REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA DE MEDICO 2009

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO - CUIABÁ

- Mudanças  promissoras -

SAIR                                                       VOLTAR

 

I. QUESTÕES OBJETIVAS

Questão 01

Na forma mais grave de colangite aguda (colangite tóxica), o paciente apresenta caracteristicamente uma pêntade de sinais e sintomas. Assinale a alternativa que apresenta os sinais e sintomas da Pêntade de Reinolds.

[A] Dor, febre, sudorese, hipotensão arterial e icterícia.
[B] Febre, icterícia, calafrios, hipertensão arterial e coma.
[C] Febre, dor, icterícia, hipotensão arterial e confusão mental.
[D] Dor, febre, sudorese, hipertensão arterial e confusão mental.
[E] Icterícia, febre, hipotensão arterial, vômitos e oligúria.

Questão 02

Assinale a alternativa que apresenta o distúrbio do equilíbrio ácido básico em paciente submetido à derivação ureteral para o sigmóide (ureterossigmoidostomia).

[A] Acidose metabólica hipoclorêmica
[B] Alcalose metabólica hipocalêmica
[C] Alcalose metabólica hipercalêmica
[D] Acidose metabólica hiperclorêmica
[E] Acidose metabólica hipocalêmica

Questão 03

Paciente vítima de acidente automobilístico dá entrada no Pronto Socorro, trazido pelo SAMU, imobilizado, com colar cervical e prancha rígida. Apresenta-se em coma, respiração espontânea, sudorese, palidez cutâneo-mucosa, hipotensão grave (PA 80/50 mmHG), taquicárdico, murmúrio vesicular audível universalmente, jugulares colabadas, membros sem anormalidades, abdome doloroso e um pouco abaulado. Para a avaliação da causa do choque hipovolêmico apresentado pelo paciente, o mesmo deverá ser submetido inicialmente

[A] à punção abdominal.
[B] ao lavado peritoneal diagnóstico.
[C] à tomografia computadorizada.
[D] à laparoscopia.
[E] à medida da pressão intra-abdominal.

Questão 04

A coluna da esquerda apresenta a denominação de pólipos do aparelho digestivo e a da direita, sua caracterização. Numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda.

1 - Pólipos da síndrome de Peutz-Jeghers                      ( ) polipose colônica
2 - Pseudo pólipos da retocolite ulcerativa                      ( ) polipose gastrintestinal difusa
3 - Síndrome de Turcot                                                    ( ) hamartomas
4 - Síndrome de Cronkite-Canadá                                   ( ) pólipos inflamatórios ou regenerativos

Assinale a sequência correta.
[A] 3, 1, 4, 2
[B] 3, 4, 1, 2
[C] 4, 2, 3, 1
[D] 4, 1, 2, 3
[E] 2, 4, 1, 3

Questão 05

O terço médio do esôfago é irrigado pelos seguintes vasos sanguíneos:

[A] Artérias tireóideas inferiores.
[B] Artéria frênica inferior, artéria gástrica esquerda.
[C] Artérias esofageanas médias.
[D] Artérias esofageanas médias, ramos da artéria pulmonar.
[E] Artérias brônquicas, ramos esofágicos da aorta, artérias intercostais.

Questão 06

Paciente do sexo masculino, 50 anos de idade, com sintomas de hematoquesia, perda de peso e alterações do hábito intestinal tem o diagnóstico confirmado por histopatológico de adenocarcinoma do cólon esquerdo. Após avaliação préoperatória, é submetido a uma hemicolectomia esquerda com anastomose primária e tem o estadiamento de sua doença estabelecido como sendo Dukes C. Esse quadro revela que:

[A] o tumor do paciente está limitado à parede intestinal.
[B] o paciente já apresenta metástases a distância.
[C] o tumor já invadiu todas as camadas do intestino.
[D] o tumor invadiu todas as camadas do intestino e tem metástases para gânglios regionais.
[E] o paciente tem metástases para gânglios regionais.

Questão 07

Sobre a pancreatite aguda, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.
( ) A amilase é o exame mais sensível para o diagnóstico da pancreatite aguda em qualquer fase da doença.
( ) A hipotensão que ocorre na fase inicial da pancreatite aguda grave deve ser corrigida com drogas vasoativas.
( ) O exame complementar de eleição para diagnóstico de necrose pancreática é a tomografia computadorizada com contraste.
( ) A antibioticoprofilaxia na pancreatite aguda somente está indicada em pacientes com necrose acima de 30% dos tecidos pancreáticos.
( ) A necrose infectada na pancreatite aguda deve ser tratada com antibioticoterapia.

Assinale a sequência correta.

[A] V, F, V, V, F
[B] V, V, F, F, V
[C] F, F, V, V, V
[D] F, V, F, F, V
[E] F, F, V, V, F

Questão 08

Em relação aos tumores de pulmão, analise as afirmativas.

I - Compressão do nervo laríngeo recorrente esquerdo é uma contraindicação ao tratamento cirúrgico.
II - Atelectasia total do pulmão com tumor brônquico proximal não contraindica tratamento cirúrgico.
III - Circulação colateral superficial para o abdome na Síndrome da Veia Cava Superior sugere que a obstrução esteja acima do cajado da veia ázigo.
IV - A paralisia da corda vocal direita é mais comum que a da esquerda.
V - Derrame pleural com citologia oncótica positiva é contraindicação ao tratamento cirúrgico.

Estão corretas as afirmativas

[A] II, III e IV, apenas.
[B] I, II e IV, apenas.
[C] III, IV e V, apenas.
[D] I, II e V, apenas.
[E] I, II, III, IV e V.

