MISODOR - SITE DE ESTUDO E TREINAMENTO PARA PROVAS DA ÁREA MÉDICA

RECOMENDAÇÃO PARA RESUMOS: NOVAPEDIATRIA.COM.BR

 

598 RECADOS
CLINICA MEDICA               CIRURGIA               PEDIATRIA           GINECOLOGIA              SAÚDE PUBLICA E LEGISLAÇÃO
QUESTÕES OBJETIVAS      QUESTÕES DISSERTATIVAS     CASOS CLINICOS     PROVAS ANTERIORES     SIMULADOR
BANCO DE PROVAS EM CONTINUA EXPANSÃO, ATUALMENTE COM 3960 QUESTÕES OBJETIVAS, 44 QUESTÕES DISCURSIVAS E 48 CASOS CLINICOS, TODAS COM GABARITO COMENTADO

CASO CLINICO

Homem de 21 anos apresenta há 2 anos poliartralgia, diarréia e emagrecimento. Exame físico: emagrecido, micropoliadenopatia, descorado +/++. Ausência de visceromegalias. Fístula perianal. Exames: HIV (Elis: duvidoso, Hb=11g/dl, VCM=102 leucócitos=3.000 (4 bastonetes, 65 segmentados, 20 linfócitos, 7 eosinófilos e 4 basófilos), plaquetas 80.000, VHS=40 mm (n<12). Trânsito intestinal: edema em mosaico de delgado, dilatação de jejuno com estase; estreitamente e espessamento de íleo. Retossigmoidoscopia normal. A principal hipótese diagnostica para o caso é:

A. Tuberculose intestinal
B. Doença de Crohn.
C. Imunodeficiência adquirida.
D. Retocolite ulcerativa
E. Linfoma de delgado

A. Tuberculose intestinal
INCORRETO:
B. Doença de Crohn.
CORRETO : Em muitos casos a doença desenvolve-se e produz muitos sintomas que não são característicos. Dores estomacais inexplicáveis e diarréia são os primeiros sintomas descritos. O ataque simultâneo de dor abdominal, diarréia e febre, com sintomas em articulações, inflamação na pele ou inflamação recorrente nos olhos também podem ser sinais de Crohn, assim como a presença de fístulas anais. Nas áreas afetadas há reação inflamatória crônica com fibrose, que caracteristicamente afeta as quatro camadas do intestino, da mucosa à serosa. A fibrose leva a estenose de segmentos, o que pode causar dilatação a montante por retenção do bolo alimentar. Nos segmentos afetados, a superfície da mucosa perde suas pregas e pode apresentar um aspecto mamelonado que lembra calçamento com paralelepípedos.
C. Imunodeficiência adquirida.
INCORRETO : não podemos falar sobre AIDS quando o exame HIV e "duvidoso"
D. Retocolite ulcerativa
INCORRETO : Retocolite ulcerativa inespecífica é uma das moléstias inflamatórias que acometem o intestino. Seus sintomas são semelhantes aos de outras moléstias do aparelho digestivo. A retocolite ulcerativa pode ter manifestações extra-intestinais como dores articulares, eritema nodoso, pioderma gangrenoso (feridas que vão ficando pretas, com infecção e pus, e exigem tratamento agressivo) e, mais raramente, alterações oculares e hepáticas. Os principais sintomas são sangramento e diarréia com cólicas, sangue, muco e, eventualmente, com pus se houver infecção. As crises de diarréia são persistentes, ocorrem durante o dia e também à noite e de madrugada. Depois das refeições, o reflexo para evacuar é intenso. Por isso, muitos pacientes preferem não comer e acabam emagrecendo.
E. Linfoma de delgado
INCORRETO :

Gabarito: B

O RECEM-NASCIDO

1) Enumeram os mecanismos que contribuem para icterícia fisiológica do recém-nascido.
2) Descreve a evolução natural da icterícia fisiológica.

1) Mecanismos que contribuem para icterícia fisiológica do RN:
a) menor vida media das hemácias; 0,05 pontos
b) maior volume eritrocitário por kg de peso; 0,05 pontos
c) maior eritropoese ineficaz; 0,05 pontos
d) menor captação e conjugação hepática (imaturidade hepática); 0,05 pontos
e) maior circulação entero-hepática (flora diminuída); 0,05 pontos

2) Descreve a evolução natural da icterícia fisiológica do recém-nascido.
Inicia após 24 horas de vida (HV), RN a termo tem pico (máx. 12.9) entre 3-5º dias de vida (DV), resolução em 7 a 10 DV. RN pré-termo tem pico mais tardio, entre 5 e 7ºDV, e maior (máx. 15mg/dL), resolução mais tardia, em até 2 semanas. 0,25 pontos

https://novapediatria.com.br/ictericia-neonatal/


MFA, primigesta e adolescente, realizou seis consultas de pré-natal e foi diagnosticada Hepatite B crônica ativa. Hoje, ela iniciou trabalho de parto com 39 semanas de idade gestacional.
Seu filho nasce de parto normal, com Apgar 9/9, exame físico sem alterações e com peso de nascimento de 2.980 gramas.
Com o objetivo de prevenir a transmissão da hepatite, cite 2 condutas com o recém-nascido no momento do parto e 2 condutas nas primeiras 12h de vida.

Respostas relacionadas ao momento do parto:
Clampeamento imediato do cordão; (0,1 p)
Evitar aspiração de vias aéreas superiores, se possível; (0,1 p)
Banho no RN logo após o nascimento, assim que possível. (0,1 p)

Respostas relacionadas às primeiras 12 horas pós-parto:
Vacinar o RN com a vacina de Hepatite B nas primeiras 12 horas de vida (0,1 p)
Aplicar a imunoglobulina específica para Hepatite B, também nas primeiras 12 horas de vida, de preferência simultaneamente com a vacina (0,1 p)