. O efeito inibidor de ácido do lanzoprazol também dura mais do que seria previsto de sua meia-vida de eliminação do plasma.
C. a incapsulação dos farmacos favorece a ação gastrica
INCORRETO : Quando a cápsula de liberação prolonagada é tomada de modo adequado, ela libera omeprazol ou lanzoprazol após os grânulos deixarem o estômago. O omeprazol e o lanzoprazol são rapidamente absorvidos no intestino.
D. são recomendadas doses altas em administração prolongada
INCORRETO : A administração prolongada de doses muito altas de omeprazol em animais de laboratório causa hiperplasia das células mucosas oxínticas, suspotamente devido aos efeitos tróficos da gastrina destas células.
E. tem biodisponibilidades iguais se forem administrados junto com alimentos
INCORRETO : O omeprazol administrado por via oral é absorvido rapidamente, mas em grau variável. Sua biodisponibilidade depende da dose e do pH gástrico, podendo atingir 70% com a administração continuada. O lanzoprazol tem uma biodiponibilidade oral de cerca de 80% e uma meia-vida no plasma de cerca de 1,5 hora. Sua absorção é reduzida se dado com alimento.

Gabarito:  A

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.03)
DISCURSIVA: (17740 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
(I) Qual é a melhor estratégia para garantir tratamento contínuo desde o evento até a reabilitação em caso de traumatismo/politraumatismo grave? (0,1875 pontos)
(II) Qual a definição correta do acidente?(0,3125 pontos)


RATING: 3.05

(I) Qual é a melhor estratégia para garantir tratamento contínuo desde o evento até a reabilitação em caso de traumatismo/politraumatismo grave? (0,1875 pontos)
(II) Qual a definição correta do acidente?(0,3125 pontos)

(I) São de importância vital para a redução da morbidade e mortalidade, representando a melhor forma de oferecer tratamento contínuo desde o evento até a reabilitação:
  • a regionalização do atendimento médico (0,0625 p)
  • a hierarquização do atendimento médico (0,0625 p)
  • criação de Centros de Trauma (0,0625 p)
(II) Acidente = evento não intencional (0,0625 p) e evitável (0,0625 p), causador de todos os tipos de lesões (0,0625 p) no ambiente doméstico (0,0625 p) ou nos outros espaços sociais como trabalho (0,0125 p), trânsito (0,0125 p), escola (0,0125 p), esportes (0,0125 p) e lazer (0,0125 p).

FONTE:
ABORDAGEM DO PACIENTE PEDIÁTRICO POLITRAUMATIZADO

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.05)

CASO CLINICO: (23918 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Paciente do sexo feminino, 36 anos, sem antecedentes mórbidos, trazida ao hospital devido ao rebaixamento do nível de consciência há dois dias. Esposo relatou que há dez dias a paciente passou a queixar-se de dor nas costas, de intensidade progressiva, que culminou com dificuldade de deambulação.
Ao exame físico de entrada apresentava frequência cardíaca de 120 batimentos por minuto (bpm), desidratação e rebaixamento do nível de consciência (Glasgow 13 à custa de alteração na resposta verbal). Os primeiros exames laboratoriais mostraram as seguintes alterações: ureia = 182mg por decilitro (15-36 mg/dL), creatinina = 1,9 mg por decilitro (0,7-1,2 mg/dL), cálcio = 19,6mg por decilitro (8,4-10,2 mg/dL).
1) Quais são os exames imperativos á ser solicitados em seguida? 0,1 p
2) Quais são as alterações dos exames laboratoriais que aumentam a gravidade do caso? 0,1 p
3) Considerando o valor da calcemia, quais seriam as duas principais causas mais encontradas do mesmo? 0,1 p



RATING: 3.07

1) Quais são os exames imperativos á ser solicitados em seguida? 0,1 p
O quadro clínico inclui sintomas neurologicos (rebaixamento progressivo de Glasgow, dificuldade de deambulação numa paciente de 36 anos, sem antecedentes mórbidos) então é mandatorio, neste caso, solicitar a coleta de líquor e tomografia computadorizada de crânio.
2) Quais são as alterações observados nos exames laboratoriais? - 0,1 p
Temos ureia = 182mg por decilitro (15-36 mg/dL), creatinina = 1,9 mg por decilitro (0,7-1,2 mg/dL) que indicariam uma falha renal, mas, na verdade, o que é mais grave aqui é a hipercalcemia (cálcio = 19,6mg por decilitro (8,4-10,2 mg/dL) - hipercalcemia grave). É sabido que pacientes com hipercalcemia assintomática ou discretamente sintomática - com cálcio menor do que 12 mg/dL - não requerem tratamento imediato. Cálcio entre 12 e 14mg/dL pode requerer instituição de tratamento caso seja oriundo de aumento agudo, visto que o mesmo pode causar alterações neurológicas. Já os pacientes com cálcio acima de 14 mg/dL sempre requerem tratamento imediato, independente dos sintomas.
3) Considerando o valor da calcemia, quais seriam as duas principais causas mais encontradas do mesmo? 0,1 p
A hipercalcemia pode resultar do aumento da reabsorção óssea, da absorção intestinal, da retenção renal ou do uso de drogas hipercalcemiantes. Em algumas doenças, como o câncer, mais de um mecanismo pode estar envolvido. Entre todas as causas, hiperparatireoidismo e malignidades são as mais comuns, respondendo por 90% dos casos.

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3.07)

Todos os direitos reservados. 2019.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.