Questão 09

Paciente jovem, sexo masculino, tabagista, queixa-se de dor torácica de início súbito e evolui com dor tipo pleurítica e dispnéia intensa. Chega ao Pronto Socorro intensamente dispneico, sudoreico, com turgência jugular patológica e agitação psicomotora. Ao exame físico do tórax, apresenta aparentemente abolição do murmúrio vesicular à direita e timpanismo à percussão do mesmo lado. Entretanto a semiologia pulmonar é prejudicada pelo intenso barulho e movimento na emergência do Pronto Socorro e pela agitação psicomotora do paciente. A conduta imediata a ser tomada é:

[A] Punção do 2° espaço intercostal direito com agulha calibrosa.
[B] Realização de Raios-X do tórax com incidências Póstero Anterior e Perfil.
[C] Administração de oxigênio por catéter.
[D] Administração de oxigênio por máscara.
[E] Sedação do paciente para examiná-lo de forma mais adequada.

Questão 10

Paciente jovem, sexo masculino, vítima de acidente de motocicleta com fratura da tíbia direita, evolui com edema e dor contínua e intensa nesta perna, com suspeita diagnóstica de síndrome compartimental. Qual o achado do exame físico que descartaria essa hipótese?

[A] Paralisia do nervo fibular
[B] Pressão compartimental de 20 mmHg
[C] Cianose plantar
[D] Presença de pulsos distais
[E] Redução da temperatura cutânea homolateral

Questão 11

Quanto ao antibiótico clindamicina, assinale a afirmativa INCORRETA.

[A] Apresenta boa atividade contra bactérias anaeróbicas, incluindo o bacterioide Fragilis e o Clostridium Perfringens.
[B] É um agente bacteriostático, com elevada concentração no meio intracelular.
[C] Possui atividade imunomoduladora, potencializando a opsonização e acelerando a quimiotaxia e fagocitose de leucócitos.
[D] Não atravessa satisfatoriamente a barreira hematoencefálica e apresenta elevada concentração nos tecidos ósseo e articular.
[E] Apresenta boa atividade contra bactérias gram-positivas e gram-negativas aeróbicas.

Questão 12

Na tempestade tireotóxica, qual conjunto de sintomas e sinais pode ser encontrado?

[A] Alteração de comportamento, mixedema, hipotensão, diarreia e sinais de ICC de alto débito.
[B] Alteração de comportamento, hipotermia, hipotensão, constipação e sinais de ICC de alto débito.
[C] Bócio multinodular, hipertermia, mixedema, diarreia e taquicardia.
[D] Alteração de comportamento, hipertermia, dor abdominal, diarreia e sinais de ICC de alto débito.
[E] Bócio multinodular, hipotermia, mixedema, constipação e bradicardia.

Questão 13

Colelitíase antes da puberdade geralmente está associada:

[A] ao pâncreas anular.
[B] à anemia hemolítica.
[C] à fibrose cística.
[D] à cirrose biliar primária.
[E] ao cisto de colédoco.

Questão 14

Paciente em hemodiálise realizou ultrassonografia das vias urinárias, com os seguintes achados:
Rins tópicos, morfologia normal, irregularidades nos contornos, alterações texturais difusas do parênquima, que se apresenta heterogêneo e com má diferenciação córtico-medular, sem cálculo ou dilatação do sistema excretor.

Medidas:

RD – 13,6 × 5,2 × 6,3 cm. Espessura da cortical 1,8 cm.
RE – 13,0 × 6,0 × 7,0 cm. Espessura da cortical 2,0 cm.

Assinale a alternativa que apresenta as possíveis causas da insuficiência renal crônica do paciente.

[A] Nefrite lúpica, nefropatia hipertensiva, intoxicação exógena.
[B] Granulomatose de Wegner, amiloidose, diabetes.
[C] Amiloidose, diabetes, doença policística.
[D] Doença policística, amiloidose, Síndrome de Goodpasture.
[E] Glomerulonefrite pós-estreptocócica, trombose de veia renal, diabetes.

Questão 15

Mulher negra, 22 anos, portadora de hemoglobinopatia (SS), com dor pré-tibial intensa há 48 horas, acompanhada de febre alta e sinais locais de flogose. Qual exame deve ser solicitado para esclarecer a principal hipótese diagnóstica?

[A] Cintilografia óssea.
[B] RX da perna em AP/Perfil.
[C] Doppler arterial do membro afetado.
[D] Doppler venoso do membro afetado.
[E] Tomografia computadorizada dos membros inferiores.

Questão 16

Qual método de imagem NÃO faz parte da rotina de investigação de massa abdominal?

[A] Estudo ultrassonográfico do abdome.
[B] Estudo arteriográfico aorta-ilíacas.
[C] Estudo radiológico contrastado das vias urinárias.
[D] Estudo tomográfico do abdome.
[E] Estudo radiológico do sistema digestivo alto e baixo.

Questão 17

Assinale a alternativa que apresenta as etiologias mais frequentes de polineuropatia periférica.

[A] HIV, alcoolismo, sífilis.
[B] Intoxicação por organofosforados, diabetes, hanseníase.
[C] Alcoolismo, diabetes, medicamentos.
[D] Alcoolismo, medicamentos, tuberculose.
[E] Desnutrição, diabetes, vasculites.

Questão 18

Homem de 28 anos, negro, com dispneia intensa após jogo de bola, acompanhada de tosse com expectoração rósea e chiado no peito. Refere amigdalite de repetição na infância.
Ao exame físico: FC – 120 bpm; PA – 100 × 50 mmHg; FR – 28 irm.
Estertores crepitantes e subcrepitantes nos 2/3 inferiores dos pulmões. Ictus cordis palpável no 4º espaço intercostal esquerdo, linha hemiclavicular. RR4T por B3 e B4; hiperfonese de B1 em focos de ponta, ruflar distólico para esternal esquerdo. A partir das informações dadas, qual o diagnóstico provável?

[A] Insuficiência ventricular esquerda por estenose aórtica.
[B] Insuficiência ventricular esquerda por insuficiência mitral.
[C] Insuficiência ventricular esquerda por insuficiência aórtica.
[D] Insuficiência cardíaca congestiva por lesão reumática mitral e aórtica.
[E] Insuficiência ventricular esquerda por estenose mitral.

Questão 19

Na suspeita de granulomatose de Wegener e poliarterite nodosa, quais marcadores deverão estar presentes no soro?

[A] Anticorpo cANCA e anticorpo pANCA
[B] Anticorpo anticardiolipina e anticorpo anti RO
[C] Anticorpo antimúsculo liso e anticorpo anti LA
[D] Anticorpo anti DNA sm e anticorpo anti DNA dupla hélice
[E] Anticorpo anti DNA histona e anticorpo anticardiolipina

Questão 20

Em relação à anticoagulação plena no tromboembolismo pulmonar, é correto afirmar:

[A] Está indicada, independente de quadro clínico compatível, se o dedímero for positivo.
[B] Está indicada apenas quando houver confirmação de eventos trombóticos ou embólicos.
[C] Não está indicada antes que a tomografia helicoidal seja realizada para confirmação diagnóstica.
[D] Está indicada imediatamente, se houver sinais, sintomas clínicos e dados epidemiológicos que fundamentem a hipótese diagnóstica.
[E] Não está indicada se não houver resultados de exames complementares sugestivos de embolia, tais como ECG com sinais de hipertensão arterial pulmonar e gasometria com PaO2 < 80 mmHg.

Questão 21

Na avaliação da vitalidade fetal por Dopplervelocimetria nas gestações de alto risco, a alteração mais tardia da resposta fetal à diminuição de oferta de oxigênio, que pode preceder a morte fetal, é o encontro de
[A] ducto venoso com fluxo alterado.
[B] diástole zero nas artérias umbilicais.
[C] diástole reversa nas artérias umbilicais.
[D] centralização da circulação fetal.
[E] incisuras protodiastólicas em ambas as artérias uterinas.

Questão 22

A presença de fibronectina fetal na secreção cervicovaginal após a 20ª semana de gestação indica risco de

[A] amniorrexe prematura.
[B] descolamento prematuro de placenta.
[C] parto prematuro.
[D] doença hemolítica perinatal.
[E] neoplasia trofoblástica gestacional.

Questão 23

É contraindicação para indução do parto:

[A] hipertensão arterial gestacional.
[B] amniorrexe prematura.
[C] aloimunização Rh.
[D] restrição do crescimento fetal.
[E] gestação múltipla.

Questão 24

Assinale a alternativa que NÃO apresenta causas fetais de poliidrâmnia.

[A] Obstruções gastrointestinais
[B] Anomalias do sistema urinário fetal
[C] Anomalias do sistema nervoso central
[D] Infecções congênitas
[E] Hidropsias fetais não-imunes

Questão 25

Para avaliação fetal durante o trabalho de parto, realiza-se o toque vaginal procurando avaliar a variedade de posição. Na apresentação cefálica defletida de 3º grau, o ponto de referência e a linha de orientação são, respectivamente:

[A] mento e sutura metópica.
[B] naso e linha facial.
[C] naso e sutura metópica.
[D] mento e linha facial.
[E] bregma e sutura sagital.

Questão 26

Paciente de 27 anos queixa-se de corrimento vaginal abundante, amarelo-esverdeado, bolhoso e com odor fétido. Qual propedêutica prática deve ser realizada para completar o diagnóstico?

[A] Coloração pelo Gram
[B] Cultura
[C] Colpocitologia
[D] Exame a fresco
[E] Teste de Schiler

Questão 27

Na propedêutica do climatério, o exame que auxilia na escolha da via de administração da terapia hormonal é:

[A] colpocitologia oncótica.
[B] mamografia.
[C] ultrassonografia pélvica.
[D] densitometria óssea.
[E] perfil lipídico.

Questão 28

No atendimento de paciente vítima de violência sexual, a melhor opção de contracepção de emergência é o uso de:

[A] levonorgestrel 0,75 mg, em 2 doses com intervalo de 12 horas.
[B] contraceptivos contendo etinilestradiol, na dose de 20 mcg/dia, por 21 dias.
[C] contraceptivos contendo etinilestradiol, na dose de 30 mcg associados ao gestodene.
[D] acetato de medroxiprogesterona 10 mg/dia, por 10 dias consecutivos.
[E] acetato de medroxiprogesterona, na dose única de 150 mg intramuscular.

Questão 29

O determinismo do parto dependerá, em especial, do aumento

[A] da relação estrógeno-progesterona em favor da progesterona.
[B] da progesterona, o que aumenta a estabilidade dos lisossomos celulares.
[C] da relação estrógeno-progesterona em favor do estrógeno.
[D] de estrogênios, o que diminui a formação de junções em fenda.
[E] da progesterona que aumenta os receptores para ocitocina.

Questão 30

Multípara com hemorragia grave, após a dequitação, apresenta tumoração vaginal sangrante e fundo uterino muito abaixo da cicatriz umbilical. A conduta indicada é:

[A] administrar uterotônicos e realizar exérese do tumor.
[B] solicitar anestesia com halogenado e realizar manobra de Taxe.
[C] realizar o morcelamento do tumor via vaginal.
[D] realizar reposição volêmica e misoprostol por via retal.
[E] administrar ocitocina endovenosa.

Questão 31

O conhecimento da evolução do peso nas diversas fases da vida do ser humano tem sido fundamental, tornando-se um indicador de estado nutricional, pois a criança ao nascimento apresenta, em média, peso de 3,3 kg, que duplica aos 4 meses de vida e triplica aos:

[A] 10 meses de idade.
[B] 12 meses de idade.
[C] 8 meses de idade.
[D] 11 meses de idade.
[E] 15 meses de idade.

Questão 32

Uma alimentação completa deve conter os oito grupos de alimentos para fornecer ao organismo todos os nutrientes necessários. Carne, peixe, ovo, vísceras fazem parte do grupo II, elementos responsáveis pelo fornecimento de proteína, gordura e:

[A] vitaminas C, A e ácido fólico.
[B] vitamina C, betacaroteno e ferro.
[C] vitaminas C, D e caroteno.
[D] vitaminas B, D e ferro.
[E] vitaminas A, B e ácido fólico.

Questão 33

Pedro tem 7 meses de idade e foi levado à consulta no Posto de Saúde pela 1ª vez. O profissional de saúde verifica o cartão de vacina e parabeniza a mãe porque Pedro está com as vacinas “em dia”. De acordo com o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, quantas e quais doses de vacinas Pedro já recebeu até essa data?

[A] 2 BCG; 2 Tetravalente; 2 Sabin; 2 anti-Hepatite B; 2 anti-Rotavírus
[B] 1 BCG; 3 Tetravalente; 3 Sabin; 3 anti-Hepatite B; 2 anti-Rotavírus
[C] 1 BCG; 1 Tetravalente; 1 Sabin; 1 anti-Hepatite B; 1 anti-Rotavírus
[D] 2 BCG; 2 Tetravalente; 3 Sabin; 2 anti-Hepatite B; 1 anti-Rotavírus
[E] 1 BCG; 2 Tetravalente; 2 Sabin; 2 anti-Hepatite B ; 2 anti-Rotavírus

Questão 34

Em relação às infecções no recém-nascido (RN), assinale a afirmativa correta.

[A] O RN é suscetível à infecção em decorrência de suas peculiaridades, tais como: cicatriz umbilical aberta e
imaturidade imunológica.
[B] Na vida intrauterina, a maneira mais comum de se contrair infecção é por via vaginal, não importando se as membranas estão íntegras ou não.
[C] A passagem do RN pelo canal do parto predispõe à infecção por Pneumococo e Estafilococos aureus, pois estes são patógenos habituais da flora vaginal.
[D] São considerados agentes etiológicos de grande expressão no período neonatal: o Micoplasma e a Listeria monocitogenes.
[E] A deficiência de IgM no RN não implica em risco aumentado para infecção por bactérias gram-negativas.

Questão 35

Na sala de parto de um hospital, a criança que acabou de nascer está ativa, movimentando-se bem, e quando são aspiradas as narinas, ela espirra e chora forte. Sua frequência cardíaca é > 100 bpm e pele totalmente rósea. Nesse momento, a nota de Apgar desse RN é:

[A] 9
[B] 8
[C] 10
[D] 7
[E] 6

Questão 36

Em relação ao Alojamento Conjunto (AC), marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.
( ) É o sistema indicado para todo RN saudável.
( ) É sistema hospitalar em que o RN permanece ao lado da mãe 24 horas/dia.
( ) É indicado para RN, filho de mãe com hipertensão e psicose puerperal.
( ) É o sistema que fortalece o vínculo afetivo mãe-filho.
( ) É o sistema em que a incidência de infecção hospitalar é maior.

Assinale a sequência correta.

[A] V, F, V, F, V
[B] F, F, V, F, V
[C] F, F, V, V, F
[D] V, V, F, F, F
[E] V, V, F, V, F

Questão 37

Em relação à idade gestacional e ao peso de nascimento, numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda.

1 - Prematuro limítrofe                          ( ) Peso < 2500 g
2 - Prematuro extremo                          ( ) Peso entre 1000 − 1500 g
3 - Baixo peso                                       ( ) Idade Gestacional de 36 a 36 e 6/7 semanas
4 - Muito baixo peso                              ( ) Idade Gestacional de 22 a 30 e 6/7 semanas
5 - Extremo baixo peso                          ( ) Peso < 1000 g

Marque a sequência correta.

[A] 3, 1, 2, 4, 5
[B] 4, 3, 2, 1, 5
[C] 3, 4, 1, 2, 5
[D] 4, 2, 3, 1, 5
[E] 4, 1, 2, 3, 5

Questão 38

Menina de 4 anos de idade vem à consulta por apresentar baixa estatura. Além do Raio X para verificar a Idade Óssea, qual exame deve ser realizado para esclarecer o diagnóstico neste caso?

[A] Hemocultura
[B] Cintilografia óssea
[C] Tomografia óssea
[D] Ultrassonografia óssea
[E] Cariótipo

Questão 39

Em relação à Puberdade, assinale a afirmativa correta.

[A] Ginecomastia é o aumento da glândula mamária no sexo feminino causado por aumento do parênquima glandular e do estroma.
[B] Menarca é o evento inicial da puberdade no sexo feminino e aparece por volta dos dez anos de idade.
[C] Gonadarca é o evento que marca o início da puberdade no sexo masculino, caracterizado pelo aumento do pênis em 2 cm.
[D] Telarca precoce é o desenvolvimento das mamas em meninas com menos de oito anos de idade, sem nenhum outro sinal de puberdade.
[E] Puberdade precoce é o aparecimento de caracteres sexuais secundários antes dos 10 anos nas meninas e antes dos 12 anos nos meninos.

Questão 40

Escolar com dor de garganta intensa unilateral, disfagia, torcicolo, halitose, faringe com eritema e edema do palato mole e do pilar anterior da amígdala e abaulamento da parede posterior da faringe. A conduta recomendada nesse caso é:
[A] incisão e drenagem do abscesso + antibioticoterapia por via intravenosa
[B] incisão e drenagem do abscesso + antibioticoterapia por via oral
[C] incisão e drenagem do abscesso sem necessidade de antibioticoterapia
[D] antibioticoterapia por via oral sem necessidade de incisão e/ou drenagem
[E] antibioticoterapia por via intravenosa sem necessidade de incisão e/ou drenagem

Questão 41

Numa investigação conduzida em um município de Mato Grosso, foram cadastrados 5000 adultos com idade entre 20 e 49 anos, todos trabalhadores rurais. Essa população de estudo está sendo acompanhada regularmente há 5 anos, inclusive com avaliação médica neurológica periódica. Numa avaliação feita no final do quarto ano de acompanhamento, encontrou-se a situação resumida na tabela abaixo.

A partir dos dados da tabela, assinale a afirmativa INCORRETA.

[A] Esse estudo permite calcular a incidência de distúrbio neurológico na população envolvida.
[B] Um desenho desse tipo não é adequado para estudar doenças ou agravos raros.
[C] O risco de distúrbio neurológico na população estudada foi de 5%.
[D] A frequência de distúrbio neurológico foi 4 vezes maior (200/50) nos trabalhadores em cultura de algodão.
[E] O risco relativo é uma medida de associação adequada para esse tipo de estudo.

Questão 42

Para determinado ano e local são conhecidos: População Geral, Número de Mulheres em Idade Fértil (15-49 anos); Número de Nascidos Vivos, Número Total de Óbitos, Óbitos de Menores de Cinco Anos, Óbitos de Mulheres em Idade Fértil (15-49 anos). Com esses dados, que conjunto de indicadores pode-se construir?

[A] Coeficiente de Mortalidade Geral, Coeficiente de Natalidade, Coeficiente de Mortalidade Infantil.
[B] Coeficiente de Mortalidade Geral, Coeficiente de Fecundidade, Coeficiente de Mortalidade Infantil.
[C] Coeficiente de Natalidade, Coeficiente de Fecundidade, Coeficiente de Mortalidade Materna.
[D] Coeficiente de Mortalidade de Menores de Cinco Anos, Coeficiente de Fecundidade, Coeficiente de Mortalidade Materna.
[E] Coeficiente de Natalidade, Coeficiente de Mortalidade Geral, Percentual de Óbitos de Menores de Cinco Anos.

Questão 43

Sobre o estudo Caso-Controle, é INCORRETO afirmar:

[A] Tem como principais vantagens o baixo custo e o menor tempo para sua realização.
[B] Uma das maiores dificuldades desse tipo de estudo relaciona-se à seleção do grupo de comparação (controle).
[C] A medida de associação utilizada nesse tipo de estudo é conhecida como odds ratio (razão de chances).
[D] É também recomendado quando se quer conhecer a prevalência do agravo em investigação.
[E] É retrospectivo porque o pesquisador, a partir do conhecimento do desfecho, vai investigar, no passado, a exposição que pode estar associada a esse desfecho.

Questão 44

A coluna da esquerda apresenta subsistemas do Sistema de Informação em Saúde no Brasil e a da direita, os Indicadores que podem ser construídos com os dados providos por esse sistema. Numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda.

1 - SINASC                                                 ( ) Coeficiente de Mortalidade Materna
2 - SINAN                                                   ( ) Tempo Médio de Internação por Tuberculose
3 - SIM                                                        ( ) Gasto Público com Saúde
4 - SIH-SUS                                                ( ) Baixo Peso ao Nascer
5 - SIAB                                                      ( ) Coeficiente de Incidência de Dengue
6 - SIOPS                                                   ( ) Cobertura do PSF

Assinale a sequência correta.
[A] 3, 6, 1, 4, 5, 2
[B] 3, 1, 2, 5, 6, 4
[C] 3, 4, 6, 1, 2, 5
[D] 1, 3, 4, 2, 6, 5
[E] 2, 6, 5, 3, 4, 1

Questão 45

Doença transmitida de pessoa doente para pessoa sadia é considerada cientificamente doença transmissível. Assinale a alternativa que apresenta doença considerada NÃO transmissível.

[A] Dengue
[B] Tétano
[C] Poliomielite
[D] Malária
[E] Hepatite A

Questão 46

São preconizadas pelo Ministério da Saúde como ações fundamentais na área de saneamento básico:

[A] Controle da água, da poluição do ar e dos dejetos.
[B] Controle da poluição sonora, dos alimentos e do lixo.
[C] Controle dos dejetos líquidos, de inundações e dos alimentos.
[D] Controle da água, do lixo e dos dejetos.
[E] Controle da água, da poluição sonora e do uso de agrotóxicos.

Questão 47

Sobre a Reforma Sanitária ocorrida no Brasil entre 1985 e 1988, analise as afirmativas.

I - Foi dada prioridade para o fortalecimento dos serviços públicos, estímulo à integração das ações e dos serviços de saúde, incorporação do planejamento à prática institucional e apoio à descentralização em nível municipal.
II - Foi dada prioridade para o fortalecimento dos serviços públicos, incorporação do planejamento à prática institucional
e apoio à descentralização em nível municipal e abertura de canais para participação popular.
III - Foi dada prioridade para o fortalecimento dos serviços públicos, estímulo à integração das ações e dos serviços de Saúde, incorporação do planejamento à prática institucional e apoio à não-participação popular nos Conselhos de Saúde.
IV - Foi dada prioridade para o fortalecimento dos serviços públicos, estímulo à integração das ações e dos serviços de Saúde, incorporação do planejamento à prática institucional, apoio à descentralização em nível municipal e transferência significativa de recursos da Previdência para Estados e Municípios.

Estão corretas as afirmativas

[A] I, II e IV, apenas.
[B] I e III, apenas.
[C] I, II e III, apenas.
[D] I, II, III e IV.
[E] III e IV, apenas.

Questão 48

A atenção primária em Saúde, preconizada na famosa Conferência Internacional de Saúde de Alma Ata, recomendou cobertura total às populações, priorizando os grupos:

[A] Mulheres, crianças e trabalhadores expostos a riscos de saúde.
[B] Mulheres, crianças e idosos.
[C] Crianças, adolescentes e idosos.
[D] Mulheres, crianças e gestantes.
[E] Adolescentes grávidas e trabalhadores expostos a riscos de saúde.

Questão 49

Segundo o modelo de LEAVEL e CLARK, em relação à prevenção, no período pré-patogênico podem ser adotadas apenas as medidas:

[A] Promoção da saúde e diagnóstico precoce.
[B] Proteção específica e diagnóstico precoce.
[C] Promoção da saúde e proteção específica.
[D] Promoção da saúde, proteção específica e diagnóstico precoce.
[E] Diagnóstico precoce e tratamento imediato.

Questão 50

A incidência do sarampo no Brasil tem sempre se apresentado com variação cíclica típica. Esses ciclos são decorrência principalmente de

[A] baixa cobertura nas campanhas preconizadas pelo Ministério da Saúde.
[B] acúmulo de suscetíveis nos anos interepidêmicos.
[C] desnutrição de crianças que as torna mais suscetíveis ao sarampo.
[D] variação sazonal dessa doença.
[E] variação da incidência a cada 5 anos, conforme estudos realizados.

GABARITO DEFINITIVO (APOS O RECURSO):

1 C 11 E 21 A 31 B 41 D
2   12 D 22 C 32 D 42 E
3 A 13 B 23 E 33 B 43 D
4   14 C 24 B 34 A 44 C
5 E 15 A 25 D 35 C 45 B
6 E 16 B 26 D 36 E 46 D
7 E 17 C 27 E 37 C 47 A
8 D 18 E 28 A 38 E 48 A
9 A 19 A 29 C 39 D 49 C
10 B 20 D 30 B 40 A 50 B

 

II. QUESTÕES DISCURSIVAS

CIRURGIA

Questão 01

Em relação à reposição volêmica na abordagem do paciente politraumatizado, discorra sobre a estimativa do volume necessário, tipo de líquidos mais apropriados, momento oportuno para o seu início e metodologia para avaliação da reposição. (Valor: 0,50)

RESPOSTA ESPERADA

A reposição inicial é realizada com soluções cristalóides, preferindo-se a solução de Ringer Lactato, no volume de 2000 mililitros para um homem adulto de 70 quilogramas e 20 mililitros por quilograma de peso para crianças. Reposições adicionais são realizadas de acordo com a estimativa da perda, com base nas classes de choque, na proporção de 3 (três) volumes repostos para cada volume perdido e com a resposta apresentada pelo paciente.

Nas perdas superiores a 30 % da volemia, é necessária a reposição de glóbulos vermelhos com o objetivo de manter-se a hemoglobina em 10 gramas/100 mL.

O momento ideal para iniciar-se a reposição volêmica é o mais precoce possível, mas às vezes deve ser retardado em função da possibilidade de perda sanguínea em evolução e da distância entre o local do acidente e o local de referência para o atendimento.

Se o local do atendimento implique numa demora para remoção menor que 30 minutos e existam evidências de sangramento continuado, a reposição deve ser retardada e iniciada já no Hospital de referência. Quando o tempo estimado para a remoção for maior que 30 minutos, a reposição volêmica deverá iniciar-se no local do acidente, mas devendo aceitar-se a manutenção de certo grau de hipotensão arterial, o que é chamado de hipotensão permissiva, para que não ocorram perdas sanguíneas ocasionadas por reposição muito vigorosa. Reposição plena somente deverá ocorrer quando estiver garantida a cessação da perda sanguínea.

A avaliação da reposição é realizada pela observação do comportamento dos sinais vitais, volume urinário e perfusão tecidual.

Nos sangramentos importantes e sobretudo em idosos e portadores de comorbidades, é necessária a monitorização de parâmetros hemodinâmicos, tais como a pressão venosa central e a pressão capilar pulmonar.

Questão 02

Na abordagem do paciente ictérico, disserte sobre os seguintes aspectos:

A) Caracterização da icterícia obstrutiva frente aos outros tipos de icterícia do ponto de vista clínico, laboratorial e de exames complementares citando os métodos propedêuticos mais adequados. (Valor: 0,25)
B) Cuidados a serem tomados no período per-operatório com respeito à coagulação, ao ato anestésico cirúrgico e à função renal. (Valor: 0,25)

RESPOSTA ESPERADA

A) A icterícia obstrutiva é caracterizada pelo predomínio da elevação da bilirrubina direta, semelhante à icterícia colestática intra-hepática.
Diferencia-se das icterícias hepatocelulares pela ausência de elevação ou elevação em níveis menores das aminotransferases (TGO e TGP). Apresenta por outro lado elevação das enzimas canaliculares, fosfatase alcalina e gama glutamil transferase. Na icterícia obstrutiva, ocorre prolongamento do tempo de atividade da protrombina o qual normaliza-se com reposição de vitamina K por não existir doença parenquimatosa.

Na história clínica, alguns sintomas e sinais podem sugerir icterícia obstrutiva: dor no abdome superior, principalmente no hipocôndrio direito, febre, prurido e colúria, podendo existir na dependência da causa a presença de massa ou vesícula biliar palpáveis. Os métodos de imagem permitem a diferenciação entre icterícia obstrutiva e colestase intra-hepática ao identificar o calibre das vias biliares, a causa e o local de uma obstrução. Os métodos de imagem atualmente disponíveis e utilizados para a investigação são os seguintes: ultrassonografia, endossonografia, colangiografia transparieto hepática percutânea, colângio-pancreatografia endoscópica retrógrada, colangioressonância nuclear magnética, tomografia computadorizada.

B) O paciente ictérico candidato à cirurgia deverá receber especial atenção na avaliação e correção de eventuais distúrbios:
Perdas volêmicas devem ser identificadas e repostas evitando-se que o paciente desenvolva hipotensão e insuficiência renal sobretudo no período per-operatório. O controle é realizado através da mensuração do volume urinário.
Distúrbios da coagulação devem ser investigados realizando-se hemograma com contagem de plaquetas o qual permite a identificação de indícios de infecção e distúrbio da coagulação. Deve ser realizada a aferição do tempo de protrombina e de tromboplastina parcial ativada. Em pacientes eletivos com tempo de protrombina alargado, deve-se repor vitamina K por 3 dias. Em situações de urgência ou quando houver falta de resposta à vitamina K, deverá ser reposto plasma fresco e ocasionalmente crioprecipitado.
É importante também manter correto equilíbrio eletrolítico, principalmente do sódio e do potássio.
Devem ser avaliados e corrigidos os níveis de escórias nitrogenadas através de reposição hídrica ou de medidas de suporte à função renal.
Pacientes sem infecção deverão receber antibioticoprofilaxia e os portadores de colangite deverão receber antibioticoterapia.
Evitar o uso de drogas anestésicas hepatotóxicas e manutenção de estabilidade hemodinâmica no período intraoperatório.

CLINICA MEDICA

Questão 03

Paciente do sexo masculino, 40 anos, com hipertensão arterial sistêmica controlada por medicação e dieta, apresentando dispneia ao subir lance de escada ou pedalar por mais de uma quadra, com astenia e discreto edema peri-maleolar vespertino. RX do tórax com sinais de hipertrofia ventricular esquerda e leve ectasia aórtica.

A) Qual o estágio e a classe funcional (NYHA) da cardiopatia apresentada pelo paciente? Justifique. (Valor: 0,20)

B) Qual a classe de medicamentos indicados no controle da HAS do paciente? Justifique. (Valor: 0,15)

C) Diuréticos de alça e cardiotônicos estão indicados neste caso? Justifique. (Valor: 0,15)

RESPOSTA ESPERADA

A) Estágio C; Classe Funcional II.

Justificativa: Estágio C Pacientes com sintomas e com disfunção ventricular associada. Classe Funcional II Limitações leves, sintomáticas durante atividades do cotidiano.

B) Beta Bloqueador + Inibidor da enzima conversora do angiotensinogênio.

Justificativa: Tem por finalidade evitar o remodelamento do coração e melhorar a sobrevida.

C) Não.

Justificativa: O uso dessa classe de medicamentos está indicado em pacientes classe funcional III e IV, com a finalidade de melhorar a sintomatologia (melhora na qualidade de vida), sem interferir na sobrevida.

Questão 04

Paciente do sexo feminino, 70 anos, diabética e com DPOC, com início dos sintomas há 2 dias, febre alta, tosse produtiva com expectoração amarelada, dor torácica e dispneia. Apresentou três episódios de vômitos há 24 horas. Ao exame físico, apresenta-se agitada, levemente desidratada, taquipneica (FR – 33 irm), taquicárdica (FC – 122 bpm) e com PA 90 × 60 mmHg. Estertores crepitantes na base pulmonar direita. Exames complementares: Ureia – 60 mg/dL; Creatinina – 1,2 mg/dL; Leucócitos – 4000; Sat.a O2 < 90% com oxigênio em cateter nasal a 5 L/min.
A) Essa paciente tem indicação para internação? Em que nível de complexidade? Explique o sistema de escore britânico Curp-65, usado para indicar gravidade e o local de tratamento. (Valor: 0,20)
B) Quais os agentes etiológicos mais frequentes em pneumonia aguda em pacientes tratados ambulatoriamente, internados em enfermaria e internados em UTI? (Valor: 0,15)
C) Qual o esquema antimicrobiano indicado nesta paciente? Justifique. (Valor: 0,15)

A) Sim.

UTI. Escore de 6 pontos, no qual cada item anormal pontua uma unidade. Escore 0 e 1, se apenas a idade pontuar → tratamento domiciliar. Escore > 1 → tratamento internado. C = Confusão mental (nível de consciência) U = Ureia > 50 mg/dL R = FR > 30 irpm P = PAS < 90 mmHg e/ou PAD ≤ 60 mmHg 65 = Idade acima de 65 anos. Deve-se considerar ainda a presença de comorbidades descompensadas (CPOC; ICC; I. hepática, I. renal, Neoplasia); extensão da pneumonia no RX Tórax e na saturação arterial do oxigênio e fatores psicossociais que possam interferir no tratamento e indicar internação. A decisão clínica é soberana. Sinais de gravidade: Sat. O2 ≤ 90% sem oxigenioterapia e o mesmo resultado com oxigenioterapia indicação de UTI Leucócitos < 4000 → prognóstico ruim.

B) PAC Ambulatorial (leve): Streptococos pneumoniae; Mycoplasma pneumoniae; Chlamydophila pneumoniae; Vírus respiratórios (influenza, adenovírus, vírus sincicial respiratório, para-influenza e coronavírus); Haemaphylos influenzae.

PAC internados em enfermarias: Streptococos pneumoniae; Mycoplasma pneumoniae; Chlamydophila pneumoniae; Vírus respiratórios; Haemaphylos influenzae; Legionelha Spp.

PAC internados (UTI): Streptococos pneumoniae; Bacilos gram negativos; Haemaphylos influenzae; Legionella spp; S. aereus.

C) Betalactâmico com inibidor da betalactamase ou clindamicina.

Justificativa: Por ser paciente grave, com evolução desfavorável e com história de vômitos, podendo ter broncoaspirado com possibilidade de infecção por anaeróbios e gram-negativo da flora da boca. A associação de betalactâmicos com aminoglicosídeos e um agente para cobertura de bacteróides Fragillis, embora possa dar uma cobertura antimicrobiana, deverá ser evitada pelo risco de nefrotoxicidade em uma paciente idosa, diabética e com lesão renal prévia.

OBSTETRICA E GINECOLOGIA

Questão 05

Paciente de 23 anos, no trigésimo dia de puerpério de seu primeiro parto via vaginal, amamentando exclusivamente ao seio, procura o médico solicitando prescrição de anticoncepcional. Cite os métodos contraceptivos disponíveis no Brasil que são adequados a essa paciente. (Valor: 0,50)

RESPOSTA ESPERADA

Questão 06

Cite os resultados de exames laboratoriais que confirmam o diagnóstico de Síndrome HELLP. (Valor: 0,50)

RESPOSTA ESPERADA

PEDIATRIA

Questão 07

Trace o diagnóstico diferencial entre a Anemia Ferropriva e a Anemia Falciforme sob os pontos de vista:

A) Etiológico (Valor: 0,125)
B) Clínico (Valor: 0,125)
C) Propedêutico (Valor: 0,125)
D) Terapêutico (Valor: 0,125)

RESPOSTA ESPERADA

Questão 08

Descreva a importância da realização no período neonatal dos seguintes exames:
A) “Teste do pezinho” (Valor: 0,125)
B) “Teste da orelhinha” (Valor: 0,125)
C) “Teste do olhinho” (Valor: 0,125)
D) VDRL (Valor: 0,125)

RESPOSTA ESPERADA

A) O teste do pezinho é importante por triar as doenças: hipotireoidismo, fenilcetonúria e anemia falciforme que, se tratadas precocemente, a criança se desenvolve sem sequelas.
B) O teste da orelhinha serve para triar crianças com deficiência auditiva que, se tratadas antes do 6º mês de vida, terão desenvolvimento normal.
C) O teste do olhinho serve para triar crianças com glaucoma congênito, catarata congênita e retinoblastoma, cujos tratamentos requerem urgência para não comprometer a vida das crianças portadoras dessas patologias.
D) VDRL – importante para o diagnóstico da sífilis congênita no período neonatal cujo tratamento evitará sequelas importantes.

SAUDE COLETIVA

Questão 09

Em inúmeras distribuições das variáveis contínuas, como peso e altura, medidas numa população qualquer, os parâmetros mais utilizados, denominados de tendência central, são: média, mediana e moda. Ao se plotar os dados coletados de uma das variáveis após medidas numa população universitária de 5000 alunos, obteve-se uma curva normal.
A) Qual a definição de cada um dos parâmetros de tendência central, acima referidos? (Valor: 0,2)
B) Quais são os parâmetros que caracterizam a construída curva normal? (Valor: 0,1)
C) O que é “curva normal reduzida” denominada também de “curva Z”? (Valor: 0,2)

RESPOSTA ESPERADA

A) Média em estatística (ou média aritmética ) é a soma de todos os valores medidos de uma variável num conjunto de indivíduos, dividida pelo número de elementos desse conjunto, cuja expressão matemática é a seguinte: Média = Σ xi /n.
Mediana em estatística é um determinado valor numa distribuição crescente de todos os valores medidos de uma das variáveis, que divide essa distribuição em duas partes iguais, ou seja, metade dos elementos medidos estão à esquerda da mediana e a outra metade à direita dela. Moda em estatística é o valor mais frequente de uma distribuição de valores de uma variável medida.
B) Uma curva normal é caracterizada por dois parâmetros: a média e o desvio padrão e com isso existem infinitas curvas normais.
C) Curva Z ou normal reduzida é um tipo de curva normal em que a média é zero e a variança tem o valor 1, assim sendo as infinitas distribuições normais reduzem-se tão somente a essa citada curva e a variável Z é desprovida de unidade, ou seja, constitui um número puro.

Questão 10

A Vigilância Epidemiológica é um dos Programas do Ministério da Saúde com normas emanadas do Centro Nacional de Epidemiologia (CENEPI).
A) Conceitue Vigilância Epidemiológica e indique sua finalidade básica. (Valor: 0,1)
B) Conceitue notificação compulsória. (Valor: 0,1)
C) Dentre os critérios de inclusão, os mais utilizados são: magnitude, transcendência e vulnerabilidade. Conceitue cada um deles. (Valor: 0,3)

RESPOSTA ESPERADA

A) Vigilância Epidemiológica é um sistema de coleta de dados na área de Saúde que são processados e analisados, servindo para promoção de ações de controle das doenças notificáveis.
B) Notificação compulsória é a comunicação obrigatória por lei da ocorrência de determinada doença ou agravo à saúde, feita à autoridade sanitária por profissionais de saúde ou qualquer cidadão, para fins de adoção de medidas de intervenção pertinente.
C) Magnitude é definida como doença de elevada frequência (alta prevalência).

Transcendência é caracterizada por:

- severidade, medida pela taxa de letalidade;
- relevância social, medida pelo valor imputado pela sociedade à ocorrência da doença;
- relevância econômica, medida pelos prejuízos ocasionados pela doença na comunidade em relação à força de trabalho, absenteísmo escolar e laboral, bem como custos assistenciais.

Vulnerabilidade é medida pela disponibilidade concreta de instrumentos específicos de prevenção e controle da doença, propiciando atuação efetiva dos serviços de saúde sobre o indivíduo e a coletividade.

SAIR                                                       VOLTAR